Posts com Tag ‘Tuatha de Danann’

Eluveitie + Tuatha.jpg

A banda suíça Eluveitie, um dos maiores nomes do Folk Metal mundial, anuncia o seu retorno ao Brasil após 4 anos para uma série de apresentações pelo país.

O grupo está preparado para mostrar ao vivo a nova formação aos brasileiros, em um show recheado de seus maiores clássicos além de sons que virão a fazer parte de seu futuro álbum, que está sendo gravado no momento.

Para completar e fazer desta turnê uma ocasião ainda mais especial, os duendes mineiros do Tuatha de Danann irão acompanhar o grupo, fazendo desta ocasião um verdadeiro deleite para os fãs do estilo.

SERVIÇO:

Eluveitie + Tuatha de Danann em São Paulo/SP
Data: 15/02/2019
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros, São Paulo/SP
Classificação: 18 anos
– – –
Eluveitie + Tuatha de Danann em Belo Horizonte/MG
Data: 16/02/2019
Local: Mister Rock
Endereço: Av. Tereza Cristina, 295 – Prado, Belo Horizonte
Classificação: 18 anos

– – –

Eluveitie + Tuatha de Danann em Brasília/DF
Data: 17/02/2019
Local: Toinha Brasil Show
Endereço: SOF, Quadra 9, Guará, Brasília/DF
Classificação: 18 anos

– – –

Eluveitie + Tuatha de Danann em Curitiba/PR
Data: 19/02/2019
Local: Teatro Bom Jesus
Endereço: R. 24 de Maio, 135 – Centro, Curitiba/PR
Classificação: 18 anos
Ingressos: Em breve

 

 

Fonte: Lex Metalis Assessoria e Agenciamento 

Angra_Omni_Henrique_Grandi_2017-34.jpg

A sexta-feira, 23 de novembro, vai ser de heavy metal na Fundição Progresso: as bandas Angra, Massacration e Tuatha de Danann chegam à arena do centro cultural da Lapa para três shows que prometem entrar para a história. A casa abre às 20h.

Com 26 anos de história, o Angra mostra vontade e força nunca vistas. Nem mesmo a trajetória muitas vezes incerta foi capaz de tirar o foco, determinação e inspiração do quinteto liderado – e fundado – por Rafael Bittencourt, e formado ainda por Felipe Andreoli (baixo), Fabio Lione (voz), Marcelo Barbosa (guitarra) e Bruno Valverde (bateria). ØMNI é o nono disco de estúdio do Angra, resultado de meses de dedicação intensa, suor e sangue. O álbum foi gravado mais uma vez na Suécia, com o mesmo produtor do disco anterior (Secret Garden), Jens Bogren, e repete a excelente química de três anos atrás. A sonoridade, ao mesmo tempo que é totalmente contemporânea, tem um caráter orgânico e respeita muito as diferentes nuances e dinâmicas dos instrumentos. Entre os diversos músicos convidados, destacam-se a vocalista do Arch Enemy, Alissa White-Gluz, e a cantora brasileira Sandy, que emprestam suas vozes de características totalmente opostas à faixa “Black Widow’s Web”.

Muitos foram os músicos envolvidos no processo, que envolve desde a percussão da Bahia até os arranjos orquestrais da Europa, e estes ajudam a dar ao disco suas diferentes e importantes texturas. Mesmo em um ambiente cultural cada vez mais estéril e desfavorável para a música com alma e identidade, a banda foi capaz de reunir onze faixas completamente distintas entre si, mas que ao mesmo tempo contam uma história concisa, e passeiam por todos os estilos e nuances que tornaram o Angra referência mundial. Uma formação muito entrosada pessoal e musicalmente, transbordando criatividade, foi o combustível necessário para dar vida a essas canções, que estão sem dúvida entre as melhores da discografia da banda.

Como marca registrada, temos muito forte a brasilidade misturada à música clássica e o heavy metal, fórmula que se soma a diferentes influências como Rock Progressivo, Thrash Metal, música latina, Djent, etc., para tornar o som ao mesmo tempo moderno e familiar. Os diferentes climas e dinâmicas fazem do disco praticamente uma trilha sonora para as letras, e trazem ao ouvinte a sensação de imersão nos diferentes momentos da estória.

