86264189_2329699540464425_2018165601511407616_n

O guitarrista Dennis Stratton, vem pela primeira vez ao Brasil para celebrar 40 anos do lançamento do álbum “Iron Maiden” (1980).

A banda é formada por Leandro Caçoilo (Viper) no vocal, Lelly Murray e Ricardo Lima nas guitarras, Lennon Harris no baixo e Piggy na batera. Todos músicos do primeiro escalão do heavy metal nacional tocarão clássicos que nunca mais foram tocados ao vivo pelo Iron Maiden. Um show histórico e memorável, uma volta a Inglaterra de 1980.

Dennis Stratton ficou mundialmente conhecido por integrar o Iron Maiden em 1980, ano de lançamento de seu primeiro e celebrado disco. Antes de integrar a banda britânica de heavy metal, Dennis tocava na banda Remus Down Boulevard. Foi tocando com este grupo que o baixista e compositor Steve Harris o viu tocar e o convidou a fazer parte do Iron Maiden, já que a banda estava prestes a assinar contrato com a EMI Odeon e gravar o primeiro álbum, hoje considerado um clássico absoluto da nova onda do heavy metal britânico.

Nos anos 80 e 90, Stratton tocou também nas bandas LIONHEART OFFICIAL e Praying Mantis, gravando mais de dez discos de estúdio. Em 1995, formou um novo projeto chamado The Original Iron Men, ao lado do vocalista Paul Di’Anno, lançando três álbuns, além de um CD ao vivo no Japão, todos considerados ítens de colecionador!

SERVIÇO:

Local: Espaço Kubrick | Av. Mem de Sá 66, Lapa, Rio de Janeiro
Data: 7 de Abril de 2020
Abertura da casa: 19:00h | Show: 20:00h

INGRESSOS*:
1º Lote:
R$90 (Meia entrada estudante / promocional)

2º Lote:
R$100 (Meia entrada estudante / promocional)

3º Lote:
R$110 (Meia entrada estudante / promocional)

MEET&GREET:
R$100 (Não dá direito a entrada)

– INGRESSO MEIA-ENTRADA | QUEM TEM DIREITO?
Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos

– INGRESSO PROMOCIONAL | QUEM TEM DIREITO?
Qualquer pessoa mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

*INGRESSOS LIMITADOS

Venda de ingressos online:

Classificação etária: 18 anos.
Entre 14-17 anos somente acompanhado por pai ou mãe com documento de identificação.

Realização: Laranja Mecânica Produções

70759414_2402916983110023_2471889103461810176_n

Encontro inédito no País une as divas Annie Haslam (Renaissance) e Sonja Kristina (Curved Air), tocando os clássicos mais reverenciados pelos fãs. Apresentações acontecem em março, passando por São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, como parte da Top Cat Series, sequência de shows internacionais promovida pela Top Cat Produções Artísticas

Após shows esgotados em 2017, o Renaissance volta ao Brasil e, desta vez, acompanhado do também inglês Curved Air. Os grupos apresentarão seus shows na íntegra e, ao final, prometem brindar ao público com clássicos de seu repertório e várias surpresas, unindo as vozes poderosas de Annie e Sonja.

As bandas se apresentam em março de 2020. São Paulo (Espaço das Américas), dia 19, Rio de Janeiro (Vivo Rio) no dia 21, e Belo Horizonte (Palácio das Artes), dia 22, receberão os grupos.

O Renaissance, que surgiu das cinzas de outra lenda do rock, os Yardbirds, celebra mais de quatro décadas de carreira apoiado na voz de cinco oitavas de Annie Haslam e na maestria das composições de Michael Dunford. O grupo mostrará seus clássicos mais reverenciados, como Song For All Seasons, Northern Lights e Sounds of the Sea, além do aclamado álbum Symphony of Light, lançado em 2014, que contém a faixa Waterfall, sobre as florestas brasileiras.

Já a Curved Air iniciou sua trajetória em 1970, misturando folk, música eletrônica, fusion e elementos clássicos acompanhados de um violino. O resultado foram oito álbuns de estúdio, com os três primeiros chegando ao top 20 britânico. O hit Back Street Luv (1971) é lembrado até hoje. Stewart Copeland, imortalizado como baterista do Police, foi responsável pelas baquetas da banda entre 1975 e 76. Além disso, ele e Sonja foram casados por 16 anos.

