Posts com Tag ‘Uganga’

Uganga: lança novo single, “Depois do Dub”

Publicado: 23/09/2021 por Pedro Mello em News
Tags:,

O quinto álbum de estúdio do Uganga, “Servus”, lançado em Março de 2019, é, sem dúvidas, o mais bem-sucedido trabalho do grupo mineiro até aqui!

Afinal, além de ter sido financiado por dois relevantes prêmios – o Wacken Foundation e a PMIC de Uberlândia – “Servus” só recebeu elogios da imprensa especializada e foi indicado entre os “Melhores Álbuns de 2019” por mais de 20 veículos, inclusive para o Prêmio Dynamite 2020 na categoria “Melhor Lançamento de Heavy Metal”.

Emblemática, “Depois de Hoje…” é a faixa que encerra “Servus”. A composição ganhou uma versão remix composta por Riti Santiago (2Dub Brasil) com participação especial de Bruno Xavier (Jah Live). Rebatizada como “Depois do Dub”, o Uganga acabou de disponibilizá-la como single.

“O dub, para quem não sabe, é um filho do reggae, mais chapado e eletrônico. Via de regra, são remixes, feitos inicialmente na Jamaica e Inglaterra, sobre os instrumentais dos discos de reggae. Nós sempre ouvimos artistas como Augustus Pablo, Lee Scratch Perry, Mad Professor, Dub Trio ou Asian Dub Foundation. É um estilo mutante, assim como o metal e o punk, que se adapta e se apropria de novas ideias com o tempo”, explicou o vocalista do Uganga, Manu Joker.

Apesar das referências musicais basilares do Uganga estarem definidas a partir do thrash metal, hardcore e punk rock, a banda sempre deixou evidente seu flerte com outros gêneros como o rap, o reggae e o dub.

“É sobre não se estagnar, saca?”, acrescenta Manu “Joker” que, como muitos sabem, foi baterista do Sarcófago no clássico disco “Rotting”. “No Uganga, a primeira experiência com o dub foi em 1999 com a música “Couro Cru” presente em nosso disco de estreia, “Atitude Lótus”. Nós inclusive tocamos ao vivo uma versão da “Couro Cru” na MTV na época. O primeiro remix, “Graxa Dub Mix”, saiu no álbum “Na Trilha Do Homem de Bem” de 2005 e foi também feito pelo Riti Santiago (2DUB/Moretools) em cima da faixa “7 Chaves”. Agora em “Depois do Dub” mais uma vez nos reencontramos com nosso velho amigo Riti para mais um trabalho juntos. É o doom da faixa “Depois de Hoje” do “Servus” se encontrando com a Jamaica e com o Cerrado Mineiro. É Uganga e fazemos isso faz muito tempo! Para fechar, o Riti ainda chamou o Bruno Xavier (Jah Live – 2DUB) para fazer uma segunda linha de baixo matadora. Tenho muito orgulho desse single e acho que vai confundir muita gente… Legal!”

Para assistir o vídeo de “Depois do Dub”, acesse: 

Para ouvir “Depois do Dub” nas plataformas digitais, acesse:

Spotify – https://bit.ly/Uganga_DDD

Deezer: https://bit.ly/3AcyxkB

Apple Music – https://apple.co/3AakrjE

Youtube – https://bit.ly/3hyN16U

Além de Manu Joker, o Uganga atualmente também é formado por Christian Franco (guitarra), Umberto Buldrini (guitarra), Raphael Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria).


Mais Informações:

www.facebook.com/ugangaband 
www.youtube.com/ugangamg
www.instagram.com/ugangaofficial
www.wacken-foundation.com

Som do Darma

Realizado em Varginha, no sul de Minas Gerais, desde 1998, o Roça ‘N’ Roll é um dos principais festivais de rock e heavy metal do Brasil!

A vigésima edição do Roça ‘N’ Roll, que seria realizada em 2018, foi adiada para 2020 devido a dificuldades operacionais na época. Por conta da pandemia de covid-19, e a possibilidade de incentivo cultural pela Lei Aldir Blanc, a organização decidiu realizar o festival em 2021, de forma online.

O “Roça ‘N’ Roll 2.0” será realizado durante oito dias, de 23 a 30 de Junho, e vai reunir 31 bandas de diversos estilos de rock e metal.

Os shows serão transmitidos, gratuitamente, a partir das 20h pelo canal oficial do Roça ‘n’ Roll no Youtube: https://www.youtube.com/rocanrollfestival

Entre as bandas participantes, estão Uganga, Warshipper, Sunroad, Hammathaz, Suck This Punch e Psychotic Eyes.

