Posts com Tag ‘Surra’

Após uma enérgica e lotada primeira edição em 2018 com 19 bandas que se apresentaram em dois palcos, o Insane Music Festival está de volta no dia 28 de agosto deste ano, agora no Carioca Club (São Paulo), novamente com um line-up de bandas clássicas e nomes em ascensão do rock, punk e hardcore nacional.

A realização é da Agência Sobcontrole. Os ingressos são limitados, compre aqui: https://www.clubedoingresso.com/evento/insanemusicfestival.

O 2º Insane Music Festival será palco de um retorno triunfal há tempos aguardado pelos fãs de punk/hardcore. É o evento escolhido pela icônica banda Mukeka di Rato fazer o show de retorno, após cinco anos parados, que ainda celebrará o lançamento do disco Boiada Suicida, previsto para sair próximo à data do fest.

O Mukeka, formado em 1995 na cidade de Vila Velha (Espírito Santo) e cujo baixista/vocalista é o ilustre Fabio Mozine (também da Laja Records), é conhecida pelo humor sarcástico, bases pesadas e vocais velozes.

Outro show especial nesta segunda edição do Insane, que terá mais de oito horas de música, é outra renomada banda capixaba: Dead Fish. O headliner do fest, há tempos uma das formações mais destacadas em todo o Brasil em se tratando de punk/hardcore consciente e desafiador, promete um set list especial, exclusivo para esta apresentação.

Mas além dos prometidos shows emblemáticos de Mukeka di Rato e Dead Fish, o 2º Insane Music terá outras seis bandas de destaque no cenário nacional, nomes que já romperam nichos e estão cada vez mais no radar do público do rock/punk/hardcore.

O icônico Garage Fuzz está em um momento ímpar nos mais 31 anos de carreira. Com novo vocalista (Victor Franciscon, ex-Bullet Bane) e uma sequência ovacionada de shows, a banda santista vem ao Insane com seu hardcore melódico turbinado e ávido por interação intensa do público.

Outra banda confirmada no fest que está a todo vapor é o Matanza Inc., formado em 2019 por ex-integrantes do Matanza. Ao vivo, o quarteto é ainda mais robusto e pesado. No bloco do peso, tem também o power trio santista Surra e seu único thrashcore cativante e crítico, com um invejável currículo de shows Brasil afora em questão de uma década em pulsante ativa.

O hardcore está muito bem representado ainda com o feroz Bayside Kings, o quarteto santista que modernizou seu estilo no mais recente registro, Existência, cantando em português e trazendo elementos new school do HC à sonoridade.

Mais duas bandas completam o altivo line-up do 2º Insane Music Festival: os paulistanos do Ravel, da nova safra que mistura rock alternativo e hardcore com melodias e muita reflexão, e as power trio feminino The Mönic: peso, bpm’s acelerados, vocais rasgados e melódicos são as marcas registradas da banda que te faz viajar diretamente para os anos 90.

Além do shows, o festival terá discotecagem surpresa, extensa área de merch, diversos stands de marcas variadas, tattoo e muito mais.

INSANE MUSIC FESTIVAL 2022

Data: 28 de agosto de 2022
Horário: 14h30 até as 22h
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 2899
Classificação etária: 16 anos

Ingressos: https://www.clubedoingresso.com/evento/insanemusicfestival

Pista:
1º lote – R$70,00
2º lote – R$80,00
3º lote – R$100,00

Camarote:
1º lote – R$100,00
2º lote – R$120,00
3º lote – R$150,00

Tedesco Mídia

Acontece neste sábado (12), no Fabrique Club (São Paulo), mais um Pre-Kool Metal Fest, com Surra, Damn Youth, The Damnation, Sangue de Bode e Fossilization no lineup.

Assim como Pre-Kool Metal de fevereiro (com D.F.C., Eskröta, Cerberus Attack, Cemitério e Blasthrash), o deste fim de semana também serve de ‘esquenta’ para o evento principal no mês de abril, com Belphegor (Bélgica), Ratos de Porão (show oficial de lançamento do novo disco), Krisiun e a estreia da Crypta em São Paulo, Vazio, Nervochos e novamente o Cerberus Attack.

Para assistir aos shows, é necessário o uso de máscaras e, na entrada do Fabrique, apresentar comprovante de duas doses da vacina contra a Covid-19.

Surra
Há alguns anos o Surra tomou tudo de assalto e, hoje, é sem dúvidas é o maior expoente do hardcore/metal nacional. Com uma carreira consolidada na estrada, a banda angariou fãs em todos os extremos, tanto em termos geográficos como em termos musicais, Caburaí ao Chuí, do melódico ao grind.

Hoje a banda colhe os frutos dessa batalha. Repleto de lançamentos na maior parte do tempo e inovador na forma de lidar e interagir com o público. Teremos um show com muitas novidades, surpresas e a descontração que sempre foi peculiar ao Surra.

“Vamos fazer um show especial de 10 anos do Surra, com um repertório com músicas de toda a discografia”, comenta Guilherme Elias (Baixo/Vocal).

Damn Youth

Os Novos Titãs do Pedaço é possivelmente a banda que o Kool Metal mais trouxe para São Paulo em um curto espaço de tempo. Pudera, o thrash metal dos caras é a potencialização da agressividade e energia do estilo, com a ética política e produtiva do hardcore. O show energético, caótico e catártico é garantia da casa.