 A parceria entre estas lendárias bandas do Rock Progressivo é inédita no Brasil, promessa de um evento inesquecível.

O show do Renaissance celebra os 50 anos de carreira do grupo, trazendo um repertório recheado de hits, que contam a histórica do grupo.

Já o Curved Air, pisa pela primeira vez em palcos brasileiros, e vai fazer um show para os fãs apaixonados pelo grupo. “Darei ao público tudo que quer ouvir. Desejo que sintam a minha alegria em estar no Brasil pela primeira vez. Minha resposta será fazer um show com tudo que possa fazê-los felizes!”, diz Sonja Kristina sobre o que esperar das apresentações:

As vindas do Renaissance e do Curved Air são parte do Top Cat Concert Series, um projeto que traz ao Brasil shows e eventos internacionais com música de qualidade, dando ênfase ao jazz, blues e rock de todo mundo, procurando agregar o publico em todas as suas apresentações. A reunião destas super bandas para a América do Sul foi idealizada pelo produtor carioca de 54 anos, Steve Altit, que com mais de 30 anos de experiência, aposta na qualidade musical dos seus eventos para atrair o grande público.

A Noite de Rock Progressivo é o primeiro evento anunciado pela Top Cat para a temporada do Top Cat Concert Series 2020.

O Concert Series foi iniciado em 2017, trazendo grupos como o próprio Renaissance e 10.000 Maniacs, ambos lotando suas apresentações.

Em 2018 e 2019, anos repletos de dificuldades, com uma recessão econômica jamais enfrentada pelos brasileiros, índices de violência assustadores e quadro político extremamente desconfortável, a Top Cat continuou apostando na qualidade de seus eventos como forma de proporcionar ao publico momentos de paz e tranquilidade, buscando integrar gerações apaixonadas pelas canções dos anos 70 e 80 em ambientes confortáveis e seguros. O Top Cat Concert Series trouxe shows inesquecíveis como Steve Hackett (guitarrista do Genesis), PFM – Premiata Forneria Marconi e Carl Palmer ELP Legacy, Tommy e o fantástico musical Rumours of Fleetwood Mac, que encantou a todos em suas apresentações pela America Latina.

Em 2020, a empresa promete continuar enfrentando as adversidades e brindar o público com shows e eventos internacionais de qualidade, dando ênfase ao jazz, blues, rock clássico e progressivo de todo mundo, procurando emocionar o publico em suas apresentações.

Renaissance

O Renaissance tem uma rica história, que o coloca entre os pioneiros do rock progressivo. Annie Haslam e Michael Dunford, acompanhados de John Tout (teclado), Jon Camp (baixo) e Terry Sullivan (bateria), moldaram o som do grupo pelo conhecimento profundo dos seus instrumentos. O reconhecimento inicial veio pela mistura do progressivo com as influências da música clássica e os arranjos sinfônicos.

 O grupo é conhecido como o que melhor utilizou o som de orquestras inteiras em seus álbuns nos primeiros anos. Após excursões pela Europa não demorou para que rádios influentes do rock progressivo americano como a WNEW (Nova York), WMMR (Filadelphia) e WHFS (Washington) mostrassem o som da banda para os Estados Unidos. Em pouco tempo, espaços como o Carnegie Hall em Nova York (com a New York Philharmonic Orchestra) e o Royal Albert Hall em Londres (com The Royal Philharmonic Orchestra e a Royal Chorale Society) abriram as portas para o Renaissance. Em 1978 veio o hit Northern Lights, até hoje em alta rotação nas rádios. A banda se separou no final dos anos 80 quando Annie Haslam partiu para a carreira solo. 