UGANGA | Sexta-Feira (25/06) | 20hs
Há mais de 25 anos na estrada, o Uganga é um dos mais relevantes nomes do rock pesado do Brasil. Seu mais recente álbum “Servus” foi eleito como um dos “Melhores de 2019” em mais de 20 votações na imprensa especializada. “Servus” foi parcialmente financiado pela fundação alemã Wacken Foundation, ligada ao importante festival. Em termos de shows e turnês, já percorreram quase todos os cantos do Brasil, fizeram duas turnês pela Europa e já participaram de importantes festivais como April Pro Rock, Goiânia Noise, Festival DoSol, etc.
Instagram (Novo perfil): @ugangaofficial | Youtube: @uganga

WARSHIPPER | Segunda-Feira (28/06) | 20hs
No ano em que completa 10 anos de estrada, o Warshipper vive seu melhor momento. “Barren…”, terceiro e novo álbum da banda, é uma obra da arte grotesca com traços de genialidade, como confirmado pela imprensa especializada. Na votação segundo os redatores da revista Roadie Crew, “Barren…” foi citado entre os “Melhores de 2020” por cinco colaboradores da publicação. Já na votação segundo os leitores, o Warshipper aparece em três categorias. “Barren” ainda ocupou duas vezes o primeiro lugar entre os “Melhores do Ano” e apareceu em mais de 10 listas de outros diferentes veículos.
Instagram: @warshippermetal | Youtube: @warshipperband

PSYCHOTIC EYES | Segunda-Feira (28/06) | 20hs
Relevante nome do death metal paulistano. Conta com mais de 20 anos de carreira. Já lançaram dois discos de estúdio e um EP que mudou a história do metal, já que “Olhos Vermelhos” foi o primeiro registro acústico de death metal da história! O show no Roça N Roll marca o retorno da formação original da banda.
Instagram: @psychoticeyesband | Youtube: @psychoticeyesbrazil

SUNROAD | Terça-Feira (29/06) | 20hs
Veterana banda de hard rock/AOR de Goiânia. São mais de 20 anos de carreira, sete discos lançados, shows por várias regiões do Brasil e exterior, inclusive alguns ao lado de grandes nomes do rock como Joe Lynn Turner, Doogie White, Petra, Stryper, L.A. Guns, Whitecross, Narnia, etc. O Sunroad lança em breve seu novo álbum, “Walking The Hemispheres”, o primeiro com o novo vocalista, o francês Steph Honde (Hollywood Monster).
Instagram: @sunroadofficial | Youtube: @SunroadOfficial

HAMMATHAZ | Terça-Feira (29/06) | 20hs
O Hammathaz já é um nome bastante conhecido no underground nacional. Afinal, são mais de 15 anos de carreira! Banda estradeira, conseguiu formar seu público muito mais através de apresentações ao vivo do que lançando material de estúdio. “The One, álbum de estreia do grupo, acabou de ser lançado pela Voice Music no Brasil e pela Defense Records da Europa.
Instagram: @hammathazofficial | Youtube: @HammaTubeChannel

SUCK THIS PUNCH | Quarta-Feira (30/06) | 20hs
Originária de Limeira/SP, a Suck This Punch foi formada em 2015 e no mesmo ano lançou seu álbum de estreia, “Fire, Cold And Steel”, com uma sonoridade que propõe uma releitura do classic rock pela perspectiva do peso e agressividade do thrash metal contemporâneo. Depois de cinco anos de shows em várias regiões do Brasil, o Suck This Punch acaba de lançar, pela Voice Music, seu segundo álbum, “The Evil On All Of Us”.
Instagram: @suckthispunch | Youtube: @suckthispunch

O Roça ‘n’ Roll 2.0 também apresentará shows com Aneurose, Attomica, Badlands Hero, Cangaço, Chaosfear, Deadliness, Dionísio, Drowned, Final Disaster, HellGarden, Hot Rats and Leo Rapozão, Loss, Mother Trouble, New Democracy, Path to Nihil, Pesto, Silent Hall, Sinaya, Stay Clean, Subrosa, The Neverknow, Vingador e Venomous. A vocalista May Undead, da banda Torture Squad, o jornalista Ivanei Salgado e o organizador Bruno Maia ficaram responsáveis pelas apresentações dos shows na edição online do festival.

O Roça ‘n’ Roll 2.0 é realizado com apoio cultural da Lei Aldir Blanc, do governo de Minas Gerais e da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo do Governo Federal. A produção é da Braia Produções e RB Produções.

