Pedido há anos pelos fãs em todo o mundo, o Claustrofobia, em parceria com a Canil Records, disponibiliza três discos clássicos da banda brasileira de thrash metal nas principais plataformas de streaming. São eles o debut Claustrofobia, o segundo e icônico Thrasher e o quarto full, I See Red. Desta forma, agora é possível ouvir a discografia completa em formato digital.

A discografia completa do Claustrofobia se encontra aqui: http://bit.ly/Discografia_Claustro.

Claustrofobia, Thrasher e I See Red, como conta a banda, são discos de repercussão mundial na música pesada, cujas respectivas mídias físicas estão esgotadas. “Muita gente sentia falta de tê-los disponíveis para ouvir, principalmente os fãs que nos acompanham desde a década de 1990 e estão agora se acostumando com o formato digital”, conta o guitarrista Marcus D’Angelo, fundador do Claustrofobia ao lado do irmão, o baterista Caio D’Angelo.

O relançamento, acredita o Claustro, acontece em um momento pontual. “Finalmente pudemos voltar às atenções a questões como esta, depois de anos de intensas turnês nos Estados Unidos, Brasil, incluindo o show no Rock in Rio de 2019. Este foi um período em que a Claustrofobia chamou novamente a atenção dos fãs antigos e conquistamos novos. Representamos a resistência do metal nacional”.

O debut foi gravado no Mr. Som, em São Paulo, com supervisão do lendário vocalista do Korzus, Marcelo Pompeu. Foi gravado em 1998 e saiu em 2000. Reúne músicas de demos tapes e outras compostas naquele momento. Um registro impactante para o fim daquela década. “Lançamos via Destroyer, que inclusive criou um selo exclusivo para lançar este nosso disco, a Dragon Records. Realizou um sonho nosso de lançar um disco, numa época difícil de lançar um CD. E é sensacional, com músicas fortes, com participação do Marcelo Pompeu e do Punk do Siegrid Ingrid”, conta Marcus.

Thrasher, de 2002, é o álbum em que o Claustrofobia de fato mostrou ao mundo o seu estilo de fazer música pesada, um thrash metal sujo, raivoso e de resistência, considerado um dos grandes discos da banda e do metal nacional de todos os tempos. Marca a longeva parceria com o Ciero, do DaTribo, onde o disco foi gravado, novamente lançado pela Destroyer. Teve a participação do Vitor Rodrigues (ex-Torture Squad e atual Victorizer) e foi o disco que alçou a banda na estrada pelo Brasil.

I See Red veio depois de Fulminant, gravado no Mr. Som. Como destaca Marcus, é um disco “sangue no zóio”, feito na raça, com um relevante upgrade na produção e na forma da banda compor. Rendeu contrato com a Candlelight Records, da Inglaterra, e que em seguida levou a Claustrofobia a uma turnê europeia. “Um laboratório para chegar no som que fazemos hoje”, revela o guitarrista.

Tedesco Comunicação & Mídia

Caixão: revive psicodelia e progressivo da década de 1970

Publicado: 18/11/2020 por Pedro Mello em News
Tags:,

Ítalo Rodrigo, baterista da banda sensação do crossover nacional, Damn Youth, traz seu projeto de progressivo setentista Caixão à Abraxas, e hoje é lançado o envolvente disco ‘Da porta ao sumiço’. Ouça as oito faixas – mais uma bônus – nas principais plataformas de streaming: https://album.link/PkhtqJV45pZcH.

Caixão é um projeto formado por Ítalo em 2018, que passeia pelo hard rock, heavy metal, progressivo e psicodelia dos anos 70. Como guitarrista e vocalista, ele convidou amigos próximos ou com quem já dividiu estúdio e palco para tocar os demais instrumentos do álbum.

O conceitual Da porta ao sumiço é, mesmo, um disco que revive sonoridades setentistas por meio de riffs e melodias e envolventes e com personalidade. É, sem dúvida, um registro contemporâneo com referências do passado.

A aura psicodélica é latente, sem exageros e alçada progressivamente. Altamente recomendado para fãs de Uriah Heep, Lucifer’s Friends, Thin Lizzy, Dust, Eloy e Wishbone Ash.

“Vulto” e “Goodbye Sanity” são dois destaques do álbum, que segundo Ítalo, foram mais fluidas do que as demais no processo de criação.

