Posts com Tag ‘Threesome’

Juh Leidl_Canta Comigo 2.jpg

Já está no ar o programa “Canta Comigo” da TV Record. Apresentado por Gugu Liberato, a competição musical testa se o candidato, seja solo, em dupla ou em grupo vocal, é capaz de levantar 100 jurados de uma só vez para cantar junto e assim concorrer a R$ 300 mil. Adaptação do britânico “All Together Now”, o primeiro episódio do talent show foi exibido no dia 18 de julho e desde então vem sendo apresentado às quartas-feiras a partir das 22:30.

Ao lado dos candidatos, o júri também desempenha protagonismo no “Canta Comigo”. Afinal, ele é formado por 100 personalidades do mundo da música que compõem um dos maiores painéis já vistos na TV mundial. Entre os jurados estão nomes bem conhecidos dos brasileiros como as cantoras Pepê e Neném, Sula Miranda, a ex-VJ da MTV Penélope Nova, o ex-cantor Felipe Dylon, Leandro do KLB, a ex-paquita Sorvetão e o pagodeiro Salgadinho. Alguns outros nomes são mais conhecidos no cenário do rock ‘n’ roll, como o cantor e ator Bruno Sutter, o cantor e guitarrista Cadu Pelegrini, o radialista e locutor da rádio 89 FM Thiago Deejay, os covers do Elvis Presley e Ozzy Osbourne e, por fim, a velejadora, artista plástica e vocalista do grupo Threesome, Juh Leidl.

Juh Leidl, que promove no momento o lançamento do EP “Keep On Naked” da Threesome, diz que recebeu o convite de maneira inusitada.

“Na verdade eu originalmente me inscrevi para participar do programa como candidata, até que a produção me respondeu, pedindo mais algumas informações e um vídeo. Depois que mandei o material eles me ligaram dizendo que eu havia sido selecionada, mas que meu perfil se encaixava mais para ser jurada por já ter disco lançado e pelo que eu já tinha realizado em minha carreira artística. A produção me permitiu escolher, mas como eu não poderia me apresentar com a banda completa, eu acabei optando pela vaga de jurada”.

Ainda de acordo com Juh, a maior dificuldade de desempenhar a função de jurada num programa como esse é manter um equilíbrio entre a visão técnica e crítica com a história pessoal dos candidatos, mas de forma alheia às preferencias do público.“É muito complicado estabelecer e manter um método de julgamento de forma independente à opinião do público”, explica Juh. “Agora já estamos nas semifinais, mas na primeira fase do programa era bem difícil pois haviam tanto candidatos que nunca tinham cantado ou se apresentado profissionalmente como pessoas que já tinham carreira estabelecida. Então, como jurada, eu sempre tentei levar isso em consideração e nem sempre a gente levantava para aqueles que eram preferidos do público. Isso porque as vezes você tinha um candidato totalmente inexperiente do qual você não criava qualquer expectativa mas ai a pessoa vinha com um super timbre de voz, uma ótima performance, ao passo que do candidato mais experiente você já tem expectativas mínimas. Por exemplo: o cara que é ator e cantor de musical tem que no mínimo ter boa impostação de voz, projeção, interpretação, no mínimo ele não pode falhar nisso! Então esses critérios não ficam tão claros para o público.” 

Entre um candidato e outro, os jurados compartilham momentos juntos num lounge montado especialmente para eles. Juh disse que é um espaço altamente criativo.“Ali no lounge rola muita conversa criativa e contatos. Há profissionais de todos os segmentos artísticos. E todos os 100 jurados estão ali juntos, sem nenhuma diferenciação. Estão ali pessoas do funk, do sertanejo, com pessoas do rock e da MPB. O tempo todo o papo e o convívio é musical. Se não estamos falando sobre o programa em si e os candidatos e métodos de avaliação, estamos falando sobre nossas carreiras, cantando e fazendo música juntos.”

SOBRE A THREESOME:

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.
“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos.

Três anos após o lançamento do debute, Juh e Fred Leidl, Bruno Manfrinato, Bob Rocha e Henrique Matos decidiram colocar o álbum sob nova perspectiva, motivados pelo desligamento do antigo vocalista e por novas possibilidades no processo de produção.