Mais Informações:
www.rocanroll.com.br
www.facebook.com/FestivalRocaNRoll
www.instagram.com/rocainroll
www.youtube.com/rocanrollfestival

Som do Darma

Uganga: Já disponível novo vídeo, “Lobotomia”

Publicado: 06/10/2020 por Pedro Mello em News
Tags:,

O quinto álbum de estúdio do Uganga, “Servus”, lançado em Março de 2019, é, sem dúvidas, o mais bem-sucedido trabalho do grupo mineiro até aqui!

Afinal, além de ter sido financiado por dois relevantes prêmios – o Wacken Foundation e a PMIC de Uberlândia – “Servus” só recebeu elogios da imprensa especializada e foi indicado entre os “Melhores Álbuns de 2019” por mais de 20 veículos, inclusive recentemente para o Prêmio Dynamite 2020 na categoria “Melhor Lançamento de Heavy Metal”.

Faz parte do tracklist de “Servus” uma regravação da música “Lobotomia” da banda de mesmo nome, uma das mais icônicas da cena crossover de São Paulo.

De acordo com o vocalista do Uganga, Manu Joker, a ideia da regravação é uma homenagem à cena punk e às vítimas do que ficou conhecido como “holocausto brasileiro”.

“Durante uma parte considerável do século XX, uma colônia em Barbacena/MG serviu como depósito para os “indesejáveis” durante o governo militar. Pessoas tímidas, analfabetas ou alcoólatras poderiam ser enviadas via trem para esse inferno na terra, vivendo em condições totalmente desumanas e à revelia do estado e da constituição. Mortes por frio, fome e choques elétricos eram diárias e cadáveres eram vendidos em esquemas lucrativos de corrupção. Isso gerou um fenômeno chamado “Holocausto Brasileiro” retratado inicialmente em matérias jornalísticas e depois no livro de mesmo nome escrito por Daniela Arbex. Em 1987, a banda de crossover Lobotomia lançou seu álbum de estreia autointitulado e a faixa de abertura, com o mesmo nome, chamava a atenção para essa história entre os punks e headbangers brasileiros. Em 2019, o Uganga homenageou às vítimas dessa tragédia e a cena punk nacional com uma versão desse clássico no nosso álbum “Servus”. Em 2020, tragédias como essas ainda são relativizadas no Brasil”, explicou Joker.

O Uganga recentemente registrou um vídeo para a música “Lobotomia”. Para assistir, acesse: 

Entre outras novidades, o Uganga gravou recentemente uma versão para “Mandatory Suicide” que vai sair no “Brazil Painted Blood – The Brazilian Tribute To Slayer” a ser lançado em breve pela gravadora Armadillo Records. Essa versão contará com as participações especiais do DJ Eremita e de Thais Amaral, vocalista da banda Endigna.

O Uganga também está em processo de composição de algumas novas músicas que farão parte de um novo EP que a banda promete para 2021.

Além de Manu Joker, o Uganga atualmente também é formado por Christian Franco (guitarra), Lucas Carcaça (guitarra), Raphael Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria).

Para ouvir “Servus” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/2FHmUHi  
Deezer: https://bit.ly/2FJFVZO  
Google Play: http://bit.ly/2uF1UM8
iTunes: https://apple.co/2WFuVmZ  
Amazon: https://amzn.to/2UceKAX  
Youtube: http://bit.ly/2YDaMjr


Assista também o videoclipe da faixa título no Youtube: 

A versão física em digipack de “Servus” está à venda pela Incêndio Shop http://bit.ly/2JXLI3i e também pela Die Hard http://bit.ly/2OE55wL

Mais Informações:

www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband 
www.youtube.com/ugangamg
www.instagram.com/uganga
www.wacken-foundation.com

Som do Darma

Uganga_2018_Wacken Foundation.jpg

O novo e quinto álbum de estúdio do Uganga, “Servus” foi lançado no último dia 29 de Março em formato CD-Digipack e também distribuído para todas as principais plataformas digitais. 

O disco foi financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada pelos produtores do Wacken Open Air, e pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Mesmo com pouco mais de 30 dias apenas de seu lançamento, “Servus” já tem sido apontado não só como o melhor trabalho do grupo até aqui, mas um dos lançamento mais importantes do ano!

“Com certeza vai ser um dos melhores álbuns do ano.” (Alquimia Rock); “Tecnicamente impecável” (Mondo Pop); “Certamente frequentará várias listas de melhores de 2019” (Combate Rock – UOL). É o que dizem as primeiras resenhas sobre o disco.