Celebrando os 40 anos da fundação do grupo, em 2009, Michael e Annie recrutaram uma nova formação para excursionar com Rave Tesar (teclado), David J Keyes (baixo), Tom Brislin (teclado) e Frank Pagano (bateria). Em 2014 veio o primeiro álbum em 13 anos, ‘Symphony of Light’. O disco é um tributo às melodias inesquecíveis de Michael Dunford, que faleceu em 2012. ‘Symphony of Light’ começa com a letra inspirada de Annie Haslam na faixa-título sobre a vida de Leonardo da Vinci. O álbum mergulha o ouvinte em sabores sônicos de países distantes, com arranjos orquestrais e letras inusitadas, com direito a convidados como Ian Anderson (Jethro Tull) e John Wetton (Asia/King Crimson/UK).

Curved Air

O Curved Air também é uma banda pioneira do rock progressivo inglês, composta por músicos com diferentes formações.

O grupo se tornou famoso graças aos seus shows ao vivo e ao termo ‘Art Rock’ que definia seu som: um violino combinado com sintetizadores eletrônicos, uma guitarra mágica e a presença hipnótica da cantora Sonja Kristina. A combinação desses elementos levou o Curved Air da cena alternativa para o topo das paradas no começo dos anos 70.

 Ao lado de bandas como o High Tide e East of Eden, o Curved Air foi um dos primeiros grupos a usar um violino elétrico, manuseado de forma inspirada por Darryl Way. Alternando teclado e guitarra, Francis Monkman abriu portas para os vindouros sons eletrônico e ambiente. O ainda baterista do grupo Florian Pilkington Miksa acompanhado do talento artistico do baixo de Chris Harris, fornecia o expressivo pulso rítmico que é a marca registrada do Curved Air.

O Curved Air lançou oito álbuns de estúdio e, mesmo sendo inovadores do rock progressivo, se tornaram estrelas do pop com o single Back Street Luv, em 1971. A formação atual, com Sonja Kristina, Florian Pilkington-Miksa, Kit Morgan, Chris Harris, Robert Norton e Paul Sax excursiona desde 2009.

Em 2012 lançaram um CD/DVD ao vivo ‘Live Atmosphere’ uma coletânea da banda tocada pela formação atual. ‘Live Atmosphere’ foi produzido por Marvin Ayres, incluindo um DVD bônus com momentos ao vivo amparados por uma colagem visual atmosférica.

Curved Air é uma banda única, sintetizando uma mistura eclética de estilos musicais. Além de Backstreet Luv, outros hits do grupo incluem It Happened Today, Vivaldi e Marie Antoinette. Sonja Kristina lidera uma nova e talentosa formação levando o som do grupo para o público do século 21.

As aparições do Curved Air em shows e festivais continuam encantando com sua mistura de temas clássicos, sons eletrônicos, energia do pop/rock e lindas músicas atemporais, tocadas com paixão e extremo virtuosismo.

Realização: Top Cat Produções Artísticas

SERVIÇO

Datas da Tour Brasil 2020 Renaissance/Curved Air

19 de Março de 2020 São Paulo – Brasil        Espaco das Américas

21 de Marco de 2020 Rio de Janeiro – Brasil Vivo Rio

22 de Marco de 2020 Belo Horizonte – Brasil         Teatro Palácio das Artes

Top Cat Produções Artisticas  e Eventos Esportivos –   + 55-21-3150-2622 –  topcat@topcat.com.br –  WWW.topcat.com.br

 

Ana Paula Romeiro

83746575_805207269947769_8756497615626960896_o

Crashdïet retorna ao Brasil com turnê do grandioso álbum Rust, e toca seus maiores sucessos.

Convidado Especial* BASTARDZ (Brasil)

SERVIÇO:

Local: Espaço Kubrick | Av. Mem de Sá 66, Lapa, Rio de Janeiro
Data: 29 de Março de 2020 (Domingo)

INGRESSOS*:

1º Lote:
R$90 (Meia entrada estudante / promocional)
R$180 (Inteira)

2º Lote:
R$100 (Meia entrada estudante / promocional)
R$200 (Inteira)

3º Lote:
R$120 (Meia entrada estudante / promocional)
R$240 (Inteira)

◾️ INGRESSO MEIA-ENTRADA | QUEM TEM DIREITO?
Válido para estudantes, doadores de sangue, acompanhantes de cadeirantes, funcionários da rede pública, maiores de 60 anos

