Posts com Tag ‘Motordrunk’

Motor - Show.jpg

No próximo dia 01/08 a banda de Heavy Metal MOTORDRUNK fará uma apresentação gratuita no SESC de São José do Rio Preto/SP, apresentando as músicas de seu debut autointitulado. Sergio Naza (vocal), Rafael ’69’ Dias (guitarra), Mauricio Lopes (guitarra/teclados) e Jovani Fera (bateria) estão comemorando uma década de devoção extrema ao som pesado, e embora ainda trabalhem na divulgação do debut, já estão dando os primeiros passos para o segundo álbum. Mauricio Lopes conta que para este ano ainda planejam o lançamento de dois videos clipes e mais shows pelo país, e revela detalhes sobre o vindouro novo CD: “Estamos preparando o material para um próximo álbum, onde temos a pretensão de iniciar as gravações no ano que vem. Inclusive, no show do SESC de São José do Rio Preto, apresentaremos uma inédita, que fará parte desse próximo álbum. A ideia é juntar todas as ideias e terminar as composições até o final do ano. Pelo que já temos pronto posso afirmar que há uma evolução natural em relação ao primeiro CD, ao mesmo tempo em que buscamos intensificar nossas influências em busca de uma sonoridade bem “motordrunkiana”!”.

O show será realizado na quinta-feira, 01/08, a partir das 21h, no SESC de São José do Rio Preto/SP, localizado na Avenida Francisco das Chagas Oliveira, 1333.

Assista ao video clipe de “Motordrunk”:

Esse próximo show da banda será no SESC, que vem abrindo as portas para o Metal em todo o Brasil. O mais interessante é que a entrada é gratuita. E nos tempos estranhos em que vivemos, onde o Brasil tem 13 milhões de desempregados, a entrada gratuita é uma oportunidade para o pessoal comparecer em peso. Mauricio dá sua visão: “Nos últimos anos, apesar de ainda existirem ótimos bares, pubs e festivais, tivemos uma grande queda considerando o espaço para o Rock, principalmente o Metal. É uma excelente oportunidade para o público e para as bandas que se apresentam também. Achamos excelente a iniciativa do SESC incluir o Metal culturalmente, e esperamos que mais iniciativas como esta percorram por todo o Brasil, abrindo um novo caminho para o underground.”.

Sobre o cenário Metal da cidade, Maurício aposta que a queda para os espaços dedicados ao Metal seja uma consequência global: “A cena, aqui no interior paulista, como no mundo inteiro, teve uma grande queda nos espaços para o Metal. Porém, bandas de altíssima qualidade nasceram por aqui é estão começando a fomentar o estilo. Como todos sabemos, o Heavy Metal não é um estilo muito popular, ainda mais no Brasil, e somado ao fato de a população estar sofrendo uma forte crise econômica, as prioridades acabam mudando, mas não podemos desistir e nos deixar abalar, afinal, é diante das dificuldades que prosperamos.”.

Ouça o álbum no Spotify:

https://spoti.fi/2DAzYOq

Contatos:

Facebook: www.facebook.com/officialmotordrunk

Youtube: http://bit.ly/MotorTube

Instagram: www.instagram.com/motordrunk

Twitter: www.twitter.com/motordrunk

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

 

Wargods Press

Motordrunk - Press2.jpg

Lançado no ano passado, o debut do MOTORDRUNK, autointitulado, apresenta um Heavy Metal pesado e classudo, resultado direto dos agora completados 10 anos de estrada do grupo, oriundo de São José do Rio Preto/SP. Sergio Naza (vocal), Rafael ’69’ Dias (guitarra), Mauricio Lopes (guitarra/teclados) e Jovani Fera (bateria) passaram por um momento complicado quando Mauricio Lopes teve problemas sérios de saúde. Em 2017, durante o processo de gravação do álbum, o guitarrista começou a sentir fortes dores na perna esquerda: “a dor era tão intensa a ponto de nem conseguir dirigir mais e, depois de várias consultas e exames, já em 2018, iniciei o tratamento com fisioterapia no joelho esquerdo, junto com a tendinite no braço e mão direita. Nessa parte arranquei o imobilizador do braço para fazer as fotos da banda”. Segundo o músico, os problemas já vinham com o tempo: “Por alguns anos tive dores nas costas (lombar), com intervalos de tempo consideráveis, onde achava comum devido ao sobrepeso. Essa dor começou a aumentar e com intervalos de tempo menores. Em alguns casos, durante os shows, uma amiga enfermeira ia me aplicar injeções para que eu conseguisse finalizá-los. Nesse mesmo ano as músicas do debut já estavam no processo de composição…”.

Assista ao video clipe de “Motordrunk”:

Entretanto, foi somente depois de quase quatro meses de fisioterapia sem resultado positivo com as dores que o guitarrista descobriu o real problema. Através de uma consulta com um neurologista foi feita uma ressonância que foi detectada uma situação rara, conhecida como “Síndrome da Cauda Equina”, doença que corta as funções motoras quando a hérnia de disco alcança a medula, como forma de defesa, para não lesionar mais os nervos. Mesmo com a iminência de uma cirurgia, Mauricio Lopes superou a dor e gravou o vídeo clipe doMOTORDRUNK, através de medidas como fisioterapia, acupuntura, etc. “Gravamos o clipe na segunda feira. Na mesma semana, quinta feira, senti uma dor absurdamente forte nas pernas e não consegui mais me movimentar. Não conseguia respostas do corpo da cintura para baixo. Nisso fui internado e, quatro dias depois, para a cirurgia.”. 