ØMNI é um álbum conceitual, um conjunto de contos de ficção científica que acontecem em vários lugares no tempo, simultaneamente. A espinha dorsal da trama se baseia na ideia de que em 2046 seria criado um sistema de Inteligência artificial que mudaria a percepção e cognição humana, pois este sistema permitiria a comunicação consciente entre os seres humanos do presente com os do futuro. Viajantes do tempo, homens da caverna, guerreiros, entre outros personagens, ajudam a contar esta estória. O disco pretende também conectar os conceitos de álbuns anteriores (Holy Land, Rebirth, Temple of Shadows) a um sistema principal, ØMNI, que é uma palavra do latim e significa “tudo”. É como se tudo o que aconteceu antes tivesse evoluído para o que a banda é hoje. Portanto, ØMNI celebra e une toda a história do Angra ao excelente momento que o conjunto vive.

O Brasil e o mundo aclamaram pela volta do Massacration, formado por Detonator (vocal), Metal Avenger (guitarra), Headmaster (guitarra), Redhead Hammet (baixo e guitarra) e Jimmy The Hammer (bateria). Após retornar em 2016 para estrelar a propaganda “O Grand Pedido”, o famoso jingle do Big Mac, do McDonald’s, o Massacration motivou os fãs com uma turnê mundial em várias cidades com diversos shows esgotados. Este retorno coroou o lançamento de uma nova música, “Metal Milf”, com grande número de visualizações no Youtube e no Facebook. Com o sucesso alcançado pelo grupo, o Massacration merecia um registro em vídeo, lançado em 2017 com a alcunha de “Massacration – Live Metal Espancation”. Gravado em São Paulo, no Tropical Butantã, o DVD contou com a produção da Bros Co, empresa responsável por lançar DVDs de renome nacional como “Ritualive”, do Shaman, e “Angels Cry 20th Anniversary Tour”, do Angra.

 O conceito de “Massacration – Live Metal Espancation” nasceu a partir de toda a volta do Massacration e sua história no cenário heavy metal mundial. O nome do DVD é a cara do Massacration, ou seja, divertido e impactante. A banda Massacration sempre foi um grupo que gosta de quebrar os paradigmas com muita diversão, humor e tirando sarro dessa coisa mais sisuda do heavy metal, por isso o nome escolhido para o DVD foi Live Metal Espancation. O repertório é um apanhado dos maiores clássicos do Massacration, com ênfase no primeiro álbum “Gates of Metal Fried Chicken of Death” (2005), disco que vendeu mais de 50 mil cópias em todo o Brasil, batendo recordes de venda na época. O Massacration priorizou o público, escolhendo músicas que o público conhece e pede nos shows, tendo a participação dos fãs como um dos pontos altos do DVD. O DVD conta com as participações especiais dos atores icônicos do cinema adulto Fabiane Thompson e Kid Bengala, além de Sabrina Boing Boing, Joselito, Boça, e o egypcio do tihuana, interpretado por Franco Fanti, do Hermes e Renato.

Fundada em 1994 em Varginha, Minas Gerais, Tuatha de Danann é uma banda de folk metal, conhecida pelos ritmos e letras inspiradas na mitologia céltica. A banda foi batizada com o nome da mítica raça irlandesa Tuatha Dé Danann e é a pioneira em fundir elementos da música e cultura celta e irlandesa ao rock no Brasil.

SERVIÇO

Shows: ANGRA, MASSACRATION e TUATHA DE DANANN

Data: 23 de novembro de 2018 (sexta)

Local: Fundição Progresso

Endereço: Rua dos Arcos, 24 – Lapa

Abertura da casa: 20h

Classificação etária: 18 anos (menores a partir de 16 anos podem entrar acompanhados dos responsáveis legais, mediante documentação)

Palco: arena

Capacidade: 5 mil pessoas

Telefone: (21) 3212-0800

Site: www.fundicaoprogresso.com.br

E-mail: contato@fundicaoprogresso.com.br

INGRESSOS

Pista

1º LOTE – ESGOTADO

R$60 (meia e promocional)* / R$120 (inteira)