A peculiaridade é que o álbum foi gravado com dois microfones. Um de uma webcam e outro de um celular. Ambos velhinhos, porém com captação impecável, o que evidencia ainda mais a verve setentista de Da porta ao sumiço.

Caixão na internet

instagram.com/caixaocaixao

facebook.com/Caixão

Tedesco Comunicação & Mídia

O projeto de quarentena ‘Caos em Casa’ da banda de ska punk Caos Lúdico, do Distrito Federal, chega ao terceiro episódio com uma versão tropical e única de ‘Here comes your man’, clássico da icônica Pixies. O convidado da vez é o argentino Nacho Martin, vocalista da banda paulistana de ska Guantas.

Confira o resultado aqui: https://www.instagram.com/tv/CG2c4KrFPHx/?igshid=k2yhzepclei7.

A session em formato collab (cada um de sua casa) da Caos Lúdico e Nacho Martin apresenta ‘Here comes your man’ em versão ska surf, que potencializa o balanço melodioso da versão original. O uso do ukelele fez a diferença!

A música já faz parte do repertório da Caos Lúdico, que este ano inclusive tocaria em São Paulo, junto ao Guantas. Agora é aguardar pela encontro ao vivo em 2021!

Anteriormente, o Caos em Casa trouxe Nate Cohn, da Mustang Plug, e Jenny Morrison, da Tef London, ambos os músicos e bandas dos Estados Unidos.

A Caos Lúdico explica a escolha deste hit do rock alternativo e do Nacho Martin dentro do Caos em Casa. “É uma versão ‘bem nossa’. Já Nacho faz parte da cena ska do Brasil e tínhamos criado uma parceria para a nossa tour em SP, que acabou não rolando por conta da pandemia. Ele estava ajudando a gente para fechar os shows e íamos tocar juntos em alguns eventos. Aliás, é uma banda que toca bastante em SP com shows sempre elogiados, descontraídos e dançantes”.

Caos Lúdico na internet

instagram.com/caosludico

facebook.com/caosludicobsb

Tedesco Comunicação & Mídia

O quarteto de stoner/alternativo Hiënaz estreia no selo da Abraxas com o ousado EP Spaghetti Stoner. São duas músicas em formato acústico, com clima dark western, recheadas de instrumentalizações e melodias, que nasceram a partir de riffs do stoner e do progressivo.

Ouça Spaghetti Stoner aqui: https://bit.ly/3oClq6W.

De nuances sonoras à arte gráfica, o clima faroeste é a tônica deste EP, o primeiro trabalho com a atual formação. O clássico italiano “Três Homens em Conflito”, de 1968, com trilha sonoro do lendário e saudoso Ennio Morricone, é um possível ponto de partido.

A música de abertura é ‘Febre do Ouro’, originalmente uma composição do primeiro disco do Hiënaz (Ulular/novembro de 2019). A banda criou novos arranjos e harmonias para a versão acústica e o resultado é uma música marcante, rica em detalhes e atmosferas. É um dark western, com letra em português, sobre a corrida do ouro no Oeste dos Estados Unidos, e como esse ciclo levou muitos homens à loucura. Diversos cacoetes do conceito de faroeste aparecem aqui: queixadas, assobios e flautas.

A segunda é ‘Suspiria’, uma versão inspirada na música original da banda italiana de progressivo Goblin. Suspiria é tema de um filme de terror italiano. O Hiënaz se baseou numa versão doom da original para recriá-la e deixá-la totalmente dentro do contexto deste EP. Usam violão 12 cordas e diversos arranjos crescentes, com batidas no meio. Para ornar, aparece uma levada com corda aberta, com harmonias tortas a la Black Sabbath.

Um filme essencial para adentrar à sonoridade de Spaghetti Stoner é o clássico do bangue-bangue italiano, “Três Homens em Conflito”, de 1968, com trilha sonoro do lendário e saudoso Ennio Morricone.

Spaghetti Stoner foi gravado e produzido por Cello Nascimento e JC no M6 Studio, em São Paulo, onde já passou bandas como Komodo Queens e Madness Magnet.

Hiënaz é Pedro Kerr (guitarra), Thomas Omarsson (bateria), Julio Cezar (vocal e segunda guitarra) e Felipe Dhelomme (baixo).

Hiënaz na internet

instagram.com/_hienaz

facebook.com/hienazz

Tedesco Comunicação & Mídia

O novo álbum dos catarinenses do CHRONON, intitulado “Music Field Theory”, está muito perto de ser lançado e terá seu primeiro single divulgado nos próximos dias.

