Posts com Tag ‘Lyria’

Lyria: Aline Happ faz releitura folk de Lenny Kravitz

Publicado: 06/07/2020 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Lyria - Credito de Happ Photography (1)

Um dos clássicos de Lenny Kravitz, “Again”, acaba de ganhar releitura folk de Aline Happ, vocalista do Lyria. Enquanto na versão original o rock está bem presente nos instrumentos, no cover a guitarra e a bateria são substituídos por violinos, violão, percussão, e até mesmo sintetizadores e o cravo acompanhados do baixo. A canção faz parte de uma série de vídeos que já conta com cover do Disturbed (“Stricken”), David Guetta (“Titanium”) e Rihanna (We Found Love).

“Essa música é bem bonita, a melodia e a letra são bastante emotivas. É algo também bem diferente do que estou acostumada a cantar então achei que seria divertido fazer uma versão dela em um estilo mais acústico, folk e intimista.”, conta Aline Happ.

Durante a quarentena cada pessoa descobriu um novo talento. No caso de Aline Happ, foi por meio dos vídeos do canal que ela tornou-se produtora musical além de fazer a edição dos vídeos, conforme destaca Aline abaixo:

“Senti a necessidade de produzir ainda mais nessa época, então resolvi me aventurar neste mundo de produção. Estou aprendendo bastante. No Lyria eu já fazia muitas edições de vídeo e imagens, artes, parte de marketing, etc, mas não produzia a gravação das músicas, apenas das Lockdown Sessions. Eu já queria gravar versões há um tempo e agora nesse tempo sem shows, decidi que era a hora de lançar meu canal e experimentar algumas coisas”.

Entre as novidades deste vídeo está o lançamento do apadrinhamento do canal, via Padrim (Brasil) e Patreon (Mundial) e já conta com bastantes adeptos, homenageados no fim do vídeo. A modalidade de apoio funciona como um incentivo para artistas, especialmente para os independentes.

“É uma espécie de clube de vantagens. Eu ofereço recompensas diversas desde ter os nomes nos créditos dos meus vídeos a chat via Skype, caixa surpresa, bastidores das gravações, dentre outras coisas. As doações são mensais e as pessoas podem doar a partir de R$1 por mês. Cada valor tem recompensas diferentes. E caso a pessoa deseje, ela pode aumentar, diminuir ou até mesmo cancelar a doação.”, explica Aline Happ.

Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras.

Assista “Again” (Lenny Kravitz cover): 

Orbe Comunicação

Lyria: Aline Happ faz releitura da Rihanna

Publicado: 02/07/2020 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Lyria - Credito de Happ Photography (4)

A vocalista do Lyria, Aline Happ, lançou em seu canal no YouTube a versão de “We Found Love”, da Rihanna. A releitura substituiu o beat dançante de Calvin Harris pelo acompanhamento do piano e violino, destacando o timbre de Aline. A canção é a terceira a figurar no canal, que já conta com cover do Disturbed (“Stricken”) e David Guetta (“Titanium”).

“A minha ideia é trazer músicas bem diferentes para o meu canal e conseguir transformá-las em uma versão Aline. Gosto bastante dessa letra e a relaciono a minha vida pessoal. A minha ideia não é bem fazer um cover, mas uma versão. Deixar a música com a minha personalidade, por isso escolhi diferentes elementos, como os violinos”, destaca Aline Happ.

A canção foi lançada originalmente em 2011, pela Rihanna com participação do DJ Calvin Harris na produção e composição. A canção que mistura electro house com dance pop causou reações diversas entre os críticos de diversos países, embora tenha agradado os fãs chegando à posição 16 do Hot 100 da Billboard americana.

Esta não é a primeira vez que a Aline Happ atravessa a linha do metal e encontra-se com outros estilos musicais. Anteriormente, no canal do Lyria, a cantora já interpretou canções como “Let it Go” (Frozen); “Only Hope” (Switchfoot, popular na voz de Mandy Moore); e “Red is the Rose” (canção folclórica irlandesa).

“A minha ideia é postar vídeos toda semana. Podem esperar não somente vídeos de versões, mas também de maquiagem, receitas, exercícios e o que mais me der na telha (risos).”, avisa Aline.

Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras. 

Assista a versão de “We Found Love”: 

Orbe Comunicação

Dia do Baixista (divulgacao)

Neste dia 23 de junho é comemorado o Dia do Baixista. Responsável pelo groove e pela ligação entre os instrumentos, o baixo é um dos instrumentos mais importantes do rock and roll! Por isso, nada mais justo que ter um dia só para apreciarmos quem lida tão bem com este importante, porém injustiçado, instrumento! 

Na formação de uma banda de rock encontramos idolatria do vocalista ao guitarrista, até mesmo o baterista, consegue o seu holofote. O baixista, no entanto, não ganha tanta atenção quanto os outros instrumentistas, mas tente ouvir uma música do Iron Maiden, por exemplo, sem o poderoso baixo de Steve Harris. Ou pense no Queen sem o groove de John Deacon? Para acabar com essa injustiça com os baixistas, criamos uma lista de importantes baixistas no metal brasileiro para você conhecer, e apreciar!

Felipe Andreoli (Angra)

Conhecido por seu trabalho nas bandas Angra, Karma e Almah, Felipe Andreoli utiliza a técnica dos três dedos para extrair o som do seu baixo. Ele costuma tocar com os baixos da marca Ibanez SR e BTB, com cordas D’Addario e amplificadores Epifani. Em 2007, a revista de metal japonesa Burn! listou ele como um dos melhores sete baixistas do mundo.

Thiago Zig (Lyria)

Baixista do Lyria, banda de metal sinfônico carioca, Thiago Zig começou a tocar na adolescência, e queria mesmo era tocar uma bateria. Mas por insistência dos amigos, foi para o contrabaixo. No início, Zig utilizava um baixo Yamaha de 4 cordas, e depois pulou para um Ibanez de 5 cordas. Em seguida, na necessidade de um baixo maior, ele escolheu um Ibanez de 6 cordas. Atualmente,  ele usa um Music Man Sting Ray 5, um cabeçote Gallien Krueger, e uma caixa Hartke 4/10.

Andria Busic (Dr. Sin)

Baixista e vocalista da Dr. Sin, Andria Busic é autodidata e se interessou pelo baixo ainda pequeno, quando ouvia seu pai, trompetista de jazz apresentar-se. Na década de 80 formou a banda Prisma, que logo foi trocada para Platina, mas também foi nomeada como Slogan e Cherokee. Passou rapidamente pelo Ultraje a Rigor, Taffo e acompanhou Supla. Em 1991 a Dr. Sin foi formada e existe até hoje! Seu primeiro baixo foi um Gibson G3, 4 cordas, que ganhou do seu pai. Já foi patrocinado pela Yamaha, época em que usava os modelos Bb 714 Bs, Bb 2024 X Japan, Trb 1005 J  e também o Bbne 2 com 5 cordas Nathan East Signature.

Fernanda Lira (ex-Nervosa, Crypta)

Influenciada pelo já mencionado Steve Harris, a Fernanda Lira toca o baixo desde os 13 anos de idade. Também autodidata, ela é filha de músico e antes de se dedicar ao baixo, formou-se jornalista. Tocou nas bandas Hellgard, HellArise e Detonator e as Musas do Metal. É patrocinada pela holandesa Aristides Instruments desde 2012.

Luis Mariutti (Shaman, Angra)

Ficou conhecido no mundo durante os anos de Angra (1991 – 1999), e de lá pra cá já tocou no Shaman, About2Crash, Dirty Dogz, Sinistra e Motorguts. Luiz Mariutti foi considerado um dos 10 melhores baixistas do mundo, pela revista japonesa Burn!, e por 12 anos consecutivos ganhou como melhor baixista, pela Roadie Crew. Já utilizou baixos da Warwick, como o Vampyre NT Custom Shop 5 e Thumb Bolt-On 4. Também utilizou, em diversas fases da carreira os baixos Music Man Stingray 5, Ibanez Roadstar II Deluxe Rb760, Fender Precision Bass, Music Maker Bass 5 e o Earnie Ball Music Stingray 5 HH Stealth Black.

