Posts com Tag ‘Quilombo’

Quilombo: Ótima Entrevista ao Site Cultura em Peso

Publicado: 18/09/2018 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

a33c7bc95efa9c86424c1d1c4ca36cda.jpg

Mais uma pra conta! Mesmo ainda sem ter lançado seu debut EP, “Intakale”, o trio paulista QUILOMBO foi destaque em mais um grande site do underground nacional.

Trata-se do Cultura em Peso, onde o baterista e vocalista Panda Reis pôde falar um pouco mais sobre a banda, ideologia por trás das suas músicas, sonoridade, momento atual do Brasil e muito mais, confira um trecho:

“Nesse primeiro EP as composições e letras foram feitas separadamente, as letras já estavam sendo escritas, pois como disse a ideia sobre o tema já existia, então esse primeiro material fala apenas da questão do africano e seus descendentes , o próximo deve seguir a mesma linha, porém no futuro o assunto poderá ser outros, o que não faltam são mentiras históricas contadas por historiadores europeus tendenciosos e ideológicos porém já faz um tempo que historiadores africanos e afrodescendentes, vem se juntando com outros profissionais e pela interdisciplinaridade, chegando a verdade dos fatos narrados anteriormente. Temos temas para 575 discos duplos (RISOS)!” – Completa o músico.

Leia a entrevista completa aqui: http://culturaempeso.com.br/2018/09/12/quilombo-grupo-tras-fatos-historicos-ao-metal-confira-entrevista/

“Itankale” vem sendo gravado no estúdio O Beco e produzido por Guilherme Sorbello (Oligarquia), juntamente com o grupo, a arte e projeto gráfico está a cargo da competente empresa Elefante 011 e em breve será divulgada. Seu lançamento, no formato físico, será feito pelo selo Poluição Sonora Records, e em âmbito digital pela Sangue Frio Records, confira o tracklist já divulgado:

1 – Semideusas 
2 – Descendentes de Reis 
3 – Treze Nações 
4 – Diáspora d.C.
5 – Ancestralidade 
6 – Melanina

Contato para shows: pandadrums@hotmail.com 

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato 

Sites relacionados: 
http://www.facebook.com/quilombometal 
http://www.twitter.com/quilombodeath 
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57 

Fonte: Sangue Frio Produções

94012b2279353a224ac2ba0c35126057.jpg

Um novo nome no Metal nacional surge, e apesar de ainda estar trabalhando em seu trabalho de estreia, os paulistas do QUILOMBO não param de chamar a atenção de todos pelo seu viés contestador.

Desta vez a entrevista foi para a edição #42 do zine impresso Reboco Caído, onde o baterista e vocalista Panda Reis pôde falar um pouco mais sobre a formação da banda, debut EP “Itankale”, shows, e principalmente, sua ideologia!

Essa e outras edições do fanzine podem ser adquiridas pelo e-mail fsb1975@yahoo.com.br, porém está disponível na versão digital, para download e visualização online acessando o link a seguir: https://www.slideshare.net/ARITANA/zine-reboco-cado-42-vs-digital

Em paralelo, o QUILOMBO já se prepara para a primeira apresentação ao vivo de “Itankale”. Trata-se do “Awon Ti Eye Festival”, que acontece neste fim de semana, 18/18, no ‘O Beco Estúdio’ em São Paulo/SP, onde se encontrará ao lado das bandas Rapper’s Da Vila Campestre e Mirza, confira:

029a9e34178ad010b360f8493ce094b6.jpg

Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/488865431526059/

Contato para shows: pandadrums@hotmail.com 

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato 

Sites relacionados: 
http://www.facebook.com/quilombometal 
http://www.twitter.com/quilombodeath 
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57 

Fonte: Sangue Frio Produções

1459e9dd6ae6b714df81d4acfe1d9b5e

A todo vapor na finalização do debut EP “Itankale”, a banda paulista QUILOMBO concedeu mais uma ótima entrevista, desta vez ao blog Extreme Aggression.

Em uma conversa abrangente, conduzida por Aline Pavan, o baterista e vocalista Panda Reis comentou um pouco mais sobre o vindouro trabalho, bem como sua temática, estilo musical diferenciado, além de mais informações sobre um possível próximo álbum, confira um trecho:

“Iniciamos as composições e já fomos moldando o formato desse lançamento, no momento acabamos de gravar a participação do grande percussionista Binho Gerônimo, que deu um toque todo especial e trouxe pitadas da música Africana, devemos começar as gravações dos vocais nas próximas semanas. Estamos fazendo tudo bem na moral, sem pressa e sem pressão pois ao mesmo tempo que estamos gravando esse EP, já estamos compondo outro material. O público pode esperar um trabalho honesto, militante e que não tem pretensão alguma além de expor nossas ideias sobre a sociedade e história da humanidade.”

O músico falou também sobre o atual momento da política brasileira, influências, trajetória e muito mais, leia a entrevista completa aqui: http://blogextremeaggression.blogspot.com/2018/07/quilombo-o-publico-pode-esperar-um.html

Ainda sem previsão de lançamento, “Itankale” vem sendo gravado no estúdio O Beco e produzido por Guilherme Sorbello (Oligarquia), juntamente com o grupo, a arte e projeto gráfico está a cargo da competente empresa Elefante 011 e em breve será divulgada, aguarde!

QUILOMBO é formado por Allan Kallid na guitarra e vocal, Bruno no baixo e Panda Reis na bateria e vocal, a banda segue agendando shows e levando seu estilo contestador aos quatro cantos, produtores interessados escrevam para pandadrums@hotmail.com e solicite mais informações.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato 

Sites relacionados: 
http://www.facebook.com/quilombometal 
http://www.twitter.com/quilombodeath 
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57 

Fonte: Sangue Frio Produções

0a39d6cbaaaa258ca30af0d26477e98a.jpg

A banda paulista QUILOMBO foi destaque em um dos maiores portais relacionados à música pesada do Brasil, o Roadie Metal.