Pista

2º LOTE – ESGOTADO

R$70 (meia e promocional) / R$140 (inteira)

Pista

3º LOTE

R$80 (meia e promocional) / R$160 (inteira)

Pista Premium

1º LOTE – ESGOTADO

R$100 (meia e promocional) / R$200 (inteira)

Pista Premium

2º LOTE

R$120 (meia e promocional) / R$240 (inteira)

PONTOS DE VENDA

Vendas online Eventim: bit.ly/AngraMassacration_Fundição

Bilheterias da Fundição Progresso: de segunda a sexta, das 11h às 20h; sábados (somente em dias de show), a partir das 12h, sem taxa de conveniência/administrativa.

Formas de Pagamento: dinheiro (bilheteria Fundição) e cartão de crédito (site Eventim)

*Meia-entrada:

– estudantes, idosos, menores de 21 anos, professores da rede estadual/municipal;

– meia-entrada solidária com a doação de 1kg de alimento não perecível;

– meia-entrada Sócio Torcedor: a Fundição Progresso tem parceria exclusiva com o programa Sócio Torcedor do Flamengo. A parceria concede 50% de desconto no valor da inteira em até dois ingressos aos sócios. Para comprovar, nas compras online, basta o associado incluir o código específico sinalizado pelo seu clube. E, nas compras efetuadas na bilheteria, apresentar o código.

**A casa não disponibiliza serviço de guarda-volumes.

Acesso para pessoas com necessidades especiais e cadeirantes.

Estacionamento próximo: Catedral – acesso pela Avenida Paraguai sentido Zona Sul.

ASSESSORIA DE IMPRENSA ANGRA + MASSACRATION

press@toplinkmusic.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA FUNDIÇÃO PROGRESSO

Miriam Roia | miriamroia@gmail.com | (21) 99142-0018

Vivi Drumond | vivi.drumond@gmail.com | (21) 98756-7742

Fonte: Miriam Roia

3 nomes icônicos do metal nacional se reúnem pela primeira vez em suas carreiras para uma mini tour que certamente fará história!

No mês de novembro, as bandas Angra, ainda colhendo os frutos de seu aclamado álbum “Omni”; os filhos do deus metal Massacration e os duendes mineiros e ícones mundiais do metal céltico Tuatha de Danann passarão pelas cidades de  Rio de Janeiro (23), Juiz de Fora (24) e Belo Horizonte (25) apresentando ao publico a boa fase pelo qual todos estão passando, tocando antigos e novos sucessos de suas respectivas carreiras.

Serão shows especiais, com o tempo de duração completo (nada de set reduzido como em grandes festivais) em uma oportunidade única de ver 3 grandes nomes do cenário brasileiro em ação conjunta, algo que dificilmente se repetirá

Para maiores informações, acesse o site www.ev7live.com.br/angra

SERVIÇO
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Rio de Janeiro/RJ
Data: 23 de novembro de 2018
Local: Fundição Progresso
Endereço: Rua dos Arcos, nº 24, Lapa, Rio de Janeiro/RJ
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Juiz de Fora/MG
Data: 24 de novembro de 2018
Local: Cultural Bar
Endereço: Av. Deusdedit Salgado, 3955, Teixeiras, Juiz de Fora/MG
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Belo Horizonte/MG
Data: 25 de novembro de 2018
Local: City Hall
Endereço: Av. Tereza Cristina , 179, Prado, Belo Horizonte/MG
Fonte: Ev7 Live

Ev7 Angra + Massacration + Tuatha.jpg

3 nomes icônicos do metal nacional se reúnem pela primeira vez em suas carreiras para uma mini tour que certamente fará história!

No mês de novembro, as bandas Angra, ainda colhendo os frutos de seu aclamado álbum “Omni”; os filhos do deus metal Massacration e os duendes mineiros e ícones mundiais do metal céltico Tuatha de Danann passarão pelas cidades de  Rio de Janeiro (23), Juiz de Fora (24) e Belo Horizonte (25) apresentando ao publico a boa fase pelo qual todos estão passando, tocando antigos e novos sucessos de suas respectivas carreiras.