Paulo Jr. (Sepultura)

O mineiro é mais um influenciado por Steve Harris. Paulo Jr. é um dos membros fundadores do Sepultura e por seu destaque na música, conta até com a Medalha da Inconfidência, uma das maiores condecorações do país. Seu primeiro baixo foi um Giannini Supersonic, que tem até hoje. Entre mais de 50 baixos de sua coleção, o destaque é um baixo Fender de 71, comprado nos EUA por apenas 100 dólares em uma loja de penhores.

Dick Siebert (Korzus) 

Baixista de uma das bandas pioneiras do Trash Metal brasileiro, Dick Siebert tinha 21 anos quando se tornou referência do baixo no país. Pela velocidade do gênero nas músicas, ele adere a palheta em modelos de baixo que vão de Music Maker, MusicMan e Warwick de 4 cordas, e também um Music Maker de 5 cordas. O músico utiliza afinações que variam entre Dó e Mi Bemol, com o pedal de efeitos do tipo Bass Pusher.

Orbe Comunicação

Lyria: Aline Happ lança cover de “Titanium”

Publicado: 21/06/2020 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Aline Happ - Titanium Cover

Da house music para o acústico. A vocalista do Lyria, Aline Happ, lança em seu canal no YouTube uma versão da canção “Titanium”, do David Guetta. A música já foi apresentada pelo Lyria em alguns shows, há alguns anos, e hoje ganha uma releitura introspectiva, acompanhada pelo violão de Rod Wolf, guitarrista do Lyria. A versão também marca a estreia de Aline como produtora musical.

“No início, essa versão seria apenas voz e violão. Mas eu achei que ela pedia algo a mais, então resolvi me aventurar no mundo da produção desta vez. Até uma mini orquestra tem além de algumas influências eletrônicas.  Nunca tinha feito algo do tipo, mas fiquei bem feliz com o resultado.”, alegra-se Aline Happ.

A canção foi lançada originalmente em 2011, pelo David Guetta junto da cantora Sia. A quase balada emocional conquistou o sucesso em diversos países. A letra fala sobre expressar a força interior pessoal, mantendo a cabeça levantada por mais que tudo pareça machucar. “Gosto muito da melodia e da letra dessa música. Combina com aquilo que penso quando escrevo, traz uma ideia de força e superação.”, explica Aline.

Esta não é a primeira vez que a Aline Happ atravessa a linha do metal e encontra-se com outros estilos musicais. Anteriormente, no canal do Lyria, a cantora já interpretou canções como “Let it Go” (Frozen); “Only Hope” (Switchfoot, popular na voz de Mandy Moore); e “Red is the Rose” (canção folclórica irlandesa).

“Algumas bandas de metal têm uma pegada pop atualmente e vejo também muitas versões de músicas pop nos estilos rock e metal por aí. Nós mesmos já pegamos músicas até da Disney e criamos versões pesadas. Nos shows essas versões sempre fazem sucesso.”, destaca Aline.

Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras. Na estreia do canal de Aline Happ, a cantora apresentou uma versão acústica da canção “Stricken”, do Disturbed, em companhia do guitarrista do Lyria, Rod Wolf. O canal também aborda assuntos sobre maquiagens, alimentação, exercícios, entre outros temas.

Assista “Titanium” (David Guetta cover): 

Orbe Comunicação

Make-up Challenge do Metal

Durante a quarentena foram viralizados os chamados Challenge (desafios). No Brasil, a banda carioca de metal sinfônico, Lyria, inspirou-se no Don’t Rush Challenge, em que mulheres vão do natural à “montação”, que contou com versões em todo o mundo. O chamado Make-up Challenge, reúne diversas vocalistas do metal brasileiro para participar do desafio, que conta com Aline Happ (Lyria), Desireé Rezende (Fenrir’s Scar), Andressa Lé (Anfear), Monica Possel (Hamen), Vivs Takahashi (FlowerLeaf), Jessica Sirius (Aetherea), Naimi Stephanie (BrightStorm) e Grazy Mesquita (Lasting Maze). 

