Arquivo da categoria ‘Resenhas LP’s’

Tattoed Millionaire é o primeiro álbum lançado por Bruce Dickinson em 1989. Na época, ainda sendo frontman do Iron Maiden, Bruce se aventurou neste primeiro trabalho e contou com os músicos Janick Gers na guitarra, Andy Carr no baixo e Fabio Del Rio atacando a bateria.

Este single é homônimo ao primeiro álbum de Bruce Dickinson e é tratado como o primeiro single da carreira do mesmo (*). O álbum trazia uma sonoridade um pouco diferente do que estávamos acostumados a ouvir na voz de Bruce. O álbum além de ser Heavy Metal, flertava com o Hard Rock, sucesso absoluto entre os fãs.

Este single foi lançado em várias versões e uma das mais bonitas é esta em Shaped Disc que conta com as músicas Tattoed Millionaire (Lado A) e Ballad Of Mutt (Lado B).

A concepção e as cores são bem marcantes neste lançamento e é um ítem muito belo para os fãs além de raro, é incomum achar este ítem vendendo por aí, seu preço varia entre R$ 70,00 a R$ 90,00.

(*) – O fato é que o primeiro single da carreira solo de Bruce Dickinson na realidade foi Bring Your Daughter … To The Slaughter composta para fazer parte da trilha sonora do filme A Nightmare On Elm Street: The Dream Child (no Brasil, A Hora do Pesadelo – Parte 5). A música acabou sendo usada pelo Iron Maiden no álbum No Prayer For The Dying.

Anúncios

Slide It In foi um divisor de águas na carreira do Whitesnake.

Depois de passar por um momento crítico onde até o fim da banda foi cogitado, David Coverdale (Vocais) contando com os guitarristas Micky Moody e Mel Galley, o baixista Neil Murray e os fantásticos Jon Lord e Cozy Powell, respectivamente tecladista e baterista, conseguiram reinventar o Whitesnake e foram os responsáveis por um dos (senão “O”) álbum mais reconhecido da banda.

Deste álbum de 1984 saíram seis singles das onze faixas contidas nele, dentre eles, Guilty Of Love. Neste single são encontradas as músicas Guilty Of Love e Gambler.

Esta versão em específico conta com a impressão da foto de David Coverdale algemado, fazendo uma alusão aos nomes das músicas contidas no single, e é “recortada” em volta da foto.

Este ítem não saiu no Brasil e precisa de uma certa paciência para ser achado em alguns sites na internet. Seu valor de mercado não é dos mais caros beirando por volta de R$ 50,00 a R$ 65,00.

O single foi lançado pela EMI, esta versão Shaped foi lançada na Inglaterra e contava com o número de catálogo BPP420, um ítem belíssimo para colecionadores e fãs reais da banda, sem contar que ambas as faixas são fantásticas.