◾️ INGRESSO PROMOCIONAL | QUEM TEM DIREITO?
Qualquer pessoa mediante a doação de 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

* INGRESSOS LIMITADOS *

Venda de ingressos online:
https://bilheto.com.br/evento/125/Crashdiet

Realização: OnStage Agência

Classificação etária: 18 anos.
Entre 14-17 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos.

mail (16)

É real. O lendário Black Flag, um sólido pilar do punk hardcore por mais de 30 anos, enfim debuta na América do Sul, com um único show no Brasil – dia 8 de março, um domingo, no Carioca Club (São Paulo). Ainda há ingressos à venda (http://bit.ly/3chREhJ).

O Black Flag é histórico. Formado em 1976 no sul da Califórnia pelo guitarrista Greg Ginn, a visceralidade do intenso punk/hardcore, bastante passional e raivoso, logo impulsionou a carreira da banda. O disco de estreia, ‘Damaged‘, e o sucessor, ‘My War‘, trouxeram uma sonoridade de impacto único, tanto quando eram rústicos e fiéis às raízes punks, ou quando apresentavam composições ousadas, com riffs metálicos e distorcidos.

Ouvir Black Flag – uma experiência que é potencializada num show, por certo – remete ao saudosismo, e quem não gosta de ouvir sons da juventude? Mergulhar nas clássicas canções da banda é rememorar emoções, lembrar de alguma letra específica do Black Flag e voltar a sentir um tempo diferente.

O Black Flag foi uma das primeiras bandas a dar voz a estes sentimentos com a intensidade merecida, acelerando o punk, cunhando o estilo hardcore e de quebra criando um dos logos mais plagiados de todos os tempos. Hoje, quem dá voz a este turbilhão de emoções é o famoso e multicampeão skatista Mike Vallely, na banda desde 2013.

Jão, guitarrista e fundador do Ratos de Porão, foi um entre tantos moleques impactados pela sonoridade alucinante e original do Black Flag. “Quando apareceu, né, meu, era uma sonoridade muito nova. Pega os quatro primeiros anos da banda, era um negócio muito diferente, pra frente do seu tempo, com aquelas guitarras tortas”.

Fábio Massari, o icônico VJ da antiga MTV, aquele jornalista que conta como nenhum outro as histórias e anedotas de bandas alternativas ao redor do globo, conhecido também como ‘Reverendo’, mantém o discurso de Jão sobre o Black Flag.

“Se tem uma banda que podemos chamar de ‘seminal’, sem exageros e medo de errar, dá-lhe Black Flag! O grupo do Sr. Greg Ginn (guitarrista visceral e chefão linha dura da não menos importante etiqueta SST) basicamente pavimentou o caminho, cristalizando cenas do underground americano nos bicudos anos 80 e estabelecendo caminhos futuros. A vida seria outra, e muito mais complicada, não fosse por eles”, conta Massari.

SERVIÇO
Black Flag em São Paulo
Evento: https://www.facebook.com/events/2810663235615150/
Data: 8 de março de 2020
Horário: a partir das 18 horas
Local: Carioca Club (Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros/SP)
Ingresso: 2º lote R$130 (Meia entrada / Estudante / Promocional)
Camarote 1º lote R$180 (Meia entrada / Estudante / Promocional)
Camarote 2º lote R$200 (Meia entrada / Estudante / Promocional)
*(Promocional para não estudantes doando 1 quilo de alimento não perecível)
Online: https://pixelticket.com.br/eventos/3429/black-flag-em-sao-paulo
Venda física sem taxa (somente em dinheiro) na Locomotiva Discos (rua Barão de Itapetininga, 37 – Loja 8 – República/SP)
Censura: 16 anos

Tedesco Comunicação & Mídia

mail (15)
Voidfallen is a new melodic metal band from Finland. They released their debut EP “The Sinners, the Plague and the Voidfallen” late 2019 and have gained great momentum since. Debut album is scheduled to be released during 2021.