O resultado foi o EP “Keep On Naked” que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

Se “Get Naked” foi concebido a partir de uma estética artesanal, para “Keep On Naked” o Threesome buscou um caminho absolutamente inverso. Captação, mixagem e masterização levam a assinatura de ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros.

Todo o processo aconteceu no estúdio Cajueiro em Campinas e a banda gravou as músicas ao vivo direto na fita de rolo.“Keep On Naked” já está disponível para audição streaming e download nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/YC686B 
Deezer: https://goo.gl/oB8T16 
Amazon: https://goo.gl/uNstNR 
iTunes: https://goo.gl/7Facpo 
Google Play: https://goo.gl/4iPEUG 

Dois vídeos também já foram produzidos para o EP:

Lyric-Video de “Sweet Anger”: https://youtu.be/yYhqr_ZI464 
Videoclipe de “My Eyes”: https://youtu.be/tF0uV5godLA 

Mais Informações:
www.3somerock.com 
www.facebook.com/3some
www.youtube.com/threesomerock
www.twitter.com/ThreesomeRock
www.instagram.com/threesomerock
www.soundcloud.com/threesomerock 

 

Fonte: Som do Darma

Threesome 2018_Low.jpg

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos.

Três anos após o lançamento do debute, Juh e Fred Leidl, Bruno Manfrinato, Bob Rocha e Henrique Matos decidiram colocar o álbum sob nova perspectiva, motivados pelo desligamento do antigo vocalista e por novas possibilidades no processo de produção.

O resultado foi o EP “Keep On Naked” que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

Se “Get Naked” foi concebido a partir de uma estética artesanal, para “Keep On Naked” o Threesome buscou um caminho absolutamente inverso. Captação, mixagem e masterização levam a assinatura de ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros. Todo o processo aconteceu no estúdio Cajueiro em Campinas e a banda gravou as músicas ao vivo direto na fita de rolo.

“Keep On Naked” já está disponível para audição streaming e download nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/YC686B
Deezer: https://goo.gl/oB8T16
Amazon: https://goo.gl/uNstNR
iTunes: https://goo.gl/7Facpo
Google Play: https://goo.gl/4iPEUG

Dois vídeos também já foram produzidos para o EP:

Lyric-Video de “Sweet Anger”: https://youtu.be/yYhqr_ZI464
Videoclipe de “My Eyes”: https://youtu.be/tF0uV5godLA

Threesome_Desafio Yes I Know It.jpg

E para quem não abre mão do CD físico, há uma chance de ganhar uma cópia do EP “Keep On Naked”, assim como também uma camiseta e um chaveiro porta-palhetas do Threesome.

Basta participar do desafio “Yes I Know It” acessando o endereço https://goo.gl/VHPBc3 e responder a pergunta: “Qual música do novo EP da Threesome está a letra: A Place To Jump / A Way To Slide?”.

O sorteio acontecerá no próximo dia 23 de Março. Para mais detalhes, basta ler o regulamento do desafio.

Mais Informações:
www.3somerock.com
www.facebook.com/3some
www.youtube.com/threesomerock
www.twitter.com/ThreesomeRock
www.instagram.com/threesomerock
www.soundcloud.com/threesomerock

Fonte: Som do Darma

Threesome_Juh Leidl_Low

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos.

Três anos após o lançamento do debute, Juh e Fred Leidl, Bruno Manfrinato, Bob Rocha e Henrique Matos decidiram colocar o álbum sob nova perspectiva, motivados pelo desligamento do antigo vocalista e por novas possibilidades no processo de produção.

O resultado foi o EP “Keep On Naked” que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

“Este trabalho veio da necessidade que tínhamos de mudar e melhorar algumas coisas em relação ao álbum de estreia”, explica o baterista Henrique Matos. “Get Naked foi concebido em nosso home studio, então tanto em relação à qualidade de gravação ou quanto à própria composição e arranjos, achamos que poderíamos fazer melhor. Com a saída do Bruno Baptista da banda, a Juh Leidl assumiu as vozes principais de algumas músicas e isso causou uma necessidade natural de mudar as linhas vocais, caso da “Every Real Woman”, que agora adquiriu um tom mais provocativo ainda, registrado na nova “ERW”. “Why Are You So Angry” mudou completamente, é outra música, apesar de ter mantido a letra original, mas nem consideramos como regravação, ela se tornou uma das músicas mais fortes e pesadas da banda, agora chamada “Sweet Anger”. Já “My Eyes” é totalmente inédita e nela decidimos usar o vocal agressivo e doido do Fred Leidl, e o resultado foi excelente”.