“Ao longo dos anos, percebemos que muitos não sabem o que é metal, associando o estilo a barulho ou a algo negativo. Assim, uma das nossas metas sempre foi levar o rock e o metal para o maior número de pessoas. Por meio deste vídeo, queremos despertar a curiosidade do público e mostrar a força e o estilo próprio das mulheres no metal sinfônico nacional”, define Aline Happ.

O desafio foi pensado como uma forma de mostrar a união das mulheres do metal brasileiro, mesmo em época de pandemia. A ideia é que o vídeo ajude a divulgar também as diversas bandas que contam com front-woman no Brasil.

“O Lyria sempre gostou de mostrar bandas do cenário, seja através dos festivais (Lyria Fest) ou da escolha de bandas de abertura para nossos shows. Quem sabe com esse vídeo descubramos outros talentos e mais pessoas apareçam para participar de um próximo vídeo divertido?”, finaliza Aline.

Assista o Make-up Challenge

Facebook: https://www.facebook.com/lyriaband/posts/3807838249291482

Instagram: https://www.instagram.com/tv/CBOMQZznSy1/?igshid=tt4ez0ppxsb1

YouTube: 

Lyria (RJ)

Facebook: https://www.facebook.com/lyriaband/

Instagram: https://www.instagram.com/lyriaband/

YouTube: https://www.youtube.com/lyriaband

Fenrir’s Scar (SP)

Facebook: https://www.facebook.com/fenrirsscar/

Instagram: https://www.instagram.com/fenrirsscar/

YouTube: https://www.youtube.com/FenrirsScar

Anfear (SP)

Facebook: https://www.facebook.com/bandaanfear/

Instagram: https://www.instagram.com/anfear.banda/

YouTube: https://www.youtube.com/anfearbanda

Hamen (SC)

Facebook: https://www.facebook.com/hamenofficial/

Instagram: https://www.instagram.com/hamenofficial/

YouTube: https://www.youtube.com/hamenofficial

FlowerLeaf (SP)

Facebook: https://www.facebook.com/flowerleafofficial/

Instagram: https://www.instagram.com/flowerleafofficial/

YouTube: https://www.youtube.com/flowerleafofficial

Aetherea (SP)

Facebook: https://www.facebook.com/aethereaofficialband/

Instagram: https://www.instagram.com/aethereaofficial/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC6EeulQ2ZU1b9HOIQIv-b9Q

BrightStorm (SP)

Facebook: https://www.facebook.com/BrightstormOfficial/

Instagram: https://www.instagram.com/brightstorm_band/

YouTube: https://www.youtube.com/BrightStormband

Lasting Maze (RN)

Facebook: https://www.facebook.com/LastingMaze1/

Instagram: https://www.instagram.com/lastingmaze/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCJ8yHppp5PuuZjVMJAdNJNw

Orbe Comunicação

Lyria: Vocalista Aline Happ, lança canal no YouTube

Publicado: 07/06/2020 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Lyria - Credito de Happ Photography (5)

A quarentena obrigou os artistas de todo o mundo a se reinventar e buscar novas formas de divulgar o seu trabalho. Para Aline Happ, vocalista da banda de metal sinfônico Lyria, foi o incentivo para iniciar um projeto que adiava há bastante tempo: ter o seu próprio canal no YouTube. A iniciativa visa aproximar-se com os fãs, e mostrar um lado desconhecido da cantora de metal, que pretende falar sobre música, receitas, exercícios e tutoriais de maquiagem. Os vídeos serão lançados semanalmente.

“Minha missão sempre foi tentar ajudar as pessoas. E a gente faz isso por meio do Lyria, com as músicas. Mas também queria trazer outros tipos de ajuda e achei que seria melhor criar um canal para isso. Nesse canal vou falar sobre bem-estar, sobre comida, sobre exercícios, maquiagens, fazer versões de músicas dentro e fora do metal. A ideia é aproximar a relação entre mim e os fãs, e a gente ter uma troca. Nessa época sem show, achei que foi o momento certo para iniciar este projeto”, conta Aline Happ.

Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras. Na estreia do canal de Aline Happ, a cantora apresenta uma versão acústica da canção “Stricken”, do Disturbed, em companhia do guitarrista do Lyria, Rod Wolf.

“É uma das minhas bandas favoritas e é uma música que realmente mexe comigo. Quis fazer uma versão dela, que já estava nos meus planos há muito tempo, e consegui trazer um conceito mais introspectivo, porque a música original é mais agressiva. Transformei ela do meu jeito.”, explica Aline Happ.

Assista a versão de “Stricken”: 

Orbe Comunicação

Lyria - Credito Happ Photography (2)

O coronavírus alterou a vida de todos. Com o Lyria, banda de metal sinfônico brasileira, não foi diferente. Mas nem a distância pode acabar com a vontade de fazer música e é por isso que foi lançada a Lockdown Sessions, série de vídeos gravada via celular na casa de cada integrante. Assegurando o isolamento social, a banda incentiva que cada fã continue em suas casas, mas sem deixar de curtir o bom e velho metal. Com lançamentos semanais, a série já conta com as músicas Jester, Follow the Music, Light and Darkness, e um tributo em homenagem ao Linkin Park, com um mashup de Crawling e Numb.

De maneira simples e muita criatividade, o Lyria já conta com um total que supera as 18 mil visualizações nos vídeos da Lockdown Sessions. Enquanto o streaming de shows é feito do home studio do Lyria, nas Lockdown Sessions cada um está na sua própria casa, ou estúdio, e as performances são gravadas nos celulares dos integrantes. Sem previsão para acabar, a série contará com mais músicas dos dois álbuns da banda, Catharsis (2014) e Immersion (2018), além de algumas versões, tudo mantido em segredo pelos integrantes. 

“As bandas têm um papel não apenas de entretenimento, mas também de inspirar. Muitos fãs se espelham em seus ídolos, por isso é importante darmos exemplos positivos e permanecer em casa. Não podemos parar de produzir, então vamos continuar a produzir conteúdos juntos, porém separados. Sabemos que estamos vivendo tempos difíceis, mas as coisas vão melhorar. Como dizemos em nosso último clipe lançado, Last Forever, ‘the pain won’t last forever’ (a dor não vai durar para sempre). Temos de viver um dia de cada vez e tentar fazer sempre o nosso melhor. Continuaremos a nossa missão de trazer alegria aos nossos fãs, seja através de live chats, vídeos, etc.”, conclui Aline Happ (voz).

Uma das bandas mais conhecidas no cenário brasileiro de metal, o Lyria é formado por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria), além de Aline. O grupo existe desde 2012, e de lá pra cá eles se tornaram conhecidos no Brasil e no mundo, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, a partir do lançamento de “Catharsis” (2014). Atualmente, eles seguem com lançamentos online e planejam em breve retornar à turnê com o disco “Immersion” (2018), que já passou por diversas cidades do Brasil.

Assista “Jester”: 

Assista “Follow the Music”: https://youtu.be/AiHpPjd85TA

Assista “Crawling/Numb”: https://youtu.be/yPv_brYn8sc

Assista “Light and Darkness”: https://youtu.be/FTD9cJV3sgo

Orbe Comunicação

Lyria: divulga making of do clipe The Rain

Publicado: 17/02/2020 por Pedro Mello em News
Tags:,

O Lyria divulgou em seu canal no YouTube o making of do clipe “The Rain”, gravado na Casa Santa Ignez, no Rio de Janeiro. Gravado em dois dias, o vídeo foi inspirado na história de um fã australiano, diagnosticado no espectro do autismo. A letra fala sobre superação e sobre amor, e durante o clipe podem ser observados diversos easter eggs relativos ao transtorno. A faixa faz parte do disco “Immersion”, lançado em 2018, e o clipe lançado em setembro/2019, supera as 200 mil visualizações.

