Posts com Tag ‘Nudz’

NUDZ-Time-For-Recreation-5_Easy-Resize.com_

Após chamar atenção com a intensidade do seu EP de estreia, “The Watcher”, lançado no primeiro semestre, a banda NUDZ divulga mais um clipe do álbum. Em “Time For Recreation”, o grupo surge cantando em meio a um ônibus onde os assentos deram lugar à diversão sem limites, um ambiente de liberdade onde as amarras sociais não exercem efeito. O vídeo já está disponível no canal de YouTube oficial da NUDZ.

Assista a “Time For Recreation”: 

Enquanto a letra confronta noções de realidade e devaneio, em versos como “Have you ever got so high that you need to put shackles in your mind?” (você já ficou tão louco que precisou colocar algemas na sua mente?), o clipe se desprende de qualquer convenção ao fazer um convite à curtição, onde um estilo de vida fora do convencional é regado a exageros, arrependimentos, agonias, e estados alterados de consciência.

“Queremos representar, com esse lançamento, a diversidade e a resistência, principalmente!  Assim como no título, convidar a um ‘tempo pra recreação’. A vida não está fácil pra ninguém, portanto, é uma forma de sublimar as dificuldades dos tempos políticos e sociais atuais”, reflete o guitarrista Fred Chamone, que também colabora nos backing vocals. Além dele, a banda é formada por Gabriel Lisboa (bateria), Felipe Valente (baixo) e Filipe Dutra (vocal e guitarra).

A locação inusitada é nada menos que um antigo ônibus escolar em estilo americano que faz parte do Jeca-Tatu, museu cultural e bar de estrada no trajeto entre Belo Horizonte e Lavras Novas. No veículo adaptado, o espaço para os bancos vira uma pista de dança e a iluminação de LED azul e colorida dá uma sensação quente e intensa. Tudo para combinar com o instrumental pesado da faixa, que alia guitarras a um clima stoner, post-grunge e nu metal que permeia “The Watcher”, primeira amostra autoral da NUDZ.

Foi a partir da entrega emocional e musical feita ao projeto que surgiu a banda, iniciada com jams em estúdio realizadas pelo ex-baterista Aldrin Salles e Chamone em 2017. “Nós fazíamos aquilo despretensiosamente, pensando só em expurgar pra fora do corpo todos os nossos demônios. O som foi ganhando cada vez mais carga sentimental, o que nos fez considerar fazer daquilo uma banda de verdade”, reflete Salles.

Junto do EP, a NUDZ lançou o primeiro clipe, para a música “Occasional Mistake”, dirigido por Bruno Paraguay, da banda Eminence. O vídeo trazia a banda em estúdio simulando a experiência vibrante e de entrega que inspirou o projeto desde o começo. 

Ouça “The Watcher”: http://bit.ly/TheWatcherEP

Veja o clipe “Occasional Mistake”: https://youtu.be/WKiQGvsoYH8

A NUDZ passou o ano de 2018 solidificando sua formação e criando o EP “The Watcher”. O trabalho foi produzido por Fred Chamone no Studio Independente, lar daquelas sessões primordiais. O álbum está disponível em todas as plataformas de música digital.

Assista a “Time For Recreation”: https://youtu.be/_6jANlv3xPI

Ficha técnica

Produção Executiva e Roteiro: Fred Chamone

Direção, Filmagem e edição/colorização: Bruno Paraguay

Assistência: Davidson Mainart

Produção de Elenco: Jessica Tonelli e Fred Chamone

Iluminação: Sérgio Grieco e Tonho Kuringa

Maquiagem: Daphne Corfield

Locação: Museu Cultural Jeca Tatu (Itabirito/MG)

Aluguel Bateria (Ludwig Vistalite Azul) : Saulo Ferrari

Van: Alex Vieira

Elenco: Jess Tonelli, Barbara Ann, Sue Tayne, Biah Junqueira, Michelle Esteves, Eliezer Gonçalves, Ady L.S., Amanda Louredo, Diogo Dias

Gravação, edição, mixagem, masterização e direção musical: Fred Chamone (Studio Independente) www.studioindependente.com

Guitarras e synths: Fred Chamone

Contrabaixo: Fred Chamone

Bateria: Aldrin Salles

Vocais: Filipe Dutra (Black Label)

Letra

Have you ever got so high that you need to put shackles in your mind?