Check the music video: 

“The Daughters” is the first of two singles that are to be released in the spring of 2020. Alike the EP also this release will feature a music video. The song itself starts out very fast paced and fades out to a dark but beautiful atmospheric outro. Throughout the song the listener is taken relentlesly forward through the story accompanied by the strong vocals. The song is mixed by Juhamatti Kauppinen of ShedStudios and mastered by the legendary Mika Jussila of Finnvox (Children of Bodom, Nightwish).

Listen to “The Daughters”

Spotify: https://spoti.fi/37V4D5q
Apple Music: https://apple.co/32pML1u
Amazon: https://amzn.to/2PpNbj7
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/131090532
Tidal: https://listen.tidal.com/album/130903592

Bands comment:
“The lyrics tell a story of real life that has been raised into more theatratical proportions. As usual we are not going to go into details what exactly the song is about to us. We want to leave the listener the freedom to create their own visualisation of it, what it means to them.”

Voidfallen signed a booking deal with Heavy Metal Heart Agency at the end of the year 2019 and are preparing for the new releases and shows of 2020.

Links:
Facebook: https://www.facebook.com/voidfallenofficial/
Spotify: https://spoti.fi/2T0TYCa
Instagram: https://www.instagram.com/voidfallenofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/voidfallenofficial

See Voidfallen live:

28.2.2020 Yo-Talo, Tampere FIN with Omnium Gatherum, Mors Principium Est, Torchia
9.5.2020 45. Special, Oulu FIN with Mors Principium Est, Mors Subita, Torchia

 

Inverse Records

unnamed-4-27

Hungarian experimental progressive rock band Ajna is set to release their debut album ‘Rengeteg’ on April 9th 2020 via Inverse Records. 

The band released a first single B’ and you can hear it via following streaming services:

Spotify: https://spoti.fi/2PpGxcF
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/131388332
Tidal: https://listen.tidal.com/album/131732455
Apple Music: https://apple.co/2veF2ac
Bandcamp: https://ajna.bandcamp.com 

Amazon: https://amzn.to/32s9yJW 

The band comments comments:
“We can’t describe our style and it’s good. All three of us are inspired by different musical backgrounds and these inspirations take just a small part of our music. We don’t listen bands like us or who have similar themes to ours so we can only go after our own head while making a song. We make our own music.”
  

PRE-SAVE Rengeteg album to your Spotify playlist: http://bit.ly/2T69z1O 

Ajna is an instrumental trio from a village called Kondoros, Hungary. The band’s core was set up around 1999 but Ajna itself was founded in Kondoros in 2010 after the bassist came in to the band and with this the formation was final.

Links:

https://www.facebook.com/aJnazenekar 
https://www.instagram.com/ajnazenekar  
https://ajna.bandcamp.com
https://spoti.fi/3c8Awea 

Inverse Records

thumbnail (8)

Explorando a criatividade e elementos distintos do Rock and Roll, uma das mais gratas revelações do estilo no Brasil, a banda Degraus, liberou o single, Bolero Bom, para usuários de toda e qualquer plataforma digital.

A banda que está em processo de gravações de seu primeiro registro de estúdio, explora em sua sonoridade, letras poéticas com ritmos alternativos. Residentes em São Paulo, os músicos da Degraus, traçam seu caminho com fervor e vão conquistando um lugar no coração do público que cada vez mais, passa a acompanhar o grupo.

Várias novidades estão sendo traçadas e preparada pelo grupo, uma delas é informar o fechamento com a assessoria de imprensa da Roadie Metal. Essa parceria irá visar o maior crescimento nas divulgações do grupo em um planejamento continuo e buscando sempre uma maior abrangência de suas obras.

A faixa, Bolero Bom, pode ser conferida no Spotify (link abaixo), Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal e várias outras. Confira:

https://open.spotify.com/track/4X4z0vlPnfkEHOpUpLlXqG?si=lx00hh9aTrahbcYXavp0oA

Formação:

Gabriel Jacob – Vocalista
Breno Martins – Baixista
Rafael Bocão – Baterista
Fernando Cozzupoli – Guitarrista

Links:

https://www.facebook.com/degraussoficial/

https://www.instagram.com/degraus_oficial

https://www.youtube.com/channel/UCRBAFR_YFEwgrtj5YOuG7gA/videos

Roadie Metal