Serão shows especiais, com o tempo de duração completo (nada de set reduzido como em grandes festivais) em uma oportunidade única de ver 3 grandes nomes do cenário brasileiro em ação conjunta, algo que dificilmente se repetirá

Para maiores informações, acesse o site www.ev7live.com.br/angra

SERVIÇO
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Rio de Janeiro/RJ
Data: 23 de novembro de 2018
Local: Fundição Progresso
Endereço: Rua dos Arcos, nº 24, Lapa, Rio de Janeiro/RJ
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Juiz de Fora/MG
Data: 24 de novembro de 2018
Local: Cultural Bar
Endereço: Av. Deusdedit Salgado, 3955, Teixeiras, Juiz de Fora/MG
Angra + Massacration + Tuatha de Danann  – Belo Horizonte/MG
Data: 25 de novembro de 2018
Local: City Hall
Endereço: Av. Tereza Cristina , 179, Prado, Belo Horizonte/MG
Fonte: Ev7 Live

R-2564893-1351501754-5017.jpeg

Lançado originalmente em 2002, o segundo álbum dos mineiros do Tuatha De Danann, “The Delirium Has Just Began…”, foi o responsável por catapultar a carreira do grupo na Europa.

Recentemente relançado pela Heavy Metal Rock, o álbum, agora em uma bela embalagem digipack, traz ao fã não apenas as faixas originalmente apresentadas ao público brasileiro, mas também as faixas bônus presentes na edição francesa do álbum. Uma linda releitura, homenageando os 15 anos deste trabalho.

O encarte traz um material bem interessante. Textos de Bruno Maia, vocalista e um dos fundadores da banda, contando sobre o lançamento do álbum e as faixas bônus.

A banda sofre uma alteração de músicos neste álbum em relação a “Tingaralatingadum”.  Compondo o time ainda temos o já citado Bruno Maia nos vocais e flauta, Berne nas guitarras, Giovani Gomes no baixo e Rodrigo Abreu na bateria. Já nos teclados, Leonardo Godtfriedt participa em parte do álbum e após sua saída, temos a entrada de Rafael Castro, que finalizou as gravações.

As músicas mesclam elementos folk e celtas ao peso das guitarras e vocais guturais, cortesia do baixista Giovani. A banda foi uma das pioneiras no Folk Metal nacional e até hoje carrega uma legião de fãs. Altamente recomendado aos fãs de Folk, Celtic, Pagan e Melodic Metal. Nota: 09.

Para adquirir o álbum, acesse: https://hmrock.com.br/produto/tuatha-de-danann-the-delirium-has-just-began-cd/

Faixas:

01. Brazuzan – Taller than a Hill
02. The Last Pendragon
03. Abracadabra
04. The Last Words
05. The Wanderings of Oisin
06. The Delirium has Just Began…

Bonus Tracks:

07. The Wanderings of Oisín Anno 2017
08. The Last Words (Acoustic)
09. Abracadabra (Acoustic)

 

19875119_223261124862623_5302975646898667959_n.jpg

O público carioca ganha um novo festival voltado para uma vertente muito querida na cidade: o folk metal. Realizado pelo Grupo Adamas Produções, com o apoio da MGB Entertainment e Pancho Burguer, nasce assim o FOLKING HEAVY FESTIVAL.

Nasce em solo carioca um festival musical totalmente dedicado a cultura folclórica europeia, desse mundo incrível e ao mesmo tempo místico que tanto adoramos. Um evento que valoriza o metal nacional, colocando ao lado do consagrado Tuatha de Danann, bandas que estão em ascensão no cenário nacional, mostrando, diferentemente de como muitos pensam, que o metal é forte no Rio de Janeiro. E existem muitas bandas boas pelo estado.