E em um bate papo abrangente, que abordou os mais variados temas, o baterista e vocalista Panda Reis falou principalmente sobre o aguardado EP “Itankale” e as temáticas abordadas, bem como seu posicionamento e embasamento histórico, confira:

O processo de pré-produção tem sido bem na moral, sem pressa, sem colocar o carro na frente dos bois, até porque não temos mais aquele desespero juvenil do passado, eu já estou no underground há tanto tempo, que chega um momento que você deixa as coisas fluírem naturalmente sem forçar nada, eu escrevi as letras antes das bases, mas isso porque sempre trabalhei assim no Oligarquia, e ainda não perdi a mania, provavelmente para o próximo, talvez mude a maneira de produção, mas estamos trabalhando até que bem rápido, todas as bases estão prontas e agora estamos encaixando as letras.

O conceito do álbum que na verdade será um EP, vem na qualidade do descendente africano em evoluir sempre, mas nunca deixar o passado, nunca esquecer seus ancestrais e sua cultura milenar, talvez pra quem não tenha essa descendência, pode não entender porque damos tanto valor a nossa ancestralidade e a nossa cultura, mas nós, afro, somos assim, seguimos em frente sempre olhando pra trás e trazendo o passado para o presente, temos a capacidade de renovação incrível, e isso permeia todo o EP… O nome mesmo já diz, Itankale significa Evolução, em língua Iorubá, e esse disco fala disso, da habilidade que meu povo tem de evoluir sempre, mas sempre com a base no que passou, sempre trabalhando o pretérito e o presente, preparando o futuro, falamos das merdas que os brancos fizeram conosco , mas contamos à parte que os brancos esconderam, manipularam e depreciaram, para assim justificar a dominação e opressão. Mas cada vez mais, historiadores africanos e afrodescendentes vem contando a verdadeira história e é assim que deve ser, ter a visão dos esquecidos da história, é uma maneira muito mais real e competente de se chegar perto da verdadeira verdade.

Somos uma banda, os três trabalham no processo de composição, isso aqui é um Quilombo, e nos Quilombos todos trabalhavam, ao contrários das cidades européias onde os brancos não queriam saber de trabalho e o achava indigno (risos).

A entrevista também tratou sobre o início do QUILOMBO, influências, cena brasileira e política dentro do Heavy Metal, leia a entrevista completa no link a seguir: http://roadie-metal.com/quilombo-contamos-a-parte-da-historia-que-os-brancos-esconderam-manipularam-e-depreciaram-para-assim-justificar-a-dominacao-e-opressao/ 

Ainda sem previsão de lançamento, “Itankale” vem sendo gravado no estúdio O Beco e produzido por Luiz e Renato da Caffeine Sound, juntamente com o grupo, a arte e projeto gráfico está a cargo da competente empresa Elefante 011 e em breve será divulgada, aguarde!

QUILOMBO é formado por Allan Kallid na guitarra e vocal, Bruno no baixo e Panda Reis na bateria e vocal, a banda segue agendando shows e levando seu estilo contestador aos quatro cantos, produtores interessados escrevam para pandadrums@hotmail.com e solicite mais informações.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:
http://www.facebook.com/quilombometal 
http://www.twitter.com/quilombodeath 
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57

Fonte: Sangue Frio Produções

a33c7bc95efa9c86424c1d1c4ca36cda.jpg

Um dos mais novos nomes do underground brasileiro, o QUILOMBO, acaba de anunciar uma forte parceria para este ano de 2018.

Trata-se do vínculo firmado com a SANGUE FRIO PRODUÇÕES, para que esta cuide dos assuntos relacionados a assessoria de imprensa, marketing, divulgação em massa, relações-públicas, venda de shows, manutenção de agenda e suporte em futuros lançamentos físicos e digitais.

Saiba mais acessando: http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57 

a564ae23c822c46dea89f5a659bb1a78.png

O QUILOMBO surgiu com a proposta de contar momentos históricos da humanidade com a musicalidade underground, flertando com o Death/Thrash Metal , o Grindcore e Hardcore, contando com músicos experientes da cena paulistana e embasados por fontes históricas que até pouco tempo não eram consultadas e completamente ignoradas puramente por questões ideológicas para manter a ordem vigente, até uma década atrás era impensado debruçarmos em fontes e historiadores africanos ou indígenas, porém a outra versão vem deles e eles devem ser consultados também, como a banda tem como membro um historiador “chato e curioso”, com pós graduação e cursos na área de história africana e indígena , e cansado de ler, ver e ouvir comentários, letras e headbangers falando um monte de absurdos a respeito do assunto e gente reproduzindo discursos eurocentrista e impregnado de pré-conceito e discriminação , se viu na necessidade de juntar o metal com história, para mostrar a versão dos vencidos, dos que foram calados, exterminados e nunca foram realmente ouvidos ou levado em consideração a história vista por parte deles.

QUILOMBO não veio para causar desigualdade ou pender a balança para um lado, mas veio para falar a versão à visão de quem não tinha voz e nem direito de escrever e falar de si mesmo, e sim equilibrar a balança.

FORMAÇÃO:
Allan Kallid – Guitarra e vocal

Bruno – Baixo
Panda Reis – Bateria e vocal

Entrevistas: contato@sanguefrioproducoes.com 

Contato para shows: pandadrums@hotmail.com

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:
http://www.facebook.com/quilombometal 
http://www.twitter.com/quilombodeath 
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/QUILOMBO/57

Fonte: Sangue Frio Produções