Aliás, fontes fidedignas nos informaram que a banda vai incluir material novo no set para celebrar essa ocasião.

Fossilization

O duo de death metal paulistano é formado por V. (Vocal, guitarra, baixo) e P. (Bateria), membros da banda de sludge/doom Jupiterian, que em pouco tempo conquistou o respeito e admiração da cena underground, dentro e fora do Brasil.

O Fossilization surgiu durante a pandemia em 2020 e a ideia era gravar o EP sem pretensão de shows, afinal, o horizonte de eventos parecia inalcançável naquele momento. Agora com as coisas voltando ao normal, o caminho é o palco – primeiro no Kool Metal Fest! Este será um show focado no EP de estreia ‘He Whose Name Was Long Forgotten’.

A organização é conjunta entre Loja 255, Agência Sobcontrole e Cospe Fogo Gravações.

Sangue de Bode

Mais um show de estreia! A nova sensação carioca transita naturalmente entre vários gêneros da música pesada, indo do rock psicodélico ao industrial, do punk ao black metal.

Com seu jeito torto e disforme, o Sangue de Bode mostra uma sonoridade única. Suas apresentações virtuais já renderam um secto de fãs fiéis que certamente estarão ávidos para testemunhar essa heresia sonora pessoalmente.

No Kool Metal, a banda vai tocar músicas dos dois discos, o A Sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo (2020) e o recém-lançado Seja Bem Vindo de volta pra Cruz, via Xaninho Discos, já como um quarteto.

“Com a retomada dos eventos presenciais, a banda pretende voltar com tudo pra estrada. Estamos a caminho, Kool Metal! Não vemos a hora de encontrar geral!”, comenta a banda.

The Damnnation

Mais uma estreia, agora o power trio de thrash metal também fará seu show inaugural no Pré-Fest de março.

Formado por musicistas consagradas da cena metal nacional, o The Damnnation promete um show avassalador. Seu EP de estreia, “Parasite”, foi lançado em 2020 pela Xaninho Discos.

“Estamos muito felizes de depois de um ano trabalhando duro, ensaiando, gravando, vamos poder finalmente pisar nos palcos e mostrar nosso som a vocês, inclusive do álbum novo e com bandas tão fodas com a gente! Ansiedade que fala?!”, comenta a banda.

Serviço
Kool Metal Pré-Fest
Data: 12 de março de 2022 (sábado)
Local: Fabrique Club – Rua Barra Funda, 1071 – Barra Funda, São Paulo
Horário: 16h
Classificação etária: 16 anos
Ingressos: R$ 40,00 segundo lote, mediante doação de 1kg de alimento não perecível no dia do evento.
Vendas pelo site do Clube do Ingresso
Ponto de venda sem taxa: Loja 255 (Galeria do Rock)
Compre on-line: https://www.clubedoingresso.com/evento/surra-damnyouth-fossilization-sanguedebode-thedamnnation.

Tedesco Mídia

O Kool Metal Fest já está devidamente anunciado para maio de 2022 (29/5, Carioca Club), com um lineup devastador, com nomes como Belphegor (Bélgica), Ratos de Porão (show oficial de lançamento do novo disco), Krisiun e a estreia da Crypta em São Paulo, entre outros. Acontece que o fest surfa com tudo nesta retomada dos shows presenciais e, até lá, realiza diversos Pré-Fest, como este poderoso recém-revelado!

No dia 12 de março, o terceiro Kool Metal Pré-Fest acontece no Fabrique Club com cinco bandas, duas delas já são atrações cativadas no evento, Surra, Damn Youth, enquanto as outras três são novatas que fazem suas respectivas estreias no palco deste tradicional evento na capital paulista: The Damnation, Sangue de Bode e Fossilization.

Surra
Há alguns anos o Surra tomou tudo de assalto e, hoje, é sem dúvidas é o maior expoente do hardcore/metal nacional. Com uma carreira consolidada na estrada, a banda angariou fãs em todos os extremos, tanto em termos geográficos como em termos musicais, Caburaí ao Chuí, do melódico ao grind.

Hoje a banda colhe os frutos dessa batalha. Repleto de lançamentos na maior parte do tempo e inovador na forma de lidar e interagir com o público. Teremos um show com muitas novidades, surpresas e a descontração que sempre foi peculiar ao Surra.

“Vamos fazer um show especial de 10 anos do Surra, com um repertório com músicas de toda a discografia”, comenta Guilherme Elias (Baixo/Vocal).

Damn Youth

Os Novos Titãs do Pedaço é possivelmente a banda que o Kool Metal mais trouxe para São Paulo em um curto espaço de tempo. Pudera, o thrash metal dos caras é a potencialização da agressividade e energia do estilo, com a ética política e produtiva do hardcore. O show energético, caótico e catártico é garantia da casa.

Aliás, fontes fidedignas nos informaram que a banda vai incluir material novo no set para celebrar essa ocasião.

Fossilization

O duo de death metal paulistano é formado por V. (Vocal, guitarra, baixo) e P. (Bateria), membros da banda de sludge/doom Jupiterian, que em pouco tempo conquistou o respeito e admiração da cena underground, dentro e fora do Brasil.