Hard to control it, but you’ll  just feel complete, maybe this is real life…

I got my favourite dealer right next to me, and I am spending my coin here.

Was going home but I got carried away, and now I’ll start to regret this.

Something, got lost in translation.

Am I free to do as I desire?

I need my time for recreation,

Feeling so good, and so tied.

Another night without an hour of sleep, what does it take to keep me outta this?

But I’ll find a way, work night and day. 

Now have some Faith in me.

Something got lost in translation.

Am I free to do as I desire?

I need… my time for recreation,

Feeling so good, and so tied.

So good, so good.

SIGA NUDZ:

Instagram: https://www.instagram.com/nudzofficial/

Facebook: https://www.facebook.com/nudzofficial/

Build Up Media

mail.jpg

Durante despretensiosas sessões de estúdio, os músicos soltavam suas frustrações e ansiedades até sentirem uma verdadeira nudez de espírito. Foi a partir dessa força inicial que surgiu Nudz, novo nome da cena mineira que lança seu primeiro EP. Intitulado “The Watcher”, o trabalho está disponível nas plataformas de música digital e ganha um clipe para o single “Occasional Mistake”.

Ouça “The Watcher”: http://bit.ly/TheWatcherEP

Veja “Occasional Mistake”: 

A banda é formada por Aldrin Salles (bateria e vocal de apoio), Felipe Valente (baixo), Filipe Dutra (vocal e guitarra) e Fred Chamone (guitarra e vocal de apoio). A Nudz começou a ser formada em 2017, a partir de jams realizadas por Aldrin e Chamone em estúdio.

“Nós fazíamos aquilo despretensiosamente, pensando só em expurgar pra fora do corpo todos os nossos demônios. O som foi ganhando cada vez mais carga sentimental, o que nos fez considerar fazer daquilo uma banda de verdade”, reflete Salles.

A banda passou o ano de 2018 solidificando sua formação e criando seu primeiro EP, “The Watcher”. O trabalho foi produzido por Fred Chamone no Studio Independente, lar daquelas sessões primordiais.

“Esse EP representa uma nova era na vida de cada integrante da banda. Essa é, além de uma realização profissional, uma realização pessoal. Todos estamos aqui representados de corpo e alma e isso é importante demais para a manutenção da saúde mental/espiritual coletiva da Nudz”, conta Aldrin, que também é baterista da banda KKFOS.

Junto do EP, a Nudz lança o clipe de “Occasional Mistake”, dirigido por Bruno Paraguay, da banda Eminence. O vídeo traz a banda em estúdio simulando a experiência vibrante e de entrega que inspirou o projeto desde o começo. “The Watcher” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Ouça “The Watcher”: http://bit.ly/TheWatcherEP

Veja “Occasional Mistake”: https://youtu.be/WKiQGvsoYH8

Ficha Técnica:

Gravação, edição, mixagem, masterização e direção musical: Fred Chamone (Studio Independente – www.studioindependente.com)

Guitarras e synths em todas as músicas: Fred Chamone

Contrabaixo em “Time For Recreation”: Fred Chamone

Contrabaixo em “Choices” e “The Watcher”: Leo Quintão

Contrabaixo em  “Occasional Mistake” e “My Sexual Tool” e “ZRT 3022”: Felipe Valente

Bateria em todas as faixas: Aldrin Salles

Violão e shaker em Choices (Intro): Fred Chamone

Vocais em todas as faixas: Filipe Dutra (Black Label)

Backing vocals em “The Watcher” e ”Time For Recreation”: Fred Chamone

Backing vocals em “Choices” e “My Sexual Tool” e “ZRT 3022”: Filipe Dutra

Making of: Felipe Prado

Consultoria técnica (bateria) e assistência em “The Watcher”, “Time for Recreation” e “Choices”: Saulo Ferrari

Bateria de “ZRT-3022” gravada ao vivo (por Aldrin Salles)  no “Ensaio Aberto NUDZ/ISSO” evento que aconteceu no Studio Independente em dezembro de 2018.