Se “Get Naked” foi concebido a partir de uma estética artesanal, para “Keep On Naked” o Threesome buscou um caminho absolutamente inverso. Captação, mixagem e masterização levam a assinatura de ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros. Todo o processo aconteceu no estúdio Cajueiro em Campinas e a banda gravou as músicas ao vivo direto na fita de rolo.

“Sempre quisemos gravar de forma analógica”, acrescenta Henrique. “Alcançamos o resultado esperado e, de fato, ficou diferente em relação a uma gravação digital. A performance ficou muito natural, e a fita casa melhor todas as frequências, tudo soa mais orgânico, parece que todos os instrumentos têm o seu espaço sem conflitar. É um deleite.”

“Keep On Naked” já está disponível para audição streaming e download nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/YC686B
Deezer: https://goo.gl/oB8T16
Amazon: https://goo.gl/uNstNR
iTunes: https://goo.gl/7Facpo
Google Play: https://goo.gl/4iPEUG

A banda acabou de disponibilizar um vídeo para a música “My Eyes”: 

Confira também o Lyric-Video de “Sweet Anger”: 

 

Fonte: Som do Darma

Threesome_Keep-On-Naked.jpg

“Keep On Naked” é o EP, lançado em 2017, da banda Threesome. O quinteto de Campinas (SP) traz em seu segundo trabalho três canções com elementos que vão desde o Rock 60 ao Indie Rock.

O registro foi lançado após três anos desde o lançamento do debut da banda, “Get Naked”, e traz em suas fileiras Juh Leidl (Vocais), Fred Leidl (Guitarra/Piano), Bruno Manfrinato (Guitarra), Bob Rocha (Baixo) e Henrique Matos (Bateria). O EP foi lançado em paper sleeve e assim como no álbum de estréia, traz arte da própria Juh Leidl.

A masterização e mixagem ficaram a cargo de Maurício Cajueiro, que entre outros artistas, já trabalhou com Steve Vai, Gene Simmons e Glenn Hughes.

Se você fez alguma relação com o nome da banda ao termo usado em ambientes mais, digamos, sexuais, você está redondamente correto. A banda trata de assuntos ligados a sexualidade, mas não soa suja, muito pelo contrário, letras e músicas são de extremo bom gosto.

O álbum abre com a rocker ‘Sweet Anger’ e mostra grande performance de Juh, a levada da música é um convite ao ouvinte se levantar e dançar, curtição garantida.

‘My Eyes’ traz Fred aos microfones, o guitarrista canta vocais maliciosos, enquanto o instrumental mantém a pegada impressa pela banda. Já ‘ERW’, vem com um início mais demorado, com um toque mais Bluesy, Juh está de volta aos vocais e a cozinha rítmica faz com que  a música tenha o movimento correto.

“Keep On Naked” soa coeso, a produção de Cajueiro ficou excepcional e enalteceu todas as qualidades da banda, tudo soa com muita perfeição e ao mesmo tempo muito orgânico. Som pra curtir, só peca por ter apenas 11 minutos de duração. Nota: 08.

Para conhecer mais a banda, acesse: www.3somerock.com ou http://www.somdodarma.com.br/ .

Faixas:

1- Sweet Anger

2- My Eyes

3- ERW

 

 

 

Threesome: Lança Novo EP, “Keep On Naked”

Publicado: 13/12/2017 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Juh Leidl_Threesome

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos.

Três anos após o lançamento do debute, Juh e Fred Leidl, Bruno Manfrinato, Bob Rocha e Henrique Matos decidiram colocar o álbum sob nova perspectiva, motivados pelo desligamento do antigo vocalista e por novas possibilidades no processo de produção.