Atrações do Festival:
* Expositores com artigos medievais.
– Artesanato, vestuário, literatura, artes visuais, etc…
* Gastronomia artesanal com o Pancho Burguer;
– O Pancho Burguer trará em seu cardápio sanduíches exclusivos para o evento, com elementos gastronômicos presentes na cultura do Norte Europeu.
* DJ Daniel Sinivirta (flautista do Café Irlanda)
* Welcome Shots do melhor hidromel, feito pelo Fafnirs Gold

Bandas:
* Tuatha de Danann (Folk & Celtic Metal)
* Tailten (Irish trad / Celtic trad / Pirate)
* Punching Namard (Irish Punk)
* Rats (Irish trad / Pirate / Irish Punk)
* Dixie Heaven (Heavy Metal)

O Tuatha de Danann é a atração principal do primeiro Folking Heavy Festival, uma banda que dispensa apresentações, a banda pioneira no cenário nacional a implementar elementos folk nas suas canções. A banda mineira retorná a terras cariocas para mais uma noite historica na cidade, vamos relembrar um dos grandes clássicos da banda “The Dance of Little Ones”:

A banda Dixie Heaven, da cidade de Duque de Caxias -RJ, é a representante do quesito “Heavy metal” presente no nome do festival. Liderados pela vocalista Villu Castelo, a banda está em divulgação do seu primeiro álbum “Riding the Thunder”, realizando diversos shows pela cidade a banda marcará presença no Folking Heavy, confiram mais sobre o som da banda com o clipe da música “Blind War”:

A banda Rats, fundado no Rio de Janeiro em 2011, surgiu inicialmente para tocar na festa Rio Irish, mas conforme o tempo foi passando foi alcançando seu espaço e gravando o primeiro EP em 2014. A banda de Irish Punk já tocou em importantes festivais como o Rock in Rio, e nos festivais mineiros Flaming Night e Tribus Festival. Vamos conferir o som da banda com seu último clipe “Somos Nós”:

O Punching Namard, foi fundado em 2012 em São Gonçalo – RJ, com a ideia de misturar a agressividade do punk tradicional com diversos instrumentos da música celta e irlandesa, resultando em diversas apresentações. Em 2015 lançaram o seu primeiro EP que vêm repercutindo boas criticas, até na mídia internacional. Confiram abaixo o primeiro EP do Punching Namard:

A banda Tailten, natural da cidade de Niterói – RJ, vai levar ao festival toda a sua alegria e vivacidade com a sua música tradicional irlandesa. A banda surgiu como parte de um projeto de recriacionismo celta e desde então vem se apresentando em diversos bares e eventos temático. A banda lançara seu primeiro EP “A culpa e da cerveja” em agosto, levando músicas novas ao festival. Confiram “Mais uma Drinking Song” música autoral dp Tailten:

Ingresso promocional limitado – R$ 50
vendas: http://www.clubedoingresso.com/folkingheavyfestival2017

Local: Teatro Odisséia – Av Mem de Sá, 66 / LAPA RJ

Horário: 16h

Classificação:+18 ( Menores de 18 anos, com idades acima de 14 anos, somente acompanhado de responsável legal – Pai ou Mãe – É totalmente indispensável a apresentação de documento ORIGINAL com foto )
Confirme presença no evento: https://www.facebook.com/events/1328596160591518/

índice.jpg

​Grupo de Combates Medievais Ordo Draconis Belli (foto: divulgação)​

A 10ª edição do Odin’s Krieger reforça o compromisso do festival em ser um dos maiores divulgadores da cultura medieval no Brasil. Em três eventos nesse mês de julho, Belo Horizonte (21, no Music Hall), Curitiba (22, no Jokers Pub) e São Paulo (23, no Tropical Butantã), a banda holandesa Rapalje, referência mundial da música folk, é escalada como principal atração de todas as noites no palco que também dividirá com as lutas medievais promovidas por experientes grupos especializados no assunto, alguns inclusive com fama internacional. O Odin’s Krieger Fest é uma realização da Odin’s Krieger Fest é uma realização da OKF Produções com patrocínio da Vorus Vodka.

O grupo HMB (Historical Medieval Battle) é o responsável pela luta em Belo Horizonte, participa do Odin’s Krieger com a divisão Lâminas das Gerais. Em palco, nada de encanações, todas as apresentações do HMB são combates reais entre guerreiros que usam armaduras de verdade, de aço. “São historicamente corretas, bem como as espadas, maças, machados e escudos que utilizamos”, conta Flávio Lopes, um dos integrantes do grupo.

