Posts com Tag ‘Ruins Of Elysium’

Ruins of Elysium: escute a épica “Book of Seals”

Publicado: 17/07/2021 por Pedro Mello em News
Tags:,

O álbum “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea”, o terceiro da banda de Symphonic Metal, Ruins of Elysium, é certamente um dos melhores trabalhos lançados em 2021, pois, afinal, trata-se literalmente de uma obra de arte.

Começando pela bela ilustração da capa e mergulhando no oceano de melodias e arranjos refinados, não há como ficar indiferente a toda a emoção que suas composições transmitem aos ouvintes. Uma das mais destacadas é, indubitavelmente, a épica “Book of Seals”, que inicia suave e vai crescendo até explodir em vibração!

Confira, abaixo, a beleza de “Book of Seals”, disponível no canal de Youtube do Ruins of Elysium:

Acompanhe as novidades do Ruins of Elysium por suas redes sociais e ouça o álbum “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea” no Spotify:
https://open.spotify.com/album/4au3J65wAJmjE7UIUTsgmA?si=jRteq1ipRAS8u-Q7pE168w&nd=1

Ruins of Elysium:

Drake Chrisdensen (Tenor)

Vincenzo Avallone (Guitarra/Baixo)

Icaro Ravelo (Bateria/Teclado)

Mais informações:
Facebook: https://web.facebook.com/RuinsOfElysium/
Instagram: https://www.instagram.com/ruinsofelysium

Roadie Metal

“Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea”, terceiro álbum da banda de Symphonic Metal, Ruins of Elysium, é indubitavelmente um dos melhores trabalhos lançados neste ano de 2021. Isso é fato!

Assim como também é fato afirmar que o lyric vídeo lançado para a faixa “Atlas”, o primeiro single retirado do álbum, é uma produção belíssima e de refinado bom gosto. Com criação de Romulo Dias e Marcelo Silva, o lyric se aproveita das cores e da arte da capa de forma a gerar um vídeo tão vibrante e intenso quanto a música que motivou sua existência.

Assista o lyric vídeo de “Atlas” agora, pelo link abaixo:

Acompanhe as novidades do Ruins of Elysium por suas redes sociais e ouça o álbum “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea” no Spotify:
https://open.spotify.com/album/4au3J65wAJmjE7UIUTsgmA?si=jRteq1ipRAS8u-Q7pE168w&nd=1

Ruins of Elysium:

Drake Chrisdensen (Tenor)

Vincenzo Avallone (Guitarra/Baixo)

Icaro Ravelo (Bateria/Teclado)

Mais informações:
Facebook: https://web.facebook.com/RuinsOfElysium/
Instagram: https://www.instagram.com/ruinsofelysium

Roadie Metal

A edição nº 260 da revista Roadie Crew, a maior publicação de Rock e Heavy Metal no Brasil, traz o Ruins of Elysium em dose dupla!

Em entrevista conduzida pelo redator Thiago Prata, a banda fala sobre o lançamento do álbum “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea” e disserta sobre vários assuntos, como os convidados especiais e os temas tratados na parte lírica da obra.

Algumas páginas adiante, o redator Alessandro Bonassoli resenha o álbum, destacando a miscelânea de influências que podem ser identificadas dentro dos arranjos das composições.

Acompanhe as novidades do Ruins of Elysium por suas redes sociais e ouça o álbum “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea” no Spotify:

https://open.spotify.com/album/4au3J65wAJmjE7UIUTsgmA?si=jRteq1ipRAS8u-Q7pE168w&nd=1

Ruins of Elysium:

Drake Chrisdensen (Tenor)

Vincenzo Avallone (Guitarra/Baixo)

Icaro Ravelo (Bateria/Teclado)

Mais informações:
Facebook: https://web.facebook.com/RuinsOfElysium/
Instagram: https://www.instagram.com/ruinsofelysium

Roadie Metal

Responsável desde já por um dos melhores álbuns de 2021, o ótimo “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea”, a Ruins of Elysium apresentou uma novidade aos seus fãs. Se trata de uma versão orquestrada para a música “Rebel Hearts”, da cantora Föxx Salema, da qual o vocalista Drake Chrisdensen fez as orquestrações na versão de estúdio. Confira abaixo:

Vale lembrar que Föxx Salema participa de “Amphitrite: Ancient Sanctuary in the Sea” cantando na música “Okami: Mother of the Sun”. Confira o álbum abaixo:

Para saber de todas as novidades da Ruins of Elysium, acompanhe as redes sociais da banda.