O Fossilization surgiu durante a pandemia em 2020 e a ideia era gravar o EP sem pretensão de shows, afinal, o horizonte de eventos parecia inalcançável naquele momento. Agora com as coisas voltando ao normal, o caminho é o palco – primeiro no Kool Metal Fest! Este será um show focado no EP de estreia ‘He Whose Name Was Long Forgotten’.

A organização é conjunta entre Loja 255, Agência Sobcontrole e Cospe Fogo Gravações.

Sangue de Bode

Mais um show de estreia! A nova sensação carioca transita naturalmente entre vários gêneros da música pesada, indo do rock psicodélico ao industrial, do punk ao black metal.

Com seu jeito torto e disforme, o Sangue de Bode mostra uma sonoridade única. Suas apresentações virtuais já renderam um secto de fãs fiéis que certamente estarão ávidos para testemunhar essa heresia sonora pessoalmente.

No Kool Metal, a banda vai tocar músicas dos dois discos, o A Sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo (2020) e o recém-lançado Seja Bem Vindo de volta pra Cruz, via Xaninho Discos, já como um quarteto.

“Com a retomada dos eventos presenciais, a banda pretende voltar com tudo pra estrada. Estamos a caminho, Kool Metal! Não vemos a hora de encontrar geral!”, comenta a banda.

The Damnnation

Mais uma estreia, agora o power trio de thrash metal também fará seu show inaugural no Pré-Fest de março.

Formado por musicistas consagradas da cena metal nacional, o The Damnnation promete um show avassalador. Seu EP de estreia, “Parasite”, foi lançado em 2020 pela Xaninho Discos.

“Estamos muito felizes de depois de um ano trabalhando duro, ensaiando, gravando, vamos poder finalmente pisar nos palcos e mostrar nosso som a vocês, inclusive do álbum novo e com bandas tão fodas com a gente! Ansiedade que fala?!”, comenta a banda.

Mais Pré-Fest
De janeiro a maio, e por que não mesmo depois do fest, o Kool Metal realiza uma série de shows paralelos com a finalidade de, todos juntos, desenferrujar e ir gradativamente sentindo como é assistir a um show em frente à banda, em carne e osso.

Um Baile do Capiroto tão cabuloso que nem a expressão ‘Foda pra caralho’ consegue dar conta de traduzir o nosso sentimento ao anunciar os fests”, comenta a organização.

Outro Pré-Fest já anunciado é o de janeiro, que acontece dia 29/1 na Fenda, e terá as bandas Urutu e Lasso. Para mais informações: https://www.instagram.com/p/CXJu57kJnkS/.

Serviço
Kool Metal Pré-Fest
Data: 12 de março de 2022 (sábado)

Local: Fabrique Club – Rua Barra Funda, 1071 – Barra Funda, São Paulo
Horário: 16h
Classificação etária: 16 anos
Ingressos: R$ 35,00 promocional, primeiro lote, mediante doação de 1kg de alimento não perecível no dia do evento.
Vendas pelo site do Clube do Ingresso
Ponto de venda sem taxa: Loja 255 (Galeria do Rock)
Compre on-line: https://www.clubedoingresso.com/evento/surra-damnyouth-fossilization-sanguedebode-thedamnnation.

Tedesco Mídia

Com a proposta de um festival cultural para fomentar a cena musical do metal brasileiro, cruzando bandas de diferentes gerações e estilos musicais nichados no rock ‘n roll, nasce o Noise Knob. Um evento em formato híbrido que busca resgatar a essência musical. Para o idealizador Leonardo Panara “Noise Knob surge com a necessidade de algo novo no cenário do rock e metal nacional e a minha vontade de inserir essa experiência para o público e para todos que trabalham no setor da música pesada no Brasil”.

O festival conta com bandas de gerações e projeções diversas, fomentar a interatividade entre público e bandas, incentivar e valorizar a cena musical do metal com profissionais e artistas consagrados no gênero e também os que estão entrando agora no cenário.
 
SHOW

O evento será totalmente online e para celebrar o mês do rock acontecerá nos dias 9 e 16 de julho de 2021 das 19H às 21:30H em formato de live.

No primeiro dia, 9 de julho, abrindo o festival com um show totalmente exclusivo, o Surra que tem sido considerada uma das bandas que está movimento a cena underground nacional, seguindo pelo Questions, hoje uma das melhores bandas de hardcore que surgiram na América do Sul. Para fechar a noite, os veteranos do punk rock Ratos de Porão, que desde 1981 conquista fãs no mundo inteiro com suas letras politizadas.

O segundo dia, 16 de julho, conta com abertura do Bayside Kings, apresentando sua música rápida, melódica, agressiva e cheia de questionamentos internos e externos. Seguindo pela banda Glória que volta à ativa com energia total e nova formação. Para fechar o último dia do festival, o Dead Fish chega com o pé na porta tocando suas músicas cheias de críticas direcionadas, mensagens de proatividade e discurso de resistência, encerrando com classe o Noise Knob Festival.

Os shows foram gravados antecipadamente no estúdio High Five, seguindo os protocolos estabelecidos para gravações audiovisuais elaborados em conjunto pela SindCine, APRO e SIAESP – esse protocolo atende as exigências apontadas pela OMS e outros entidades de saúde e vigilância sanitária.  