A turnê em divulgação a “Servus” teve início no próprio dia de lançamento do disco (29 de Março), quando Manu Joker Henriques (vocal), Thiago Soraggi (guitarra), Christian Franco (guitarra), Lucas “Carcaça” Simon (guitarra), Raphael “Ras” Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria) apresentaram um pocket-show exclusivo só com músicas de “Servus” para imprensa e convidados no “Espaço Som” em São Paulo/SP. Logo depois o grupo fez um show ao lado do Rattus (Finlândia) em Uberlândia/MG e foi headliner do festival Tijucaös em Ituiutaba/MG. Eis que agora chegou a hora do grupo levar seu novo show para fora do país.

O Uganga, que já realizou duas turnês pela Europa, em 2010 e 2013, embarca agora nessa semana para o Chile onde realizará três shows: 18/05 em Santiago (Ex Mundo Magico), 20/05 em Puerto Montt (Kroovy Club) e 24/05 em La Serena (Sociedad de Artesanos). Nos três shows o Uganga dividirá o palco com outro grande nome brasileiro, o Attomica, além de grupos chilenos.

“Finalmente chegou! Sempre tivemos muita vontade de ir pro Chile. Temos amigos e contato com músicos e produtores de lá e com certeza não haveria hora melhor pra rolar essa tour. Estamos com o disco recém lançado, com um novo integrante que se encaixou muito bem no grupo e estamos indo pra quebrar tudo em terras chilenas. Fiquem ligados que vamos postar o dia a dia do rolê em nosso Instagram.”, declarou o baterista Marco Henriques.

Mais informações sobre os shows do Uganga no Chile podem ser obtidos através da página oficial da produtora Mono Mandinga: http://monomandinga.com/

Para ouvir “Servus” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/2FHmUHi  
Deezer: https://bit.ly/2FJFVZO  
Google Play: http://bit.ly/2uF1UM8
iTunes: https://apple.co/2WFuVmZ  
Amazon: https://amzn.to/2UceKAX  
Youtube: http://bit.ly/2YDaMjr 

Assista também o videoclipe da faixa título no Youtube: 

A versão física em digipack de “Servus” está a venda pela Incêndio Shop http://bit.ly/2JXLI3i e também pela Die Hard http://bit.ly/2OE55wL 

Mais Informações: 
www.uganga.com.br

www.facebook.com/ugangaband  
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga  
www.instagram.com/uganga 
www.wacken-foundation.com

Press Release e Gestão Cultural:
Eliton Tomasi – SOM DO DARMA

eliton@somdodarma.com.br 
www.somdodarma.com.br 
(15) 99134-3443

Informações para Imprensa:
Susi dos Santos – SOM DO DARMA

susi@somdodarma.com.br
www.somdodarma.com.br
(15) 99117-6613

Som do Darma

Uganga_Capa_Servus.jpg

Produzido com recursos da fundação alemã “Wacken Foundation” e da “PMIC” Uberlândia, “Servus” foi lançado no último dia 29 de Março durante evento para jornalistas e convidados no “Espaço Som” em São Paulo

O Uganga é um dos grupos mais expressivos e relevantes do rock pesado brasileiro. Acumula mais de 25 anos de carreira, lançou quatros álbuns de estúdio e um disco ao vivo gravado na Alemanha. Já realizou shows por quase todas as regiões do Brasil, participou dos mais importantes festivais e fez duas turnês europeias que juntas somam 28 shows em 13 países.

Boa parte dessas produções do Uganga, sejam projetos de gravação ou circulação (turnês), têm recebido incentivo através de políticas públicas de cultura, comprovando a relevância do trabalho da banda, seja em seu sentido artístico ou sócio-cultural.

“Servus”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, não foge à regra. O disco foi financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de heavy metal do planeta – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do globo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

“A parceria com o Wacken Foundation foi mais uma vitória da banda e equipe à custa de muito suor, estrada, planejamento e amor à camisa” – declarou o vocalista Manu Joker. “Trata-se do maior festival do planeta! Por sermos uma banda latino-americana tocando em um país como o Brasil e todas as suas dificuldades, essa ajuda financeira torna-se ainda mais bem-vinda. Mas só de ter o logo do Wacken no trabalho já nos deixou honrados. Se pessoas ligadas ao Wacken se interessaram por nós, então nosso trabalho está valendo a pena.”

“Servus” definitivamente vale a pena! O quinto disco de estúdio do Uganga foi gravado no estúdio Rock Lab em Goiânia/GO onde a banda registrou seu álbum anterior, o aclamado “Opressor”. Gustavo Vazquez e o próprio vocalista Manu Joker assinam a produção desse trabalho que significa a coalisão da identidade sonora que o grupo lapidou nos álbuns “Vol. 3” e “Opressor” com o aspecto mais experimental dos dois primeiros trabalhos, “Atitude Lótus” e “Na Trilha do Homem de Bem”.