Ruins of Elysium:

Drake Chrisdensen (Tenor)

Vincenzo Avallone (Guitarra/Baixo)

Icaro Ravelo (Bateria/Teclado)

Mais informações:

Facebook: https://web.facebook.com/RuinsOfElysium/

Instagram: https://www.instagram.com/ruinsofelysium

Roadie Metal

Ruins of Elysium - Novos integrantes.jpg

Um dos nomes mais importantes do Symphonic/Epic Metal brasileiro acaba de anunciar algumas mudanças importantes para a carreira do grupo em 2018.

Após lançarem o álbum “Seeds of Chaos and Serenity”, o músico, vocalista e fundador, Drake Chrisdensen abre à oportunidade de novos integrantes fazerem parte dessa grande banda brasileira. Atualmente o grupo se encontra sem um baixista e um baterista para apresentações na capital mineira e para futura tour nacional que vem sendo preparada para divulgação do álbum “Seeds of Chaos and Serenity”.

A banda que vem recebendo elogios, não só da imprensa brasileira, mas também de grandes veículos internacionais, que apontam para o grupo como um dos únicos do mundo a possuir em seu frontman, um vocalista tenor, sendo esse um dos principais diferencias na musicalidade da Ruins of Elysium.

A banda que conta atualmente com o vocalista Drake, na guitarra e o italiano Vicenzo Avallone, buscam um novo baixista e um baterista para as duas vagas disponíveis no conjunto. Com proposta séria e muita qualidade técnica, a banda espera encontrar rapidamente os músicos para início imediato do processo de adaptações e apresentações dos arranjos e harmonias criadas em toda a discografia da banda.

Os critérios necessários para fazer os testes com a Ruins of Elysium são muito simples, primeiro os candidatos necessitam morar em Belo Horizonte, ou entorno da cidade, ter a disponibilidade de ensaiar uma vez por semana, gostar e estar interessado em tocar ao estilo de Symphonic, Power, Epic e Extreme Metal. Interessados entrar em contato com o vocalista Drake Chrisdensen pelos contatos abaixo:

Facebook: https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Fone: (31) 9.7594-8810

Escute o último álbum “Seeds of Chaos and serenity”

 

Fonte: Roadie Metal

Promo

A banda de Epic Symphonic Metal Ruins Of Elysium lançou seu álbum Seeds of Chaos and Serenity neste ano, trabalho este que foi considerado pela crítica especializada um dos melhores e grandes destaques do ano de 2017. Seeds And Chaos And Serenity também conseguiu angariar ótimos comentários da imprensa estrangeira, graças ao seu Metal Sinfônico recheado de elementos orquestrais e pelos vocais tenores de Drake Chrisdensen, o que torna o Ruins Of Elysium diferenciada mundo afora. Um dos grandes destaques de Seeds Of Chaos And Serenity é a faixa que encerra o álbum, o épico de 39 minutos que dá nome ao disco.

Seeds Of Chaos And Serenity, a faixa, não é formalmente uma música, mas sim uma sinfonia em cinco movimentos. Em cada passagem desta composição, alternam-se momentos de peso e velocidade com outros de leveza e emoção, marca registrada do Metal Sinfônico do Ruins Of Elysium. A letra da sinfônia é baseada no mangá e anime de sucesso mundial Sailor Moon. Esta obra da cultura oriental marcou diversas gerações mundo afora e aqui no Brasil, inclusive marcando o próprio Drake, vocalista da banda, que é quem assina a composição e um conhecido fã da cultura Geek.

Cada arco/movimento da faixa-título corresponde a uma temporada de Sailor Moon, obra escrita originalmente por Naoko Takeuchi e que conta, em suma, a história de cinco garotas que podem se tranformar em heroínas, as “Sailor Senshi”, que recebem a missão de defender seu reino contra forças maléficas.

O primeiro Arco, Crystal, soa como se é esperado da Ruins Of Elysium: o mais puro Epic Symphonic Metal, com os indispenáveis pedais duplos e orquestrações épicas que dão o pontapé inicial à história. Já o segundo arco, Black Moon, tem uma pegada progressiva com synths espaciais, juntamente com solos de baixo e guitarra. Infinity, o terceiro arco, remonta à chegada do Messias do Silêncio e o fim do mundo, sendo não apenas o arco mais pesado e mais teatral, mas a canção mais pesada já feita pela banda. A balada Dreams, o quarto arco, como seu nome diz, cria uma ambientação de sonhos e fantasia onde o peso dá lugar à leveza e beleza de uma canção de ninar. O quinto arco, Stars, além de ser a canção mais longa da Ruins of Elysium, com seus quase 11 minutos, entrega toda grandiosidade que a banda promete em um fechamento épico para o conto de Sailor Moon. Uma viagem emocionante pelo tempo e pelo espaço sideral.

O Ruins Of Elysium é formado por Drake Chrisdensen (vocais), Vicenzo Avallone (guitarras), Gabryelle Mariano (contrabaixo) e Icaro Ravelo (bateria).