O festival conta com o apoio das marcas Brutal Kill e o programa Autoral Brasil (Kiss FM), além de abraçar a causa do Instituto Escuta. Atuando desde 2011, o Instituto Escuta investe no desenvolvimento máximo de crianças surdas que usam implante coclear e de suas famílias. Durante os shows haverá um QRCODE para arrecadar doações para o instituto. Conheça mais aqui: http://institutoescuta.org.br
 
PODCAST
 
Noise Knob também conta com um podcast conduzido pelo Leonardo Panara, que receberá os vocalistas João Gordo do Ratos de Porão e  Dead Fish, somando dois podcast exclusivos. Após o festival, o projeto de podcast continuará para produzir conteúdos exclusivos e inserir o formato na cena do rock e metal nacional.

SERVIÇO:

NOISE KNOB FESTIVAL

Ratos de Porão, Questions e Surra
Data: 09 de julho
Horário: A partir das 19H
Local: Canal no youtube do Noise Knob


Dead Dish, Glória e Bayside Kings
Data: 16 de julho
Horário: A partir das 19H
Local: Canal no Youtube do Noise Knob
Link do evento no Facebook:https://www.facebook.com/events/324613405822984?ref=newsfeed

Acompanhe tudo sobre o NOISE KNOB através dos canais oficiais FACEBOOKINSTAGRAM e YOUTUBE

Reverbera Music Media

Krisiun-Kool-Metal-Fest.jpeg

Se é peso que explica a essência do Kool Metal Fest, nada mais lógico do que adicionar o trio gaúcho de brutal death metal Krisuin ao lineup da edição 2019. Este ano, o evento que terá como atração principal os lendários norte-americanos do Brujeria, entre outras bandas nacionais, como Nervosa e Surra, acontecerá dia 10 de novembro, no Carioca Club (São Paulo).

O Krisiun é, atualmente, o grande nome do death metal brasileiro, uma honraria conquistada ao longo de quase 30 anos de carreira. Alex Camargo (baixo e vocal), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria) estão em turnê mundial do 11º registro, Scourge of the Enthroned, um petardo que resgatou a brutalidade e velocidade do passado, sem deixar de apresentar flertes com outras escolas do death metal, além de novamente ter momentos de groove e thrash metal.

Será o segundo ano consecutivo que a capital paulista recebe dois gigantes do metal extremo mundial num mesmo evento: em maio de 2018, Krisiun e Brujeria protagonizaram uma noite pesada no Espaço 555. Para o compromisso no próximo mês de novembro, a expectativa é fazer mais um pandemônio, agora no Carioca Club.

O Kool Metal Fest 2019 já conta com seis bandas confirmadas e mais novidades devem ser anunciadas em breve. Até o momento, o lineup conta com Brujeria, Krisiun, Nervosa, Surra, Eskröta e Cemitério.

SERVIÇO
Kool Metal Fest 2019
Evento: https://www.facebook.com/events/2339095949678856/
Bandas: Brujeria + Krisiun + Surra + Eskröta + Cemitério + Nervosa
Data: 10 de novembro de 2019
Horário: 15 horas (portas); 16 (início do evento)
Local: Carioca Club
Endereço: rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros/São Paulo
Classificação etária: 16 anos
Ingresso:
Pista: R$ 100,00 (primeiro lote ingresso meia/promocional – mediante um quilo de alimento); R$ 200,00 inteira
Camarotes: R$ 150,00 (primeiro lote, meia/promocional – mediante um quilo de alimento); R$ 300,00 inteira
Ponto de venda sem taxa:
Loja 255 (galeria do rock), na Rua 24 de maio, 62, primeiro andar – sala 255. Telefone: (11) 33616951
Online: https://www.clubedoingresso.com/evento/koolmetalfest-brujeria
Produção: Agência Sobcontrole, Loja 255 e Cospe Fogo
Turnê da Xaninho Discos

Tedesco Comunicação & Mídia

unnamed-11-480x320.jpg

Como os tradicionais e requisitados festivais de música pelos Estados Unidos e Europa, o Garage Sounds é daqueles eventos que dá palco para bandas de diversos segmentos do rock. Do rock alternativo ao death metal, passando pelo hardcore, punk, emo, thrash e até psicodélico, a aguardada primeira edição no Rio de Janeiro deste que é o maior fest itinerante do Brasil está devidamente confirmada para 12 de julho, no amplo e moderno Hub Rio (avenida Prof. Pereira Reis, 54) com 16 atrações.

São diversos palcos para acomodar desde bandas consagradas, com fama internacional, até nomes da cena carioca que estão em evidência e conquistando cada dia mais espaço e público. Os ingressos estão à venda no site oficial do evento: www.garagesounds.com.br.

A estreia do Garage Sounds no Rio de Janeiro vem com bandas do alto escalão da música nacional. Entre os headliners estão Krisiun, a banda brasileira de metal mais bem-sucedida da atualidade, com uma sólida carreira no exterior e álbuns que levam o peso e velocidade ao limite. Também em destaque no evento está o Glória, que canta em português em cima de uma sonoridade densa, entre o metal e o hardcore, mas sempre com muita melodia. Os paulistas do Surra, então, mandam aquele famigerado e sempre empolgante crossover e não à toa é banda requisitada em festivais pelo Brasil.