“Se com os dois álbuns anteriores definimos a nossa sonoridade, Servus é um olhar adiante, para o futuro”, afirma Manu. “Mas também consigo ver elementos de todos os nossos outros discos nas novas músicas. Em Servus a banda se arriscou por caminhos onde ainda não foi. Não se trata de estudar o mercado ou seguir tendência. Música é algo muito sagrado para perder tempo com isso. Há mais de duas décadas fazemos peso e groove pois amamos esses dois mundos. Navegar por caminhos aparentemente distintos como o som extremo ou algo diametralmente oposto, nunca nos assustou.” 

“Servus” foi lançado no último dia 29 de Março em formato CD-Digipack e também distribuído para todas as principais plataformas digitais. Um evento fechado apenas para imprensa e convidados foi realizado no mesmo dia no “Espaço Som” em São Paulo. Manu Joker, Thiago Soraggi, Christian Franco, Lucas “Carcaça”, Raphael “Ras” Franco e Marco Henriques apresentaram um pocket-show exclusivo com músicas de “Servus” e outras novidades. No mesmo fim de semana o grupo gravou participações para diversos programas e no domingo esteve no Pegadas de Andreas Kisser na 89FM. 

“Servus” reúne 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A.” e “Depois de Hoje…”.

O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvido pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

Assista o videoclipe da faixa título no Youtube: 

“Servus” está disponível em todas as plataformas digitais:
Spotify: https://spoti.fi/2FHmUHi  
Deezer: https://bit.ly/2FJFVZO  
Google Play: http://bit.ly/2uF1UM8
iTunes: https://apple.co/2WFuVmZ  
Amazon: https://amzn.to/2UceKAX  
Youtube: http://bit.ly/2YDaMjr 

A versão física em digipack está a venda pela Incêndio Shop http://bit.ly/2JXLI3i e também pela Die Hard http://bit.ly/2OE55wL 

Mais Informações: 
www.uganga.com.br

www.facebook.com/ugangaband  
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga  
www.instagram.com/uganga 
www.wacken-foundation.com

Som do Darma

Uganga: Assista o novo videoclipe “Servus”

Publicado: 07/02/2019 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

uganga_capa_servus

“Servus” é a faixa-título do novo álbum da banda que será lançado em Março

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de heavy metal do mundo – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

“Servus” vai reunir 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A. (Elo)” e “Depois de Hoje…”.
O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvida pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

“Servus” vai ser lançado em Março, mas o primeiro single do álbum já está disponível no formato de videoclipe. A música escolhida foi a faixa-título.
Produzido por Eddie Shumway e Manu “Joker”, o videoclipe de “Servus” foi filmado em três diferentes locações na zona rural de Araguari, triângulo mineiro, próximo à divisa com o estado de Goiás. 

“Servus é uma canção que trata de conflitos ideológicos, filosóficos. Trouxemos uma interpretação metafórica para o videoclipe, como numa situação de aprisionamento. Optamos por um roteiro que contasse uma história de busca. Busca por sabedoria e liberdade, eu diria. Por isso mesmo escolhemos uma locação de grandes dimensões, tanto para tornar a “busca” perceptível e abrangente como para mostrar o infinito das possibilidades”, 
declarou o diretor Eddie Shumway.

Repleto de cenas aéreas e panorâmicas, o videoclipe “Servus” contou com uma boa diversidade de equipamentos e movimentou uma grande equipe.
“Usamos imagens de drone em grande parte do vídeo – escolha certa para mostrar grandes cenários -, mas também usamos câmeras na mão, principalmente em momentos mais fechados e individuais. Contamos com o Icronio Souza e o Gabriel Cunha para pilotar o drone e Daniel Moreira nas câmeras de mão. Eu e o Manu Joker fizemos visitas às locações, planejamos todo o cronograma em função do clima e do tempo hábil. A fotografia não teve muito segredo também, levamos o clima em consideração, escolhemos um dia claro e organizamos tudo para tentar pegar os melhores momentos para cada cena. Foi uma tarefa intensa, tínhamos que aproveitar tudo sem pensar muitas vezes, mas, como sempre, nos divertimos e chegamos a um resultado que nos deixou satisfeitos”, acrescentou Shumway.

Assista o videoclipe “Servus” no Youtube: 

Mais Informações: 

www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband  
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga  
www.instagram.com/uganga 
www.wacken-foundation.com

Fonte: Som do Darma

Uganga - Oficinas Musicais 2019.jpeg

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de heavy metal do mundo – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todos os continentes, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.
 