ACOMPANHE O RUINS OF ELYSIUM
https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Fonte: Roadie Metal

Promo.jpg

O grupo Ruins of Elysium acaba de disponibilizar em seu canal oficial do YouTube o novo Lyric Vídeo da música “The Birth Of A Goddess. A música faz parte do registro lançado no início do ano, “Seeds And Chaos of Serenity”, que vem concorrendo em vários veículos como um dos melhores álbuns de metal nacional do ano de 2017.

A música “The Birth Of A Goddess” é um épico de 7min com várias nuances e andamentos variados, a música transcende uma ideologia sincera e harmonias ricas em conceitos técnicos. A letra é uma dura crítica ao preconceito e revela o apoio e luta pelos direitos de todo LGBTQ.

A banda Ruins Of Elysium sempre deixou claro, desde os primórdios, sua luta pelo direitos igualitários e contra a homofobia, um dos pontos mais importantes da ideologia lírica do grupo, é mostrar as verdades que são escondidas da sociedade como um todo, em “The Birth Of A Goddess” as cores da comunidade LGBTQ são reverenciadas e gritam por uma justiça de igualdade, a intenção é mostrar ao mundo que o Brasil hoje é o país que se mata Transexuais em todo o mundo, estatisticamente, a expectativa de vida de um Transexual é de 35 anos no Brasil. Outro ponto importante é a dura realidade de ter que encarar um mundo de hipocrisia aonde 72 países ainda punem criminalmente LGBTQs e 10 destes países aplicam pena de morte se sua opção sexual for fora daquilo que eles julguem ser o correto.

Confira o Lyric Video de “The Birth Of A Goddess”:

O músico, vocalista e fundador da Ruins of Elysium, Drake Chrisdensen, se orgulha em representar todos aqueles que lutam pelo reconhecimento e direitos iguais aos LGBTQs: “Estas e outras estatísticas são apresentadas no vídeo de The Birth Of A Goddess, contrastando tantas cores no meio de um universo de estrelas e beleza com realidades impactantes. “Por que o nascer de uma Deusa incomoda o mundo? se a Flor mais bela é uma visão a se apreciar”? Metal é revolução, é contestação, é não se acomodar a dogmas e, sendo um estilo que se orgulha de acolher a todos, a Ruins Of Elysium se orgulha de falar sobre a causa LGBTQ e dedicar sua canção mais bela e épica a todos os membros desta comunidade.”

Aos fãs da banda, o disco “Seeds And Chaos of Serenity” está concorrendo a melhor álbum nacional do ano de 2017 em votação aberta pelo site Roadie Metal. A Ruins of Elysium conta com seu voto e apoio, basta acessar o link abaixo e entre as três opções que você poderá escolher, marcar “RUINS OF ELYSIUM”.

https://roadie-metal.com/vota%C3%A7%C3%A3o/melhores-do-ano-roadie-metal-2017-votacao-aberta/

Ruins of Elysium é formada por:
Drake Chrisdensen – tenor
Vicenzo Avallone – guitarra
Gabryelle Mariano – baixo
Icaro Ravelo – bateria

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/ruins-of-elysium/

Fonte: Roadie Metal

Serpentarius - Ruins Of Elysium.jpg

Toda grande banda trabalha para ser reconhecida com sua musicalidade e originalidade em suas composições e arranjos harmônicos, e é justamente o que fez com que os músicos e a banda Ruins of Elysium conquistassem uma forte gama de novos fãs ao redor do mundo com o lançamento da música “Serpentarius”.

Um verdadeiro divisor de águas na carreira homogênea do grupo que tem em sua formação músicos brasileiros e um italiano, a música “Serpentarius” foi o primeiro single oficial de “Seeds and Chaos of Serenity”, quando liberada a música causou um grande fervor no público e imprensa, sendo considerada uma verdadeira obra épica e única na história do Metal Nacional, devido aos seus arranjos belíssimos e suas vocalizações inigualáveis de Drake Chrisdensen.

Todas as inspirações líricas da Ruins of Elysium envolvem ideias criadas pelo tenor e vocalista do grupo, Drake, o músico que é defensor assíduo dos direitos igualitários do grupo “GLBTQS”, defende em suas letras seus ideais e inspirações, muitas abordam a discriminação homoafetiva da sociedade, assim como games de RPG, desejos e sexualidade e também misticismo.

E “Serpentarius” é sobre essa última ressalva, o misticismo, considerado o décimo terceiro signo, reconhecido como signo solar pelos astrônomos, a música traz consigo o mistério do número 13, que é considerado por muitos como místico. Alguns exemplos são mais evidenciados nas crendices populares como a Sexta Feira 13, o décimo terceiro apostolo, despertando anseios e curiosidades em todo uma parcela da população.