Menos raivoso é o Hateen, nome bastante conhecido da cena hardcore melódico/emo, com quase 25 anos de estrada, assim como o Zander, que apesar de apenas uma década de atividades, já tem status de banda cult do rock alternativo e foi no Rio que, em 2010, fez uma show histórico, abrindo para o Green Day. 

Outra banda da nova safra no Garage Sounds Rio é o Molho Negro e seu rock visceral, direto do Pará, no melhor momento da carreira. Já tocam no Lollapalooza Brasil e foram a banda de abertura da turnê do The Oh Sees pelo país, em 2017. Esteban, que ficou famoso pelos seis anos como baixista do Fresno (2006-2012), dá ainda mais peso ao line up.

O Garage Sounds, como festival de fomento da cena autoral local, terá no palco diversas bandas cariocas. Tem o rock psicodélico e alucinado do Psilocibina, o rock contemporâneo e pontual do Malvina, que vem de uma mesma cena inspirada e que ressalta a verve de protesto como o Nove Zero Nove, Pavio, Ladrão e New Day Rising. O peso do metal volta com o thrash cheio de brasilidades do Tamuya Thrash Tribe e com o death/black ímpar do Enterro. A revolução também está presente na música do Join the Dance, a única que conta com uma mulher nos vocais, e seu hardcore, ora alternativo, ora metal e até com espaço pro emo.

Plural que é, o Garage Sounds também terá espaço gastronômico com os foodtrucks Orange Burger, Carango Foodtruck e Pub Vegano. Em um outro canto, as tradicionais banquinhas de discos dão as caras com a Abraxas Records, Electric Funeral Records e Obscur Records, selos locais que trabalham com bandas de todo o Brasil e de diversos segmentos do rock. Ainda tem lugar para o Mega Wartz Tattoo montar um estúdio adaptado para seu Flash Tattoo.

A cervejaria artesanal carioca Hocus Pocus também marcará presenta no Garage Sounds Rio. Uma das marcas brasileiras mais conceituadas deste universo, a cervejaria leva ao evento, por exemplo, a Orange Sunshine, uma American Blonde Ale com adição de laranja em que a refrescância cítrica dos lúpulos e da fruta se equilibram para que cada gota só transmita sentimentos bons. 

Garage Sounds – O festival Garage Sounds acontece desde 2017 e vem expandindo gradativamente desde então. O evento itinerante, que tem a intensão de reforçar a cena rock brasileira, é encabeçado por grandes nomes do rock e além de oferecer oportunidade para bandas locais de cada cidade por onde passa. Os palcos do Garage Sounds já receberam mais de 100 bandas e, em 2019, o festival passará por 11 cidades: Curitiba, Santos, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Aracaju, Maceió, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus e Belém, além de uma edição especial em Amsterdã, na Holanda. 

SERVIÇO

Garage Sounds Rio de Janeiro

Evento: https://www.facebook.com/events/616967735485837/

Data: 12 de julho de 2019

Horário: a partir das 19 horas

Local: Hub Rio 

Endereço: Avenida Professor Pereira Reis, 50, Santo Cristo (RJ/RJ)

Ingresso: https://www.garagesounds.com.br/ingressos (pague em até 12 vezes)

Meia (Lote Promocional) : R$ 52,50  (+ R$ 5,25 taxa)  

Meia Social (Lote Promocional) : R$ 52,50  (+ R$ 5,25 taxa)  
Inteira (Lote Promocional) : R$ 105,00  (+ R$ 10,50 taxa)

Realização: Garage Sounds

Produção: Electric Funeral Records e Collapse Agency

Tedesco Comunicação & Mídia

Evento tem as bandas Overkill e Tankard (foto) como headliners – fotos: divulgação
Já começou a contagem regressiva para a tão aguardada primeira edição do Overload Beer Fest! A organização do evento revelou recentemente os horários das atrações que vão se apresentar, no próximo dia 3 de fevereiro, no Carioca Club, em São Paulo.

Serão mais de 8h ininterruptas com grandes representantes do thrash metal/hardcore no Brasil e no exterior, além de seguir os mesmos padrões de qualidade realizados durante as três históricas edições do Overload Music Fest.

O evento vai promover o encontro histórico de nomes consagrados como Overkill (EUA), Tankard (ALE) e Ratos de Porão, além de D.F.C., Surra e Blasthrash. Também haverá venda de cervejas artesanais*, burgers, lanches veganos e metal market.

Apesar da grande procura, os fãs ainda podem garantir presença adquirindo os ingressos disponíveis no site do Clube do Ingresso (https://www2.clubedoingresso.com/evento/overloadbeerfest) e pontos de venda autorizados. Mais informações no serviço abaixo.

Veja a programação oficial do Overload Beer Fest 2019:

Celebrando praticamente 40 anos de estrada, o Overkill, um dos nomes mais respeitados do thrash metal mundial, finalmente está de volta ao Brasil, após tanto tempo sem reencontrar os fãs. Bobby “Blitz” Ellsworth (vocal), Carlo “D.D.” Verni (baixo), Dave Linsk (guitarra), Derek Tailer (guitarra) e Jason Bittner (bateria) já vem promover o pesado novo álbum “The Wings Of War”, que será lançado, no dia 22 de fevereiro, via Nuclear Blast.