Como contrapartida ao incentivo recebido pela PMIC de Uberlândia, os seis integrantes do Uganga realizam em Fevereiro uma série de oficinas musicais. Serão quatro oficinas gratuitas diferentes: Guitarra, Contrabaixo, Bateria e Estética/Métrica Vocal e Produção Musical. Todas serão ministradas pelos próprios integrantes do Uganga e baseadas nas experiências reais e bem-sucedidas vividas com a banda ao longo de mais de 20 anos de carreira.

As oficinas serão realizadas no Ovelha Negra Pub Bar (Av. Nicomedes Alves dos Santos, 115 – Uberlândia/MG) nas seguintes datas e horários:

16/02 das 14:00 às 15:00 – Guitarra com Christian Franco, Thiago Soraggi e Lucas “Carcaça”;

16/02 das 16:00 às 17:00 – Estética/Métrica Vocal e Produção Musical com Manu “Joker” Henriques

17/02 das 14:00 às 15:00 – Contrabaixo com Raphael “Ras” Franco;

17/02 das 16:00 às 17:00 – Bateria com Marco Henriques + Pocket-Show do Uganga.

As oficinas são voltadas exclusivamente a quem reside em Uberlândia, músico ou não. É possível se inscrever através do emailugangamg@gmail.com ou pelo telefone e WhatsApp (34) 99265-2827. Para se inscrever basta informar nome completo, RG, CPF, endereço, telefone e a oficina desejada. 

Essa é a segunda vez que o grupo realiza o projeto “Uganga Oficinas Musicais”. A primeira aconteceu em Fevereiro de 2017 como contrapartida do programa “Música Minas” da Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais, no qual o Uganga também foi contemplado. As oficinas aconteceram no Vitrola Ambiente Cultural em Araguari/MG. Um vídeo com o resumo das oficinas está disponível no canal do Uganga no Youtube: 

Entre outras novidades, o novo álbum “Servus” vai reunir 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A. (Elo)” e “Depois de Hoje…”.
O desenho da capa foi desenvolvida pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

“Servus” vai ser lançado em Março em data a ser divulgada, mas no próximo dia 31 de Janeiro o grupo lança o primeiro single do álbum no formato de videoclipe. A música escolhida foi a faixa-título.
Dirigido por Eddie Shumway, o videoclipe de “Servus” foi filmado em três diferentes locações na zona rural de Araguari, triângulo mineiro, próximo à divisa com o estado de Goiás. 

Assista o teaser do videoclipe “Servus”: 

Mais Informações: 
www.uganga.com.br

www.facebook.com/ugangaband  
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga  
www.instagram.com/uganga 
www.wacken-foundation.com 
www.uberlandia.mg.gov.br

 

Fonte: Som do Darma

Uganga: divulga ‘teaser’ de novo videoclipe “Servus”

Publicado: 18/01/2019 por Pedro Mello em News
Tags:,

uganga_capa_servus

O vídeo da faixa-título do novo álbum da banda será lançado no próximo dia 31 de Janeiro

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de heavy metal do mundo – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

“Servus” vai reunir 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A. (Elo)” e “Depois de Hoje…”.
O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvida pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

“Servus” vai ser lançado em Março em data a ser divulgada, mas no próximo dia 31 de Janeiro o grupo lança o primeiro single do álbum no formato de videoclipe. A música escolhida foi a faixa-título.
Produzido por Eddie Shumway e Manu “Joker”, o videoclipe de “Servus” foi filmado em três diferentes locações na zona rural de Araguari, triângulo mineiro, próximo à divisa com o estado de Goiás. 

“Servus é uma canção que trata de conflitos ideológicos, filosóficos. Trouxemos uma interpretação metafórica para o videoclipe, como numa situação de aprisionamento. Optamos por um roteiro que contasse uma história de busca. Busca por sabedoria e liberdade, eu diria. Por isso mesmo escolhemos uma locação de grandes dimensões, tanto para tornar a “busca” perceptível e abrangente como para mostrar o infinito das possibilidades”, 
declarou o diretor Eddie Shumway.

Repleto de cenas aéreas e panorâmicas, o videoclipe “Servus” contou com uma boa diversidade de equipamentos e movimentou uma grande equipe.
“Usamos imagens de drone em grande parte do vídeo – escolha certa para mostrar grandes cenários -, mas também usamos câmeras na mão, principalmente em momentos mais fechados e individuais. Contamos com o Icronio Souza e o Gabriel Cunha para pilotar o drone e Daniel Moreira nas câmeras de mão. Eu e o Manu Joker fizemos visitas às locações, planejamos todo o cronograma em função do clima e do tempo hábil. A fotografia não teve muito segredo também, levamos o clima em consideração, escolhemos um dia claro e organizamos tudo para tentar pegar os melhores momentos para cada cena. Foi uma tarefa intensa, tínhamos que aproveitar tudo sem pensar muitas vezes, mas, como sempre, nos divertimos e chegamos a um resultado que nos deixou satisfeitos”, acrescentou Shumway.