Threesome_Keep On Naked.jpgO resultado foi o EP “Keep On Naked” que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

“Este trabalho veio da necessidade que tínhamos de mudar e melhorar algumas coisas em relação ao álbum de estreia”, explica o baterista Henrique Matos. “Get Naked foi concebido em nosso home studio, então tanto em relação à qualidade de gravação ou quanto à própria composição e arranjos, achamos que poderíamos fazer melhor. Com a saída do Bruno Baptista da banda, a Juh Leidl assumiu as vozes principais de algumas músicas e isso causou uma necessidade natural de mudar as linhas vocais, caso da “Every Real Woman”, que agora adquiriu um tom mais provocativo ainda, registrado na nova “ERW”. “Why Are You So Angry” mudou completamente, é outra música, apesar de ter mantido a letra original, mas nem consideramos como regravação, ela se tornou uma das músicas mais fortes e pesadas da banda, agora chamada “Sweet Anger”. Já “My Eyes” é totalmente inédita e nela decidimos usar o vocal agressivo e doido do Fred Leidl, e o resultado foi excelente”.

Se “Get Naked” foi concebido a partir de uma estética artesanal, para “Keep On Naked” o Threesome buscou um caminho absolutamente inverso. Captação, mixagem e masterização levam a assinatura de ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros. Todo o processo aconteceu no estúdio Cajueiro em Campinas e a banda gravou as músicas ao vivo direto na fita de rolo.

“Sempre quisemos gravar de forma analógica”, acrescenta Henrique. “Alcançamos o resultado esperado e, de fato, ficou diferente em relação a uma gravação digital. A performance ficou muito natural, e a fita casa melhor todas as frequências, tudo soa mais orgânico, parece que todos os instrumentos têm o seu espaço sem conflitar. É um deleite.”

“Keep On Naked” já está disponível para audição streaming e download nas principais plataformas digitais:

Spotify: https://goo.gl/YC686B 
Deezer: https://goo.gl/oB8T16 
Amazon: https://goo.gl/uNstNR 
iTunes: https://goo.gl/7Facpo 
Google Play: https://goo.gl/4iPEUG 

Confira também o Lyric-Video de “Sweet Anger”: 

Mais Informações:

www.3somerock.com

Fonte: Som do Darma

Threesome_Keep On Naked.jpg

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referencias de outros segmentos como o blues, jazz e o indie.

Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva das experiências sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked” é o título do álbum de estreia do Threesome lançado em 2014. O disco reúne 11 faixas e está integralmente disponível online através das principais rádios e aplicativos. No canal oficial da banda no Soundcloud também é possível ouvir “Get Naked” na íntegra: https://soundcloud.com/threesomerock/sets/get-naked 

O Threesome está prestes a lançar seu novo EP. O trabalho é intitulado “Keep On Naked” e foi produzido por Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo da música como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros.

E foi para falar sobre o novo EP que o site Gaveta de Bagunças convidou a vocalista Juh Leidl para uma entrevista. Considerando a estética sexual inerente ao trabalho do Threesome, e provocado pelos recentes episódios e discussões a respeito da nudez na arte, especialmente considerando as polêmicas envolvendo a performance do projeto “La Bête” no MAM em São Paulo, a entrevista tomou um direcionamento muito profundo no que diz respeito a discussão desses temas.

Juh Leidl_Threesome.jpg

“A nudez pode ou não estar relacionada ao sexo. Ela pode acontecer como simples percepção estética da forma humana, livre de contextos sexuais. Quando vemos esculturas do classicismo grego, o auge da exploração das formas humanas como medida do universo, como busca da virtude, ética e estética primorosos, me parece quase impossível pensar em sexo, as poses, os temas, bem como em outras escolas posteriores.”, respondeu Juh Leidl, que também é artista plástica formada pela Unicamp, quando perguntada sobre as possibilidades da nudez não sexualizada na arte.

A diferença entre erotismo e pornografia também foi colocada em discussão na entrevista.
“No erótico cabe espaço para a imaginação e essa pode ser infinita, é uma palavra que usamos pra romantizar um pouco o sexo, em sua origem grega carrega o sentido de amor, paixão e desse desejo, afinal, podemos ter o nu erótico, aparentemente revelado, mas a abordagem passeia entre a preocupação com a estética e o que chamamos de pornografia, e esta, por sua vez, não tem a menor pretensão de insinuar, você não precisa imaginar nada porque tudo já está ali, ela é escancarada e “exposta” e pegando pela origem da palavra, fica mais fácil de entender o contexto”, declarou a vocalista.

Sexo e Rock ‘n’ Roll voltam a dar as mãos no universo estético-musical do Threesome e essa entrevista para o site Gaveta de Bagunças foi muito mais fundo nesses assuntos. Para ler a entrevista na íntegra, acesse:

https://gavetadebagunca.wordpress.com/2017/11/10/threesome-sexo-sexo-e-rock-n-roll/

Mais informações sobre datas e plataformas de lançamento de “Keep On Naked” serão divulgadas na próxima semana.