Utilizando do imaginário popular, a Ruins of Elysium, traduz em “Serpentarius” todo esse auto de proibição e desejo que temos em querer o que não podemos, utilizando de metáforas, o grupo desafia o ouvinte em se auto-descobrir, independente de qual seja seus segredos e medos, incluindo desejos sexuais. Tudo que é proibido, esquecido e misterioso, desperta curiosidade e é sistematicamente transformado em tabu pela sociedade, do ponto de vista poético, a banda leva aos fãs em Serpentarius, sua fuga das regras e imposições, para a própria auto-permissão.

Um dos adendos importantes da música é que ela foi escolhida pela Roadie Metal, como faixa de abertura da nona edição da renomada coletânea produzida pelo programa.

Ruins of Elysium é formada por:

Drake Chrisdensen: Tenor

Vicenzo Avallone: Guitarra

Icaro Ravelo: Bateria

Gabryelle Mariano: Baixo

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/ruins-of-elysium/

Fonte: Roadie Metal

Seeds of Chaos - Ruins o Elysium.jpg

O álbum “Seeds of Chaos and Serenity” do grupo Ruins of Elysium é recheado de composições épicas e temas inspirados em grandes games do mundo, uma dessas músicas que abordam grandes clássicos do vídeo game é a faixa “Shadow of the Colossus”, a segunda do álbum e com quase nove minutos de extenção.

A faixa “Shadow of the Colossus” tem como inspiração em sua temática lírica, o jogo mundialmente conhecido e que dá nome a própria música do grupo, o game é considerado por muitos como uma das maiores obras de arte da história dos games, devido sua alta resolução gráfica e dificuldade. O enredo do jogo se concentra em um jovem chamado Wander, que deve viajar por uma terra proibida com o objetivo de derrotar dezesseis criaturas, conhecidas simplesmente como “Colossi”, para restaurar a vida de uma garota chamada Mono. O jogo é incomum dentro do gênero de ação-aventura já que não existem cidades e calabouço para serem explorados. Não existe também nenhum personagem com quem interagir e nenhum inimigo além dos Colossi para derrotar. Shadow of the Colossus foi descrito como um jogo de quebra-cabeças, já que a fraqueza de cada Colossus deve ser identificada e explorada para que ele seja derrotado.

Já a canção criada pela banda Ruins Of Elysium procura recriar as sensações do jogo desde o completo abandono em um mundo extenso e de natureza proeminente até as épicas batalhas contra os Colossi. As harmonias se destacam como uma das mais progressivas em toda a carreira da banda, com variações constantes e elevações sinfônicas que aceleram a música, a banda cria um verdadeiro épico na história do Metal Nacional.

A banda Ruins of Elysium vem se preparando para lançar oficialmente o novo EP da carreira, intitulado de “The Birth of A Goddess” o disco ainda não tem data definida de lançamento, mas está confirmado como a antecipação do novo registro completo de estúdio na carreira do grupo. Enquanto o novo disco não chega a banda libera gradativamente o conceito individual das músicas do disco “Seeds of Chaos and Serenity”.

Ruins of Elysium é formada por:

Drake Chrisdensen: Tenor

Vicenzo Avallone: Guitarra

Icaro Ravelo: Bateria

Gabryelle Mariano: Baixo

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/ruins-of-elysium/

Fonte: Roadie Metal

Ruins - Gabryelle - Baixista.jpg

A banda de Epic Symphonic Metal Ruins of Elysium anunciou a mineira Gabryelle Mariano como nova baixista do conjunto.

Gabryelle começou a se aventurar pelo baixo motivada por sua paixão por bandas de Power Metal como Helloween, Gamma Ray, Iced Earth e Angra. Por isso, a Ruins of Elysium diz que podemos esperar um som mais Power do que nunca nos próximos lançamentos.

A banda, que ganhou reconhecimento nacional e internacional pelo caráter altamente épico de suas músicas e por ser a primeira banda a contar unicamente com vocal operistico de Tenor, finalizou a composição do sucessor do aclamado Seeds of Chaos And Serenity e lançará em breve um vídeo para a faixa The Birth Of A Goddess, um manifesto pelo orgulho LGBTQ.

Formação:

Drake Chrisdensen – Tenor/Voz

Vincenzo Avallone – Guitarra

Icaro Ravelo – Bateria

Gabryelle Mariano – Baixo

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/RuinsOfElysium/

Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/ruins-of-elysium/

Gleison Junior  (Assessor/Diretor)

(62) 9.81047866 – 32905706

Facebook Page Oficial: https://www.facebook.com/RoadieMetal/

Facebook Page Assessoria: https://www.facebook.com/roadiemetalassessoria/

Site: http://roadie-metal.com/

Fonte: Roadie Metal