Assista o teaser do videoclipe “Servus”: 

Mais Informações:
www.uganga.com.br

www.facebook.com/ugangaband  
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga  
www.instagram.com/uganga 
www.wacken-foundation.com

 

Fonte: Som do Darma

Uganga Convida Clemente - Festival Timbre.jpeg

Entre os destaques está a apresentação da banda no Festival Timbre ao lado de Clemente dos Inocentes e Plebe Rude

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air  – o maior festival de heavy metal do mundo – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Paralelamente às gravações do novo álbum, o Uganga vem cumprindo uma agenda cheia de shows, desde o início do ano. Depois de terem sido uma das atrações do Abril Pro Rock em Recife e de terem feito um dos shows de abertura para o Corrosion Of Conformity em São Paulo, o vocalista Manu “Joker”, os guitarristas Christian Franco, Thiago Soraggi e Murcego Gozales, o baixista Raphael “Ras” e o batera Marco Henriques se preparam para uma sequência de sete shows nos próximos meses, entre eles alguns bem especiais, como a participação da banda no Festival Timbre, em Uberlândia, no próximo dia 15 de Setembro. Na ocasião, o grupo apresentará o show “Uganga Convida Clemente”, onde o sexteto recebe no palco o vocalista Clemente Tadeu para um set especial com clássicos do Inocentes e Plebe Rude.

Para Marco Henriques, a colaboração com Clemente coloca em evidência a influência do punk rock que sempre foi muito presente no som do Uganga. Seja estética ou ideologicamente.
“Para nós será uma honra dividir o palco com um cara tão importante para o punk rock nacional, estilo que tem uma influência muito grande no som do Uganga. Colocamos um pouco da nossa cara nas músicas, aproveitando as três guitarras e a veia thrash, mas sem perder a essência punk dos Inocentes. E o resultado ficou foda! Estamos bem ansiosos pra esse show. Vai ser bate-cabeça do começo ao fim.”

Clemente também comentou sobre a parceria com o Uganga.

“Faz tempo que ouço falar do Uganga, e sempre falam bem! Uma banda estradeira, que faz seu som sem se importar com modismos e tendências em voga. O mundo digital me aproximou do som do Uganga, seu trabalho mais recente, “Opressor”, mantém a pegada e atitude. Será um prazer dividir o palco com esses caras.”

Além do show “Uganga Convida Clemente”, outras atrações do 5º Festival Timbre incluem nomes como Elza Soares, Marcelo D2, Karol Conka, Super Combo e Baiana System.

Confira abaixo a agenda completa de shows do Uganga para os próximos meses:

18/08 | Festival Triangulice | Araguari/MG

01/09 | All For One Festival | Uberlândia/MG

10/09 | Semana do Rock – Conservatório Estadual de Música | Araguari/MG

15/09 | Festival Timbre – Uganga Convida Clemente | Uberlândia/MG
29/09 | Festival Rock Contra a Fome | Araxá/MG

24/11 | Festival Possessed Sound | Belém/PA
01/12 | Rural Rock Festival | Lagamar/MG

Entre outras novidades, um vídeo com a passagem da banda pelo Abril Pro Rock foi disponibilizado recentemente:

Também está disponível no Youtube a versão do Uganga para “Voodoo”, do Black Sabbath, que fez parte do tracklist do tributo “Sabbath Brazil Sabbath” da Secret Service Records:

Mais Informações: 

 

Fonte: Som do Darma

Uganga_2016

Banda se apresenta neste sábado às 21h45 antes do Moonspell, uma das principais atrações do Abril Pro Rock. Show com C.O.C. acontece em Maio no Vic Club

“Tocar no Abril Pro Rock foi mais uma enorme conquista do Uganga nesse ano que está sendo muito especial pra gente. Ainda mais considerando o quadro deprimente que o país se encontra.”

Não é nada fácil para um músico como Manu “Joker”, autor da frase acima, permanecer por tantos anos no segmento do rock/metal autoral com a mesma vontade e relevância. São tantos desafios! E existem atalhos que muitos não hesitam em tomar! Manu poderia ter escolhido se apoiar no seu passado com o Sarcófago. Ou talvez ter montado uma banda cover? A verdade é que só com o Uganga foram mais de 25 anos, cinco álbuns, um DVD, duas turnês pela Europa e centenas de shows por quase todas as regiões do Brasil. E há certos momentos que são especiais. Receber a ligação da produção do Abril Pro Rock convidando o Uganga para se apresentar na edição desse ano foi um deles. É quando Manu “Joker” olha para o passado e reconhece: “Valeu a pena!”