Entre idas e vindas do hospital, Mauricio mostrou aos médicos uma grande determinação e o amor pela banda e pelo Heavy Metal falaram mais alto. O próprio músico relata abaixo a conversa que teve com o médico:

Minha frase para o neurologista foi:

– Independente de o doutor me tratar com antibióticos ou me fazer outra cirurgia, volto a ensaiar em duas semanas para esse show.

A resposta do médico foi:

– Não posso prometer isso.

 Então retruquei:

– Não estou pedindo, estou comunicando o que farei.

Segundo Maurício, “nada me impediria de seguir com o sonho que há tanto tempo eu almejava”, que era o lançamento do debut doMOTORDRUNK. Embora tenha passado por tantas dificuldades, o sonho foi concretizado: “depois de vários processos, consegui, mesmo travado, realizar o show de estreia do Motordrunk! Ainda estou em recuperação, mas já recuperei 90% de minhas funções.”. O guitarrista ainda conta que muitos amigos perguntaram o porque de não ter feito a cirurgia de imediato, mesmo antes da gravação do clipe: “Segundo o neurologista, não tinha como saber se eu recuperaria minhas funções ou se eu aguentaria a cirurgia, era um risco muito alto, principalmente pelo peso. Tínhamos pouco tempo disponível para gravar o clipe, tanto com a disponibilidade do local, quanto com a estadia do diretor na cidade.”

Agora reestruturados e com Mauricio em plena recuperação, o MOTORDRUNK busca recuperar o tempo perdido e divulga “Motordrunk”para todos os aficionados num Metal de qualidade e sem dúvidas, feito com muito suor e garra, apesar das dificuldades.

Ouça o álbum no Spotify:

https://spoti.fi/2DAzYOq

Contatos:

Facebook: www.facebook.com/officialmotordrunk

Youtube: http://bit.ly/MotorTube

Instagram: www.instagram.com/motordrunk

Twitter: www.twitter.com/motordrunk

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Wargods Press

Motordrunk - Press.jpg

Dando sequência na divulgação do debut autointitulado, o MOTORDRUNK divulga o video clipe da faixa que dá nome ao grupo, mostrando todo o talento de Sergio Naza (vocal), Rafael ’69’ Dias (guitarra), Mauricio Lopes (guitarra/teclados) e Jovani Fera (bateria) em produzir um Heavy Metal pesado e autêntico. Formado em 2009, o MOTORDRUNK iniciou sua trajetória tocando covers de bandas consagradas em shows pela região de sua cidade natal, José do Rio Preto/SP. O guitarrista Maurício Lopes, em entrevista ao blog Ready to Rock, contou como foi essa transição dos covers para o som autoral: “A banda foi formada inicialmente com o intuito de executar covers das preferências de seus integrantes, executando-os pelos pubs da região. Foi apenas em 2014 que decidimos partir para as autorais, já que era vontade de todos. Tínhamos que conciliar os horários de encontro para as composições com os eventuais empregos de cada membro e o mesmo aconteceu com as gravações.”.

Não por acaso, as características de sua música autoral se posiciona nesse mesmo patamar – Heavy Metal moderno e classudo, com algumas pitadas de Hard Rock. Ao mesmo tempo em que traz referências a nomes antigos como Ozzy (fase Zakk Wylde) remete às bandas da geração atual, como Black Country Communion, Dream Evil e Monster Truck.  De uma forma geral, a presença de vocais marcantes, teclado, bateria precisa e a força criativa das guitarras garante à banda uma aura bem própria, distanciando-se de qualquer possibilidade de soar idêntica a qualquer banda já estabelecida.

Em resenha no blog Ready to Rock, o redator Júlio Verde destaca a experiência dos músicos: “O que se percebe é que a grande qualidade do álbum pode ser fruto, dentre outras coisas, da experiência que seus integrantes, tendo participado há décadas, de várias bandas da cena underground de Rio Preto, como Nothing Face, Cabrero e Last Wizzard. Mas, sem olhar para traz, o Motordrunk se muniu de elementos clássicos para gerar uma sonoridade com o frescor da modernidade, dando parceria entre o tradicional e o novo. Um belo álbum de estreia, direto, agradável, daqueles que dá vontade de ouvir diversas vezes. É apenas um começo certeiro, mas, se a banda mantiver esse esmero nos cuidados com a produção e tão impactante poder de composição, o Brasil ainda ouvir falar muito de Motordrunk.”.

 Confira a resenha e a entrevista no site o Ready to Rock:

http://bit.ly/2L6Q9t7

 Após um pequeno hiato entre o lançamento do álbum e um problema de saúde sofrido pelo guitarrista Maurício Lopes, o MOTORDRUNK se prepara para shows e segue divulgando o álbum, que pode ser conferido em todas as plataformas digitais.

Confira o track list:

01. Motordrunk

02. New Kind Of Freak

03. Drunk And Dangerous

04. Scars

05. Break Away

06. Black Machinery

07. Drink Away The Storm

08. Regression

09. Underdog

10. Quicksand

Ouça o álbum no Spotify:

https://spoti.fi/2DAzYOq

 Assista ao video clipe de “Motordrunk”:

Contatos:

Facebook: www.facebook.com/motordrunkofficial

Youtube: http://bit.ly/2XT4iLX

Instagram: www.instagram.com/motordrunk

Twitter: www.twitter.com/motordrunk

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

 

Wargods Press