Faixa-a-faixa:

“ZRT – 3022”

É o prelúdio do EP. Esse código se refere a etiqueta que estará escrita, na maca de hospital de um personagem do roteiro do clipe de “Time For Recreation”, que será lançado em breve.

“Time For Recreation”

Essa música caminha entre o nu metal, o stoner e o post-grunge. A letra fala sobre ter um estilo de vida fora do convencional, regado a exageros, arrependimentos, agonias, e estados alterados de consciência.

“Choices”

Essa música podia nem ter existido isso porque o Chamone fez uns esboços da harmonia em 2017, gravou no celular e esqueceu completamente. Depois de meses ouviu os esboços e ficou surpreso. A letra fala de uma lição de vida, de escolhas, de não se arrepender, de ser livre, de transcender, de encontrar Deus. Fala de amor, de apego, de afeto.

“Occasional Mistake”

Foi um dos primeiros temas das jam sessions entre Chamone e Aldrin. O riff do verso foi desenvolvido em ensaios e fez a coisa ficar mais pesada e limpa. Espaços vazios foram incluídos nas guitarras e baixos do refrão, para aumentar o impacto e fazer a música “respirar” mais, valorizando a bateria. A letra fala sobre libertação, realização desafios, escolhas e possui tema confessional.

“My Sexual Tool”

É uma espécie de funk, nu metal “pula pula”, a mais groovada do EP. O refrão leva para a maldade stoner, e o riff de ponte é um dos riffs mais empolgantes do EP. A letra fala de sexo e submissão.

“The Watcher”

A música mais stoner do EP.  Ela é densa, sombria, e fala sobre ser vigiado, controlado,  aquela coisa meio “Black Mirror”, ela fala sobre carma, sobre a cultura “olho por olho”.  Os riffs foram gravados por uma Fender Jazzmaster o que produziu harmônicos misteriosos no riff do fim. O final tem influência do final de “I want you”, dos Beatles. O solo noise do final é doentio e refletem problemas de saúde que Frederico Chamone teve em 2017/2018 (asma crônica).

NUDZ é:

Aldrin Salles (bateria e vocal de apoio)

Felipe Valente (baixo)

Filipe Dutra (vocal e guitarra)

Fred Chamone (guitarra e vocal de apoio)

SIGA NUDZ:

Instagram: @nudzofficial

Facebook: https://www.facebook.com/nudzofficial/

Build Up Media

Nudz: lança EP “The Watcher”

Publicado: 04/02/2019 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Nudz - The Watcher.jpg

Durante despretensiosas sessões de estúdio, os músicos soltavam suas frustrações e ansiedades até sentirem uma verdadeira nudez de espírito. Foi a partir dessa força inicial que surgiu Nudz, novo nome da cena mineira que lança seu primeiro EP. Intitulado “The Watcher”, o trabalho está disponível nas plataformas de música digital e ganha um clipe para o single “Occasional Mistake”.

Ouça “The Watcher”: http://bit.ly/TheWatcherEP

Veja “Occasional Mistake”: 

A banda é formada por Aldrin Salles (bateria e vocal de apoio), Felipe Valente (baixo), Filipe Dutra (vocal e guitarra) e Fred Chamone (guitarra e vocal de apoio). A Nudz começou a ser formada em 2017, a partir de jams realizadas por Aldrin e Chamone em estúdio.

“Nós fazíamos aquilo despretensiosamente, pensando só em expurgar pra fora do corpo todos os nossos demônios. O som foi ganhando cada vez mais carga sentimental, o que nos fez considerar fazer daquilo uma banda de verdade”, reflete Salles.

A banda passou o ano de 2018 solidificando sua formação e criando seu primeiro EP, “The Watcher”. O trabalho foi produzido por Fred Chamone no Studio Independente, lar daquelas sessões primordiais.

“Esse EP representa uma nova era na vida de cada integrante da banda. Essa é, além de uma realização profissional, uma realização pessoal. Todos estamos aqui representados de corpo e alma e isso é importante demais para a manutenção da saúde mental/espiritual coletiva da Nudz”, conta Aldrin, que também é baterista da banda KKFOS.