“Desde a antiga revista Bizz que acompanho a evolução desse que é um dos maiores festivais do Brasil. E agora é a nossa vez de mostrar nosso trabalho nesse palco sagrado. O rock tá em baixa, a modinha impera? Foda-se! É nessas horas que roqueiros de verdade devem arregaçar as mangas e ajudar e reerguer o estilo, como já fizemos em tantas outras vezes. Espero celebrar a música pesada e a liberdade artística com nossos irmãos e irmãs do nordeste no dia 28 de Abril. Estamos na pilha!”

Cartaz Abril Pro Rock.jpgRealizado desde 1993 em Recife/PE, o Abril Pro Rock é um dos mais tradicionais festivais de música em atividade na América Latina!
Neste ano são dois dias de festival, 27 e 28 de Abril. O show do Uganga acontece no segundo dia, sábado, quando também se apresentam Moonspell, Immolation, Heavenless, entre outros.

“O Uganga já estava na nossa lista há alguns anos. Como costumamos falar, bateu na trave algumas vezes, mas agora deu certo! Fora que tinha vários fãs pedindo! Temos certeza que será um grande show.”, afirmou a produção do festival.

Os ingressos para a 26ª edição do Abril Pro Rock vão de R$ 50,00 à R$ 120,00 e estão à venda através do sistema Sympla: https://www.sympla.com.br/abril-pro-rock-2018__251566

Se não bastasse a participação da banda nesse grande festival, o Uganga também foi confirmado como uma das bandas convidadas do show do Corrosion Of Conformity no dia 12 de Maio no Vic Club em São Paulo.

O convite surgiu a partir da produção do evento, a Solid Music Entertainment, que convidou o Uganga pela sua relevância artística e cultural, numa demonstração exemplar de respeito e responsabilidade com a música autoral pesada brasileira!

COC_Cartaz.jpg“Conheci o C.O.C. em 1985 com o clássico Animosity, um dos pilares fundamentais do que viria a ser chamado de crossover”, lembra Manu Joker. “O petardo chegou às minhas mãos nas tradicionais trocas de fitas k7 via correio e fui pego logo de cara pela sonoridade da banda, que segui admirando e acompanhando desde então. Tempos depois veio a fase anos 90 já com o mestre Pepper Keenan nos vocais e segunda guitarra, com petardos como Blind e Deliverance, e novamente me vi positivamente surpreendido pela coragem, liberdade artística e qualidade do agora quarteto. Corrosion Of Conformity é uma das bandas mais legais do planeta e ter a chance de tocar no mesmo evento que eles, mais de 30 anos depois, é mais uma grande conquista pro Uganga e para mim pessoalmente. De quebra o evento ainda terá a presença dos nossos irmãos do Axes Connection. Essa noite será incrível!”

Os ingressos para o show do Corrosion Of Conformity com Uganga e Axes Connection como bandas convidadas vão de R$ 100,00 à R$ 300,00 e estão à venda através do sistema Pixelticket:
https://pixelticket.com.br/eventos/1987/corrosion-of-conformity-em-sao-paulo

O Vic Club fica na Rua Marquês de Itu, 284 – Vila Buarque – São Paulo/SP (próximo à estação República). Os shows estão previstos para começar às 17h00.

O Uganga se apresenta no Abril Pro Rock e na abertura para o C.O.C. em meio às gravações de seu novo disco, “Servus”. Com produção do próprio vocalista Manu “Joker” e de Gustavo Vazquez, o quinto álbum de estúdio do Uganga, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado pelo Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A) e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Entre outras novidades, o DVD “Manifesto Cerrado” já está disponível em sua versão física. Lançado para celebrar os 20 anos de carreira do grupo, “Manifesto Cerrado” reúne um documentário de longa-metragem que conta a história da banda e um show inédito realizado na histórica estação ferroviária Stevenson em Araguari/MG. “Manifesto Cerrado” foi financiado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Araguari/MG e o seu lançamento online, totalmente gratuito, é uma tentativa de ampliar e democratizar o acesso ao material produzido.

Assista online o documentário: https://youtu.be/FLgcH9dN-OQ

Assista também o show na estação ferroviária Stevenson: https://youtu.be/vMtQBqmoNrM

Para comprar a versão física, acesse a loja da Incêndio Shop: http://www.incendioshop.com.br

Mais Informações:

www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga
www.wacken-foundation.com
https://www.facebook.com/festivalabrilprorock/
https://www.facebook.com/events/186410615419994/

Fonte: Som do Darma