O Lâminas das Gerais deriva do HMB, criado em 2014 como um grupo de reenactment (recriação de histórias) da região escandinava do século 10, e desde 2016 participa de torneios em Minas, São Paulo, Argentina e Espanha. A prática, explica Lopes, é segura e vence o mais apto ao combate. “É um esporte de contato total, em que a confiança e qualidade do equipamento de proteção deve estar em primeiro lugar”.

Em Curitiba, a batalha é responsabilidade do clã Skjaldborg, que divulga o Combate Viking desde 2013. “Transformamos a corrente cultura que envolvia as lutas nórdicas em uma arte marcial”, conta Rafael Brazoloto, um dos seis membros da diretoria fixa. Com ordem pedagógica de técnicas e sistema próprio de graduação, a arte do clã é inspirada nos guerreiros vikings.

No Combate Viking, todos os movimentos são previamente combinados, revela Brazoloto. “A luta se desenrola livremente trabalhando as técnicas de combate no improviso. No caso de haver a necessidade de algo mais artístico, daí sim fazemos apenas uma finalização encenada, com a ‘morte’ de alguém”. As armas utilizadas pelo Skjaldborg são todas de aço, a maior parte dos equipamentos sao de produção própria.

Para o último dia do Odin’s Krieger, em São Paulo, o grupo de combates medievais Ordo Draconis Belli, formado por guerreiros e escudeiros, apresentarão a cultura medieval e o esporte da luta de armadura (Combate Medieval de Armadura). Formado em 2011, o grupo levará ao palco vikings, teutônicos do século 8, eslavos, rus, cavaleiros do século 15 e promete novidades especiais para o evento.

“Os membros podem escolher qualquer povo da história entre os séculos 8 e 15 que habitaram a Europa ou que tiveram contato direto e frequente com a continente europeu”, destaca um dos membros, Guilherme Dantas. As apresentações são constantes em diversos estados brasileiros, que inclui feiras culturais, eventos beneficentes, escolas, entre outros.

Com armas e armaduras feitas de materiais equivalentes aos usados na época, tais como aço, couro e madeira, os combates da Ordo Draconis Belli se adequam de acordo com a necessidade de cada evento. “Normalmente lutamos sem uma coreografia determinada. Executamos desde simples lutas de um contra um até lutas em grupos, onde vários membros se encontram no campo. Em alguns casos fazemos lutas temáticas em que contamos uma história, como um funeral de um Rei, uma disputa entre campeões ou cenas mitológicas”, conta Dantas.

17309759_1298127293610751_6450331016666253852_n.jpgSERVIÇOS

BELO HORIZONTE
Evento: https://www.facebook.c om/events/170804413434737/
Data: 21/07 (sexta-feira), às 19 horas
Local: Music Hall (avenida do Contorno, 3239 – Santa Efigênia)
Bandas: Rapalje (Holanda) – Terra Celta – Hagbard – Galwem
Lutas nórdicas, hidromel, exposição e vendas de produtos medievais e muito mais!
Vendas: https://ticketbrasil.c om.br/festa/4877-odinskriegerf est2017-belohorizonte-mg/

CURITIBA
Evento: https://www.facebook.c om/events/270496280058908/
Data: 22/07 (sábado), das 18 às 2 horas
Local: Jokers PUB (rua São Francisco, 164 – Centro)
Bandas: Rapalje (Holanda) – Tuatha de Danann – Hugin Munin – Mandala Folk
Lutas nórdicas, hidromel, exposição e vendas de produtos medievais e muito mais!
Vendas: https://ticketbrasil.c om.br/festa/4876-odinskriegerf est2017-curitiba-pr/

SÃO PAULO
Evento: https://www.facebook.c om/events/152874945233868/
Data: 23/07 (domingo), das 14 às 23 horas
Local: Tropical Butantã (avenida Valdemar Ferreira, 93 – Ao lado do metro Butantã)
Bandas: Rapalje (Holanda) – Tuatha de Danann – Hugin Munin – Confraria da Costa – Hagbard
Lutas nórdicas, hidromel, exposição e vendas de produtos medievais e muito mais!
Vendas: https://ticketbrasil.c om.br/festa/4878-odinskriegerf est2017-saopaulo-sp/

Fonte: Tedesco Comunicação & Mídia