Junto do EP, a Nudz lança o clipe de “Occasional Mistake”, dirigido por Bruno Paraguay, da banda Eminence. O vídeo traz a banda em estúdio simulando a experiência vibrante e de entrega que inspirou o projeto desde o começo. “The Watcher” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Ouça “The Watcher”: http://bit.ly/TheWatcherEP

Veja “Occasional Mistake”: https://youtu.be/WKiQGvsoYH8

Ficha Técnica:

Gravação, edição, mixagem, masterização e direção musical: Fred Chamone (Studio Independente – www.studioindependente.com)

Guitarras e synths em todas as músicas: Fred Chamone

Contrabaixo em “Time For Recreation”: Fred Chamone

Contrabaixo em “Choices” e “The Watcher”: Leo Quintão

Contrabaixo em  “Occasional Mistake” e “My Sexual Tool” e “ZRT 3022”: Felipe Valente

Bateria em todas as faixas: Aldrin Salles

Violão e shaker em Choices (Intro): Fred Chamone

Vocais em todas as faixas: Filipe Dutra (Black Label)

Backing vocals em “The Watcher” e ”Time For Recreation”: Fred Chamone

Backing vocals em “Choices” e “My Sexual Tool” e “ZRT 3022”: Filipe Dutra

Making of: Felipe Prado

Consultoria técnica (bateria) e assistência em “The Watcher”, “Time for Recreation” e “Choices”: Saulo Ferrari

Bateria de “ZRT-3022” gravada ao vivo (por Aldrin Salles)  no “Ensaio Aberto NUDZ/ISSO” evento que aconteceu no Studio Independente em dezembro de 2018.

Faixa-a-faixa:

“ZRT – 3022”

É o prelúdio do EP. Esse código se refere a etiqueta que estará escrita, na maca de hospital de um personagem do roteiro do clipe de “Time For Recreation”, que será lançado em breve.

“Time For Recreation”

Essa música caminha entre o nu metal, o stoner e o post-grunge. A letra fala sobre ter um estilo de vida fora do convencional, regado a exageros, arrependimentos, agonias, e estados alterados de consciência.

“Choices”

Essa música podia nem ter existido isso porque o Chamone fez uns esboços da harmonia em 2017, gravou no celular e esqueceu completamente. Depois de meses ouviu os esboços e ficou surpreso. A letra fala de uma lição de vida, de escolhas, de não se arrepender, de ser livre, de transcender, de encontrar Deus. Fala de amor, de apego, de afeto.

“Occasional Mistake”

Foi um dos primeiros temas das jam sessions entre Chamone e Aldrin. O riff do verso foi desenvolvido em ensaios e fez a coisa ficar mais pesada e limpa. Espaços vazios foram incluídos nas guitarras e baixos do refrão, para aumentar o impacto e fazer a música “respirar” mais, valorizando a bateria. A letra fala sobre libertação, realização desafios, escolhas e possui tema confessional.

“My Sexual Tool”

É uma espécie de funk, nu metal “pula pula”, a mais groovada do EP. O refrão leva para a maldade stoner, e o riff de ponte é um dos riffs mais empolgantes do EP. A letra fala de sexo e submissão.

“The Watcher”

A música mais stoner do EP.  Ela é densa, sombria, e fala sobre ser vigiado, controlado,  aquela coisa meio “Black Mirror”, ela fala sobre carma, sobre a cultura “olho por olho”.  Os riffs foram gravados por uma Fender Jazzmaster o que produziu harmônicos misteriosos no riff do fim. O final tem influência do final de “I want you”, dos Beatles. O solo noise do final é doentio e refletem problemas de saúde que Frederico Chamone teve em 2017/2018 (asma crônica).

NUDZ é:

Aldrin Salles (bateria e vocal de apoio)

Felipe Valente (baixo)

Filipe Dutra (vocal e guitarra)

Fred Chamone (guitarra e vocal de apoio)

SIGA NUDZ:

Instagram: @nudzofficial

Facebook: https://www.facebook.com/nudzofficial/

Fonte: Build Up Media / Nathália Pandeló Corrêa