Já o Tankard não vê a hora de desembarcar e protagonizar mais uma histórica apresentação no País. Andreas “Gerre” Geremia (vocal), Frank Thorwarth (baixo), Olaf Zissel (bateria) e Andreas “Andy” Gutjahr (guitarra) não dispensam energia no palco com performances hilárias, mesmo tocando um poderoso thrash metal old school. Representante do “The Big Teutonic 4” ao lado de Kreator, Sodom e Destruction, o Tankard, desde a formação em 1982, na belíssima Frankfurt, segue na estrada sempre fazendo a diversão da galera ao exaltar a cerveja e as belas mulheres.

A lendária banda brasileira Ratos de Porão está pronta para mais uma vez tomar a capital paulista de assalto. Após longa tour do aclamado álbum “Século Sinistro”, João Gordo (vocal), Jão (guitarra), Juninho (baixo) e Boka (bateria) seguem mantendo a mesma vitalidade, força e irreverência do inicio de carreira. O quarteto possui uma longa discografia com álbuns que se tornaram clássicos absolutos como “Crucificados pelo Sistema” (1984), “Cada Dia Mais Sujo e Agressivo” (1987), “Brasil” (1989) e “Anarkophobia” (1990).

Quem também promete roubar a cena do Overload Beer Fest é o D.F.C. Donos de clássicos do hardcore nacional como “Igreja Quadrangular do Triângulo Redondo”, “O Massacre da Guitarra Elétrica” e “O Mal que vem para Pior”, o grupo brasiliense atualmente formado por Tulio (vocal), Miguel (guitarra), Leonardo (baixo) e Bruno (bateria) está completando 26 anos e não será um mero coadjuvante diante de tantos grandes nomes.

Representando a respeitada cena do hardcore santista, o Surra é atualmente formado por Leeo Mesquita (guitarra/vocal), Guilherme Elias (baixo/vocal) e Victor Miranda (bateria). Influenciados pelos riffs rápidos do Thrash Metal e pela linguagem direta e a atitude do hardcore punk, o power trio já dividiu palco com alguns dos principais nomes como Sepultura, Ratos de Porão, Dead Fish, Claustrofobia, D.F.C., Garage Fuzz, Project46 e até mesmo nomes internacionais como D.R.I. e Dr. Living Dead. Por falar em palcos, a banda se tornou conhecida pelo seu ritmo incansável de turnês. Desde 2012, já são mais de 250 shows por todas as regiões do Brasil e mais de 10 países da Europa.

O Blasthrash, um dos nomes mais respeitados do underground sul-americano, terá mais uma oportunidade para mostrar o poder do seu thrash metal diante dos fãs paulistanos. Após dividir o palco com Tankard, Assassin, Onslaught, Toxic Holocaust e Vader, Dario Viola (vocal), Jhon França (guitarra), Diego Rocha (guitarra), Diego Nogueira (baixo) e Rafael Sampaio (bateria) estão preparados para abrir a festividade em grande estilo.

*Se beber, não dirija! Opte por transporte público, táxi ou aplicativos de transporte privado. O Carioca Club fica ao lado da estação Faria Lima – Linha Amarela do Metrô.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/OverkillWreckingCrew
https://www.facebook.com/tankardofficial
https://www.facebook.com/RatosdePoraoOficial
https://www.facebook.com/dfchaos
https://www.facebook.com/surrahardcore
https://www.facebook.com/Blasthrash
https://www.facebook.com/overloadbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

SERVIÇO SÃO PAULO
Overload orgulhosamente apresenta Overload Beer Fest
Line-up: Overkill, Tankard, Ratos de Porão, DFC, Surra e Blasthrash
Cervejas artesanais, burgers, lanches veganos e metal market

Data: domingo, 3 de fevereiro de 2019
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros (próximo ao metrô Faria Lima)
Horário: 14h (open doors) | 15h (showtime)
Imprensa: press@theultimatemusic.com | 11 964.197.206
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/2326945987376148
Classificação etária: 16 anos. Entre 14-16 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos.
Estacionamento: nas imediações (sem convênio)
Estrutura: ar condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes

# SETORES / PREÇOS (1º lote)
– Pista meia/promocional: R$120
– Camarote meia/promocional: R$ 180,00
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

# COMPRA PELA INTERNET – https://www2.clubedoingresso.com/evento/overloadbeerfest
# PONTO DE VENDA OFICIAL (sem taxa de serviço – apenas em dinheiro): bilheteria do Carioca Club
# PONTOS AUTORIZADOS (com taxa de conveniência):http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar

**** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

Fonte: The Ultimate Music Press

thumbnail.jpg

Nos últimos instantes da década de 1970, Warriors – Os Selvagens da Noite lotou cinemas e logo causou frenesi como um dos mais eletrizantes filmes de ação do momento, mostrando a realidade violenta das ruas e o engajamento de jovens em gangues para lutar contra o sistema. Não à toa as ideias do filme ganharam notoriedade na ainda incipiente cena punk rock brasileira nos anos seguintes e, como uma homenagem e reverência à época, a Agência Sobcontrole criou o Warriors Festival, que acontece dia 21 de julho no Espaço 555, com 10 bandas!

