Posts com Tag ‘Sophies Threat’

Após sua estreia com o caótico single “Infernal Manipulation”, uma necessária reestruturação de formação deu à luz a duas brutais novas faixas: o pesadíssimo e conceitual “Suicidal God”,baseado na história do psicopata esquizofrênico americano Joseph Kallinger, e o mais recente – e mais Death Metal – “Speaking Of The Devil”, uma autocrítica ao ser humano e suas hipocrisias, a banda de Melodic Death/Thrash Metal paulista SOPHIE’S THREAT lançou seu primeiro videoclipe oficial da carreira.

A grande aceitação e os números expressivos de audições do mais recente e brutal single “Speaking Of The Devil” em todas as plataformas de streaming foram o grande motivo que fez com que Malu Sales (vocal), Tiago Carteano (bateria), Ricardo Oliveira e Marcão (guitarras), e Paulo R. “Satan” (baixo) decidissem captar imagens da banda em ação no Estúdio Oversonic, em São Paulo.

Assista “Speaking Of The Devil” em 

Gravado no Estúdio Oversonic (@oversonicestudio)
Vídeo editado por Tiago Carteano (@tdrummerofficial)
Áudio produzido, mixado e masterizado por Michel Villares (@meh.studio)
Maquiagem por Malu Sales (@xmaxlu)

“Pesada, agressiva, com linhas de voz bem melódicas e pedais duplos quase que em sua totalidade. Talvez seja a composição mais Death Metal que fizemos até agora”, comentou Tiago Carteano (bateria).

Sobre a letra de “Speaking Of The Devil”, Malu Sales comentou que “a inspiração veio durante um bate-papo com um amigo sobre outra pessoa que os dois conheciam, mas coincidentemente durante a conversa a pessoa em questão apareceu bem na hora, surgindo o famoso bordão ‘falando do diabo (ele aparece)’, desconcertando os dois imediatamente (risos).” 

Basicamente, a temática da faixa foi construída através da autocrítica sobre o quanto os seres humanos têm o hábito hipócrita de criticar os outros fazendo as mesmas coisas que criticadas, criando uma projeção das suas próprias falhas. “A letra é realmente um exercício para se enxergar através dos outros principalmente sem hipocrisia”, comentou Malu.

Seguindo a identidade visual e a temática abordada, a vocalista Malu Sales – além de sua voz extremamente agressiva – abrilhantou ainda mais a execução precisa e pesadíssima da banda, trazendo para o videoclipe a mesma maquiagem demoníaca estampada na arte de capa de “Speaking Of The Devil”.

“A proposta dessa maquiagem é além da representação da dualidade do bem e do mal, onde os chifres representam o que na nossa cultura se entende como “do mal”, mas temos a parte humano sempre sujeito a falhas em evidência. A interpretação literal da letra fala que o demônio que vemos nos outros pode ser apenas um reflexo do que também somos”, concluiu a vocalista.

Para breve, a banda está preparando o lançamento de mais novo single “Poison”, que para quem está acompanhando os recentes shows do quinteto já sabe o que esperar, e na sequência trabalhará para o tão sonhado EP de estreia.

Mais informações:

Formada em São Paulo pelos músicos Tiago Carteano (bateria) e Ricardo Oliveira (guitarra), foi batizada com este nome como referência ao Robô Sophia, que consegue reproduzir 62 expressões faciais e sendo projetado para aprender a trabalhar entre nós, seres humanos, adaptando-se aos nossos comportamentos. Esse robô é o primeiro humanoide a receber cidadania de um país (Arábia Saudita) e quando questionado em uma entrevista se destruiria a humanidade surpreendeu a todos respondendo que ‘sim’! Desse conceito, surgiu a ideia para o nome da banda, uma forma que seus integrantes encontraram para criticar o quão rápido o crescimento tecnológico pode destruir seu criador sem pensar em suas consequências. Com letras ousadas que enfrentam os dias atuais, muito peso, riffs marcantes e uma mistura competente de Thrash com o Melodic Death Metal, a Sophie’s Threat
 mostrou muita eficiência, seriedade e qualidade em três singles desaconselháveis para ouvidos sensíveis, e promete muito mais para seus próximos lançamentos, dentre ele um EP para o primeiro semestre de 2023.