“Cosmic Microwave Background” integrará as principais plataformas de streaming via CD Baby e já teve sua capa divulgada, trabalho este, desenvolvido pelo guitarrista David Lago.

Paralelamente, algumas faixas do vindouro “Music Field Theory” vêm sendo divulgada pelo baterista Thiago Nogueira em seu canal no YouTube. Assista abaixo a performance do músico em “drum cam” para a faixa “The Lagrangian Points”:

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:
https://www.facebook.com/Chronon-113699910330836/
https://www.instagram.com/_chronon/
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/CHRONON/81

Fonte: Sangue Frio Produções

OLD LAMP: confira os singles lançados pela banda

Publicado: 29/10/2020 por Pedro Mello em News
Tags:,

A OLD LAMP disponibilizou nas plataformas digitais seus primeiros cinco singles que farão parte do vindouro debut álbum da banda, que se encontra em finalização no estúdio Esconderijo e totalizará 11 faixas.

single “Body N’ Soul” ganhou um videoclipe especial durante uma apresentação na casa de shows Pirata Bar, ocasião em que a banda também realizou a gravação de um DVD ao vivo, em dezembro de 2019. O segundo single do grupo, “Got My Life Back”, ganhou um lyric vídeo produzido durante a quarentena.

Para mais informações sobre as atividades da banda OLD LAMP e dos demais artistas da empresa, basta entrar em conta

Links relacionados:

https://www.instagram.com/bandaoldlamp/

MS Metal Press

A WHITE FEATHER disponibilizou a arte da capa do seu próximo single“We Are Back”. A concepção gráfica ficou a cargo do designer Rafael Toledo, formado pela Universidade de Sorocaba e residente em Iperó-SP.

O novo material tem previsão de disponibilização para novembro e contará com a distribuição digital através da CD-Baby para mais de 250 plataformas de streaming.

Para mais informações sobre as atividades da banda WHITE FEATHER e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Links relacionados:

https://www.instagram.com/white_feather_official/

MS Metal Press

A INSURREIÇÃO confirmou sua participação na live especial de Halloween“Invasão Musical”, que será transmitida na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro às 20h30 direto do canal do YouTube e TwitchTV do D Studio. A live conta com produção da @menos1producoes e apoio da @gatunobrewery.

Em paralelo, o grupo confirmou que se encontra em home estúdio trabalhando na pré-produção de um vindouro novo EP, ainda sem título definido.

Para mais informações sobre as atividades da banda INSURREIÇÃO e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Links relacionados:

https://www.instagram.com/bandainsurreicao/

MS Metal Press

A THE CROSS confirmou que a pré-venda do álbum ao vivo do show realizado no festival Palco do Rock 2020, intitulado “Live Endless Fall” iniciará no próximo dia 05 de novembro. O material será lançado em formato digipack de três painéis.

O novo lançamento, que conta com grandes clássicos da banda como “The Fall” e “Flames Of Deceit”, além do novo single “Unnatural”, será uma homenagem feita pela gravadora aos 30 anos da grande pioneira do Doom Metal no país. O material exclusivo será disponibilizado em 150 cópias em novembro do corrente ano.

O produto poderá ser adquirido nas redes sociais do grupo com custo de R$40,00 (frete à parte).

Links relacionados:

Para mais informações sobre as atividades da banda THE CROSS e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com

https://www.instagram.com/thecrossdoom/

MS Metal Press

O sergipano Dejair Benjamim, vocalista do projeto solo BENJAMIM SAGA e da banda Tchandala, entrevistou Marcos Cupertino, produtor musical do seu vindouro EP, “No Rio Dos Siris”. O bate-papo realizado no dia 17 de outubro já pode ser conferido no canal oficial do YouTube da banda Tchandala.

EP tem como temática o encontro entre europeus portugueses e indígenas autóctones no Novo Mundo, especificamente no território no qual hoje localiza-se o estado de Sergipe, bem como a vida dos habitantes originais, a chegada dos europeus, o contato e seus desdobramentos, a guerra que se sucedeu a esse contato – que resultou no extermínio dos grupos indígenas.

O novo trabalho será lançado nacionalmente pela MS Metal Records com data de disponibilização prevista para o primeiro semestre de 2021.

Para mais informações sobre as atividades do artista BENJAMIM SAGA e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Links relacionados:

https://www.instagram.com/benjamimsaga/

MS Metal Press