Periferia S.A., Skamoondongos, DFC, Surra, Cosmogonia, Norte Cartel, Direction, Faca Preta, Santa Muerte e Eskrötasão as bandas escaladas para a primeira edição do Warriors Fest, cujos ingressos já estão à venda online e, a partir do dia 27/5 também em pontos físicos, sem taxa (mais informações no serviço abaixo).

Assim como a gangue Warriors, protagonista do filme, que se aventurou pelas ruas de Nova Iorque para defender a integridade dos integrantes e escapar de armadilhas dos grupos rivais, as bandas do festival – da nova e velha geração punk/hardcore/crossover – representam a resistência da música de protesto ante modismos e as adversidades em estar na linha de frente do sempre sólido e persistente underground brasileiro.

Periferia S.A. – Jão, guitarrista e membro fundador da banda de hardcore/crossover thrash Ratos de Porão, também canta e toca guitarra no Periferia S.A com antigos integrantes do RDP, Jabá (baixo e vocal) e Dru (bateria). É um ícone nacional do punk de protesto que nasceu nos anos 80, ficou inativo por 23 anos e, reformulado desde 2014, está firme na proposta de executar um som intenso e agressivo com letras que colocam o dedo na ferida da sociedade e do retrógrado tradicionalismo.

Skamoondongos – O Warriors Fest recebe a primeira banda paulista de ska, formada em 1995. Os incontáveis shows dentro da cena punk e a perseverança para se consolidar levou o Skamoondongos a um incrível contrato com a gravadora Paradoxx, e assim chegaram e conquistaram fama além de um nicho. MTV, paradas de sucesso da rádio 89 são apenas alguns dos veículos por onde circularam constantemente nas décadas passadas. Reativada em 2014 por Axl Rude e Wellington Mello da formação clássica original, a banda é composta também por músicos experientes no cenário nacional, com passagens no Cólera, Radio Ska, Maleducados, Falsones, Nokaos, entre outras.

DFC – Molecada 666, Igreja Quadrada do Triângulo Redondo e O Mal Que Vem par Pior são títulos de músicas e álbuns desta lendária banda do Distrito Federal que permeiam o imaginário de qualquer fã de hardcore/crossover. Desde o início da década de 1990 fazem uma autêntica mistura de D.R.I., Attitude Adjustment, Varukers, Cryptic Slaughter, Dead Kennedys, Agnostic Front, Discharge, R.D.P., com canções cantadas em português repletas de sarcasmo.

Surra – Thrash punk antifascista, assim se autodeclara o Surra, que desde 2012 é mesmo uma porradaria – das boas. Os paulistas é hoje uma das bandas mais ativas e requisitadas da música pesada, com álbuns elogiadíssimos pela crítica e público: Bico na Cara (2012), Tamo na Merda (2016) e o EP Ainda Somos Culpados (2017). Já dividiu o palco com grandes nomes como Sepultura, Ratos de Porão, Project46, Dead Fish e Claustrofobia e tocou em grandes palcos e festivais, como o Hangar 110, Carioca Club, Oxigênio Fest e Roça’n’Roll.

Cosmogonia – Representante do Riot formada em 1993 em Osasco (SP) só por mulheres, a feminista Cosmogonia faz punk/hardcore agitado e energético. Entre 1998 e 2006 a banda gravou alguns singles e participou de coletâneas. Voltou em 2017 após um hiato de 12 anos com Gabi nos vocais, Maria Esther na guitarra e Dani na bateria, oriundas da formação de 2005 a 2007. Farol no baixo se junta à banda no final do ano passado. Ouça ‘O Sentir que Violenta’, uma música que resume a criatividade e ferocidade das mensagens da banda.

Norte Cartel – O hardcore rápido e ácido dos cariocas ecoa há mais de 10 anos pelo mundo, oriundo das cinzas da seminal Solstício e cujo norte é sempre as raízes nova-iorquinas eternizadas por Madball, Sick of it All e Warzone. O debut Fiel à Tradição e o segundo álbum, De Volta ao Jogo, são registros que colocam o Norte Cartel no alto escalão do hc nacional que prega respeito, amizade e união.

Direction – Banda nova, velhos conhecidos do punk/hardcore no Brasil. O Direction foi formado em 2016 por Thiago de Jesus, André Vieland, Rafael Stringasci e Fausto Oi, que tocam ou tocaram em bandas seminais da cena, como Good Intentions, Inspire, Live By The Fist e Dedication. O time de peso lançou o debut Mesmo Horizonte no mesmo ano em que nasceu, onde apresentam 10 músicas calcadas numa sonoridade old school, com muita melodia.

Faca Preta – O autêntico street punk do Faca Preta está em plena crescente e hoje a banda é uma das mais empolgantes da cena. Foi formada em 2013 por experientes músicos do underground nacional e tem, hoje, Marcelo na bateria, que também é baterista do Chuva Negra. Na bagagem, um EP de 2016, com o hit São Paulo, e o single Vida Dura, que saiu na coletânea Para Incomodar Vol.2, organizada pela Hearts Bleed Blue e Semper Adversus.