Para fãs de: Arch Enemy, Testament, Sepultura, Carcass, Annihilator, Jinjer

Discografia:

“Infernal Manipulation” (Single/2022)
“Suicidal God” (Single/2022)
“Speaking Of The Devil” (Single/2022)

Ouça SOPHIE’S THREAT em:

Spotify: https://spoti.fi/3JADRDP
Deezer: https://bit.ly/3QmyACa
Amazon: https://amzn.to/3zAMF89
Apple Music: https://apple.co/3dapU3b

Mídias Sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/sophiesthreat
Instagram: https://www.instagram.com/sophiesthreat
Youtube: https://bit.ly/sophiesthreat

Fotos por Michel Villares
Arte de capa por Tiago Carteano


JZ Press

Foi lançado na sexta-feira, dia 23 de outubro, “Suicidal God”, o novo, conceitual e agressivo single da SOPHIE’S THREAT, banda paulista de Melodic Death/Thrash Metal que reestreia com uma nova formação ainda mais pesada e brutal.

Junto de Tiago Carteano (baterista) e Ricardo Oliveira (guitarra), a banda conta agora com os novos membros Malu Sales (vocal), Marcão (guitarra) e Paulo R. “Satan” (baixo).

Ouça “Suicidal God” em https://onerpm.link/116383506620

Produzido, mixado e masterizado por Michel Villares (M&H Studio), “Suicidal God” traz uma temática psicótica, violenta e assustadora de como a sociedade cria seus próprios monstros, e eles sempre voltam para buscar punição. Para ter um clima ainda amedrontador e realista, foi usado a história do psicopata esquizofrênico, e também assassino em série americano, Joseph Kallinger, que assassinou três pessoas – incluindo um de seus filhos – e torturou outras quatro famílias.

“Usamos trechos de uma real entrevista do criminoso na parte inicial e final da música, e nessa entrevista ele, esquizofrênico, fala que vozes em sua cabeça falavam para ele matar outros três milhões de pessoas, sua família e depois se matar para tornar-se um deus. Por conta disso que demos o título de “Suicidal God” ao single”, comentou Tiago Caertano (baterista).

Assista “Suicidal God (Lyric Video)” em https://youtu.be/qLHQ5J507CA

“Foi um desafio muito grande entrar na banda por eu ser uma pessoa muito tímida, apesar de gostar muito de ter uma banda, e também por ser minha primeira experiência usando um vocal mais agressivo e gutural. Já cantei de forma mais rasgada em outras bandas de Punk Rock, mas durante a pandemia estudei a técnica do gutural e desenvolvi meu vocal mais agressivo dentro do Metal, estilo que gosto muito, mas nunca tive intenção de ter uma banda antes da Sophie’s Threat (risos). “Suicidal God” foi como um teste para mim, inclusive escrevi essa letra forte junto ao Tiago e ao produtor Michel. Gravei os vocais em três tons diferentes para termos nuances e camadas diferentes para soar ainda mais brutal na mixagem final. Fiquei muito nervosa, mas correu tudo bem e gostamos muito do resultado”, comentou Malu Sales (vocal).

No momento a banda está gravando um videoclipe para “Suicidal God” e já tem um terceiro single inédito gravado para ser lançado muito em breve. Na sequência, a banda planeja o lançamento de um EP com cinco faixas novas e assim continuar a espalhar ainda mais a palavra do caos!

Mais informações:

Formada em São Paulo pelos músicos Tiago Carteano (bateria) e Ricardo Oliveira (guitarra), foi batizada com este nome como referência ao Robô Sophia, que consegue reproduzir 62 expressões faciais e sendo projetado para aprender a trabalhar entre nós, seres humanos, adaptando-se aos nossos comportamentos. Esse robô é o primeiro humanoide a receber cidadania de um país (Arábia Saudita) e quando questionado em uma entrevista se destruiria a humanidade surpreendeu a todos respondendo que ‘sim’! Desse conceito, surgiu a ideia para o nome da banda, uma forma que seus integrantes encontraram para criticar o quão rápido o crescimento tecnológico pode destruir seu criador sem pensar em suas consequências. Com letras ousadas que enfrentam os dias atuais, muito peso, riffs marcantes e uma mistura competente entre o Thrash e o Melodic Death Metal, a Sophie’s Threat mostrou muita eficiência, seriedade e qualidade em seu primeiro registro oficial, o single desaconselhável para ouvidos sensíveis “Infernal Manipulation”. Após esse primeiro lançamento, a banda sofreu severas mudanças de formação, deixando sua sonoridade ainda mais potente, brutal e impactante como sempre foi imaginado pelos seus fundadores!