Além de Juh Leidl, o Threesome também é formado por Fred Leidl (guitarra/piano/vocal), Bruno Manfrinato (guitarra), Bob Rocha (baixo) e Henrique Matos (bateria).

 

Mais Informações:

www.3somerock.com

 

Fonte: Som do Darma

 

Threesome: Revela Título e Capa de Novo EP

Publicado: 20/06/2017 por Pedro Mello em News
Tags:,

Threesome (2).jpg 

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quinteto de música autoral esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referencias agregadas de outros segmentos como o blues, acid jazz e o indie. Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome narram experiências amorosas e sexuais, monogâmicas ou não. Mais do que contar histórias clichês, a Threesome quer provocar, romper barreiras impostas pelo preconceito e por setores opressores da sociedade, promovendo a livre reflexão sobre um dos temas centrais dos estudos de Sigmund Freud.

“Get Naked”, o álbum de estreia do Threesome, foi lançado em 2014 e está integralmente disponível online através das principais rádios e apps como iTunes, Spotify e Google Play. No canal oficial da banda no Soundcloud também é possível ouvir “Get Naked” na íntegra: https://soundcloud.com/threesomerock/sets/get-naked 

O Threesome está atualmente em estúdio finalizando seu novo EP a ser lançado ainda no primeiro semestre de 2017. O trabalho será intitulado “Keep On Naked” e vai trazer regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” e “Why Are You So Angry?”, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”.

“Este trabalho veio da necessidade que tínhamos de mudar e melhorar algumas coisas em relação ao álbum de estreia”, diz o baterista Henrique Matos. “Get Naked foi concebido em nosso home studio, então tanto em relação à qualidade de gravação ou quanto à própria composição e arranjos, achamos que poderíamos fazer melhor. Com a saída do Bruno Baptista da banda, a Juh Leidl assumiu as vozes principais de algumas músicas e isso causou uma necessidade natural de mudar as linhas vocais, caso da “Every Real Woman”, que agora adquiriu um tom mais provocativo ainda. “Why Are You So Angry” mudou completamente, é outra música, apesar de ter mantido o mesmo nome e letra da original, mas nem considero como regravação, ela se tornou uma das músicas mais fortes e pesadas da banda. Já “My Eyes” é totalmente inédita e nela decidimos usar o vocal agressivo e doido do Fred Leidl, e o resultado foi excelente”.

Captação, mixagem e masterização de “Keep On Naked” levam a assinatura de Maurício Cajueiro do estúdio Cajueiro de Campinas/SP. A banda gravou as músicas ao vivo direto no gravador de rolo.                                                         Threesome_Keep On Naked.jpg

“Sempre quisemos gravar de forma analógica”, acrescenta Henrique. “Alcançamos o resultado esperado e, de fato, ficou diferente em relação a uma gravação digital. A performance ficou muito natural, e a fita casa melhor todas as frequências, tudo soa mais orgânico, parece que todos os instrumentos têm o seu espaço sem conflitar, é um deleite.”

Já com relação a capa de “Keep On Naked”, ela foi mais uma vez desenvolvida pela vocalista Juh, que também é artista plástica e já tinha assinado a capa de “Get Naked”.

“Tentei criar algo em cima dos temas das três músicas”, conta a vocalista e pintora. “Os três temas são ligados às relações humanas, com um apelo do envolvimento sexual de maneira intensa, mas ao mesmo tempo leve, dinâmica e natural. Penso que a arte da capa traduz sozinha o tipo de sensação que queremos causar ao escutar as músicas. E se você observar, as posições e contornos humanos trazem inconscientemente a mesma forma do símbolo de nosso logo. Keep On Naked, seja pela capa ou conteúdo, mostra essa harmonia, ritmo, swing, calor e intensidade que buscamos”.

Mais informações sobre datas e plataformas de lançamento de “Keep On Naked” serão divulgadas em breve.

Além de Juh Leidl e Henrique Matos, o Threesome também é formado por Fred Leidl (guitarra/piano/vocal), Bruno Manfrinato (guitarra) e Bob Rocha (baixo).

 

Mais Informações:

www.3somerock.com

Fonte: Som do Darma