Santa Muerte – É latente a influência do thrash metal e do crossover oitentista na música do Santa Muerte, banda formada por três meninas na capital paulista em 2012. O som rápido e cru, popularmente apontado como “direto e reto”, ganha autenticidade pela voz estridente de Marília Massaro, também a guitarrista.

Eskröta – Mais uma representante do thrash 80 formado apenas por mulheres, o Eskröta aposta em riffs metalizados e na verve punk. O power-trio está na ativa desde o ano passado e atualmente divulgam o EP Eticamente Questionável, masterizado por Prika Amaral (Nervosa) e mixado por Leeo Mesquita (Surra).

SERVIÇO

Warriors Festival

Evento: www.facebook.com/warriorsfest

Data: 21 de julho de 2018

Horário: das 14 horas às 22 horas

Local: Espaço 555

Endereço: Avenida São João, 555 – Centro/SP (próximo à Estação República do metro e da Galeria do Rock)

Ingresso: R$ 30 (1º lote – estudante e promocional); R$ 40 (2º lote – estudante e promocional)

Online: https://ticketbrasil.com.br/festival/6093-warriorsfestival-saopaulo-sp/ingressos

Físico (sem taxa): Galeria do Rock, na Loja 255 (1º andar, tel 3361-6951); Penha, na Ska Skate (rua Capitão João Cesário, 79, tel 2305-7000)

Ingressos nos pontos físicos somente a partir do dia 27.05.

Censura: 14 anos. Menor de 14 somente acompanhado com responsável

 

Fonte: Tedesco Comunicação & Mídia

13254459_612081558954670_8341496229745523367_n.jpg

Collapse Agency apresenta seu primeiro Open Bar com as bandas convidadas SURRA (SANTOS), ROTTEN FILTHY (RS), UZÔMI, SATANGOSS E ÚLTIMO SOPRO no Rio de Janeiro!

O SURRA desembarca com a tour do disco “Tamo na Merda” e se apresenta em dois shows no Rio de Janeiro, juntamente com a banda de Cachoeira Do Sul (RS) ROTTEN FILTHY, que divulga a tour do disco “Inhuman Sovereign”.
Tudo isso ao lado da lendária banda carioca de crossover UZÔMI, os enfurecidos do SATANGOSS com seu som cru, violento e sanguinário e o post-hardcore do ÚLTIMO SOPRO com show de lançamento do EP “AURORA”.

+ DJ Les Cadavres a noite toda!

E pra ficar melhor: OPEN BAR!!!
MUITA, MAS MUITA CERVEJA, CUBA-LIBRE, HI-FI, REFRIGERANTE e ÁGUA.

Ingressos limitados: R$50 (valor incluso o open bar e entrada do show).

SURRA:
https://www.facebook.com/surrahardcore/?fref=ts

ROTTEN FILTHY:
https://www.facebook.com/rottenfilthyofficial/?fref=ts

UZÔMI:
https://www.facebook.com/uzomicrossover/?fref=ts

SATANGOSS:
https://www.facebook.com/satangossbrasil/?fref=ts

ÚLTIMO SOPRO:
https://www.facebook.com/u.sopro/?fref=ts

DIA 15 DE JULHO (SEXTA-FEIRA)
ABERTURA: 21H00
VALOR: R$50 (valor incluso o open bar e entrada do show).
Espaço Marun: Rua do Catete, 124 – Glória Rio de Janeiro, RJ

13254459_612081558954670_8341496229745523367_n.jpg

Collapse Agency apresenta seu primeiro Open Bar com as bandas convidadas SURRA (SANTOS), ROTTEN FILTHY (RS), UZÔMI, SATANGOSS E ÚLTIMO SOPRO no Rio de Janeiro!

O SURRA desembarca com a tour do disco “Tamo na Merda” e se apresenta em dois shows no Rio de Janeiro, juntamente com a banda de Cachoeira Do Sul (RS) ROTTEN FILTHY, que divulga a tour do disco “Inhuman Sovereign”.
Tudo isso ao lado da lendária banda carioca de crossover UZÔMI, os enfurecidos do SATANGOSS com seu som cru, violento e sanguinário e o post-hardcore do ÚLTIMO SOPRO com show de lançamento do EP “AURORA”.

+ DJ Les Cadavres a noite toda!

E pra ficar melhor: OPEN BAR!!!
MUITA, MAS MUITA CERVEJA, CUBA-LIBRE, HI-FI, REFRIGERANTE e ÁGUA.

Ingressos limitados: R$50 (valor incluso o open bar e entrada do show).

SURRA:
https://www.facebook.com/surrahardcore/?fref=ts
ROTTEN FILTHY:
https://www.facebook.com/rottenfilthyofficial/?fref=ts
UZÔMI:
https://www.facebook.com/uzomicrossover/?fref=ts
SATANGOSS:
https://www.facebook.com/satangossbrasil/?fref=ts
ÚLTIMO SOPRO:
https://www.facebook.com/u.sopro/?fref=ts

Evento: https://www.facebook.com/events/287834194882908/

DIA 15 DE JULHO (SEXTA-FEIRA)
ABERTURA: 21H00
VALOR: R$50 (valor incluso o open bar e entrada do show).
Espaço Marun: Rua do Catete, 124 – Glória Rio de Janeiro, RJ

Fonte: Collapse Agency