Para fãs de: Arch Enemy, Testament, Sepultura, Carcass, Annihilator, Jinjer

Discografia:

“Infernal Manipulation” (Single/2022)
“Suicidal God” (Single/2022)

Formação:

Malu Sales – Vocal
Ricardo Oliveira – Guitarra
Marcão – Guitarra
Paulo R. “Satan” – Baixo
Tiago Carteano – Bateria


Ouça SOPHIE’S THREAT em:

Spotify: https://spoti.fi/3JADRDP
Deezer: https://bit.ly/3QmyACa
Amazon: https://amzn.to/3zAMF89
Apple Music: https://apple.co/3dapU3b


Mídias Sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/sophiesthreat
Instagram: https://www.instagram.com/sophiesthreat
Youtube: https://bit.ly/sophiesthreat


Fotos por Michel Villares
Capa do single por Marcão
Lyric Video por Thiago Caertano


JZ Press

A banda de Melodic Death/Thrash Metal Sophie’s Threat, formada em São Paulo pelos músicos Tiago Carteano (bateria) e Ricardo Oliveira (guitarra), foi batizada com este nome como referência ao Robô Sophia que têm a capacidade de reproduzir 62 expressões faciais e foi projetado para aprender a trabalhar entre nós seres humanos adaptando-se aos nossos comportamentos. É o primeiro robô humanoide a receber cidadania de um país (Arábia Saudita) e quando questionado em uma entrevista se destruiria a humanidade surpreendeu a todos respondendo que sim!

Desse conceito, surgiu-se a ideia para o nome da banda, uma forma que seus integrantes encontraram para criticar o quão rápido o crescimento tecnológico pode destruir seu criador sem pensar em suas consequências.Com letras ousadas que enfrentam os dias atuais, riffs vibrantes e marcantes, e uma mistura competente entre o Thrash e o Melodic Death Metal, a Sophie’s Threat mostrou muita eficiência, seriedade e qualidade em seu primeiro registro oficial, o single desaconselhável para ouvidos sensíveis “Infernal Manipulation”.

Ouça “Infernal Manipulation” em https://onerpm.link/241090273085

Versão legendada/traduzida de “Infernal Manipulation” em 

Produzido, mixado e masterizado por Michel Villares (M&H Studios)
Capa por Tiago Carteano

Infelizmente, logo após o lançamento de “Infernal Manipulation”, a banda sofreu severas mudanças de formação, mas com a entrada de Paulo R. “Satan” (baixo), Marcão (guitarra) e a vocalista Malu Sales, o som da banda voltou a ser ainda mais potente, brutal e impactante como sempre foi imaginado pelos seus fundadores!

“Com “Infernal Manipulation”, pretendemos mostrar o quanto as pessoas hoje são manipuladas por meio da tecnologia e escravas de redes sociais onde o mundo é ‘perfeito e feliz’, porém fora dessa esfera virtual suas vidas são condenadas e infelizes. Por trás de fotos bonitas, viagens caras e regalias mil, a história é completamente diferente. Precisamos nos ater a isso para que nossas vidas não se tornem vazias e mentirosas”, comentou Tiago Carteano (bateria).

“É um som direto e pesado! Gosto muito da questão de como é tratado hoje essa prostituição por likes e seguidores que esses ‘influencers’ fazem através de conteúdos ridículos, pífios, vergonhosos e degradantes que infelizmente também atraem pessoas com uma mentalidade vazia. Enfim, é um som nota 10 para mim”, finaliza Ricardo Oliveira (guitarrista)

No momento, a banda encontra-se produzindo um novo single chamado “Suicidal God”, também com o produtor Michel Villares, e nele a temática de sua letra mostrará como a sociedade cria seus próprios monstros, e eles sempre voltam para nos punir. Para isso, foi usada a história do psicopata esquizofrênico e assassino em série Joseph Kallinger, que assassinou três pessoas incluindo um de seus filhos e torturou outras quatro famílias.

“Usamos trechos de uma real entrevista do criminoso na parte inicial e final da música, e nessa entrevista ele, esquizofrênico, fala que vozes em sua cabeça falavam para ele matar outros três milhões de pessoas, sua família e depois se matar para tornar-se um deus. Por conta disso que demos o título de “Suicidal God” ao single”, finalizou Tiago.

Em breve, a reestreia triunfal da Sophie’s Threat com “Suicidal God” estará disponível para audição e apreciação de todos! Fique ligado!

Para fãs de: Arch Enemy, Testament, Sepultura, Carcass, Annihilator, Jinjer

Formação atual:

Malu Sales – Vocal
Ricardo Oliveira – Guitarra
Marcão – Guitarra
Paulo R. “Satan” – Baixo
Tiago Carteano – Bateria

Discografia:

“Infernal Manipulation” (Single/2022)

Ouça e Siga SOPHIE’S THREAT em:

Facebook: www.facebook.com/sophiesthreat
Instagram: www.instagram.com/sophiesthreatofficial
Youtube: www.youtube.com/channel/UCWbvM_tOSSNEyrdo5ZZKBOg
Streaming: https://onerpm.link/241090273085

JZ Press