Formado por Aline Happ (voz), Thiago Zig (baixo), Rod Wolf (guitarra) e Thiago Mateu (bateria), o Lyria também contou com a dedicação dos integrantes por trás das câmeras. A vocalista maquiou a si mesma, e também à atriz mirim, Laura Naylor, que interpreta a versão infantil da protagonista. Já o guitarrista e o marido de Aline foram os responsáveis por trazer a chuva ao clipe, utilizando uma lavadora de alta pressão para simular o feito. Ainda no espírito do Do It Yourself, a mãe de Aline também cooperou na pré-produção, criando a capa utilizada pela vocalista e recortando o quebra-cabeça que aparece no clipe.

Os bastidores da gravação de “The Rain” mostram o Lyria em clima de alegria e parceria, como também é observado no palco pelos fãs. Desde 2012 na estrada, o Lyria nutre forte ligação com causas relativas a transtornos mentais. Nas canções do grupo carioca, superação de quadros de ansiedade e depressão também são abordados, buscando uma espécie de “auto-ajuda” por meio da música. 

“Escrevo sobre minhas experiências, sobre algo que tenha me marcado de alguma forma e a música funciona como terapia para mim. Quando compomos, queremos trazer essa função terapêutica para outras pessoas também. Acreditamos no poder da música de curar feridas, de confortar e de ajudar a superar obstáculos e seguir em frente.”, finaliza Aline.

Assista o making of de “The Rain”: https://youtu.be/BySCHJ-zImE

Assista “The Rain”: https://youtu.be/ole3wh8x8ks

Orbe Comunicação

Lyria: lança vídeo ao vivo de música inédita

Publicado: 11/02/2020 por Pedro Mello em News
Tags:,

lyria-xmas-online-concert-let-me-be-me-thumbnail

O fim de 2019 contou com um agrado para os fãs do Lyria: a transmissão online do show especial de Natal. Gravado no home studio da banda carioca, a apresentação contou com músicas dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014), entre elas “The Phoenix Rebirth”, uma das faixas do trabalho de estreia, e “Let Me Be Me”, do segundo álbum. Os vídeos ao vivo são uma amostra da experiência dos shows online, que conta com interação entre banda e fãs durante toda a transmissão.

“Queríamos trazer uma boa mensagem para o ano de 2020. Então escolhemos uma música de cada álbum para ilustrar isso. The Phoenix Rebirth fala sobre o renascimento da fênix, que tanto sofreu mas conseguiu se reerguer e ficar ainda mais poderosa e Let me Be Me que fala sobre bullying e sobre ser você mesmo. Nada melhor do que começar um ano superando seus problemas e sabendo de sua força interior.”, mentaliza Aline Happ, vocalista e principal compositora do Lyria.

Uma das bandas mais respeitadas de metal sinfônico do país, o Lyria teve um ano de 2019 bem produtivo! A “Immersion Tour” passou por diversas cidades do Brasil em 2019, como Curitiba, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Sorocaba, São Paulo, Campos dos Goytacazes e Rio de Janeiro; Lançamento de clipes, como o The Rain, o mais recente, que conta com mais de 158 mil visualizações, além da oportunidade de conhecer fãs do mundo inteiro, por meio do contato online diário. É com tantas conquistas que a banda chega ao ano de 2020 repleta de planos para turnês e lançamentos de clipes, além de dar início à produção do novo álbum.

Criada em 2012 por Aline Happ, a banda de metal carioca é uma das mais conhecidas do país, chegando a contar com 94 mil curtidas no Facebook. O segundo álbum, “Immersion”, foi lançado graças a um financiamento coletivo, arrecadando mais de 13 mil dólares (cerca de 54 mil reais). Feitos extraordinários para uma banda de metal brasileira.

Além de Aline, o Lyria conta com Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). Com refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o Lyria reúne fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil. 

Assista “The Phoenix Rebirth”: 

Assista “Let Me Be Me”: 

Orbe Comunicação

Lyria: lança vídeo ao vivo de música inédita

Publicado: 20/01/2020 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

lyria-xmas-online-concert-phoenix-rebirth-thumbnail

O fim de 2019 contou com um agrado para os fãs do Lyria: a transmissão online do show especial de Natal. Gravado no home studio da banda carioca, a apresentação contou com músicas dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014), entre elas “The Phoenix Rebirth”, uma das faixas do trabalho de estreia, e “Let Me Be Me”, do segundo álbum. Os vídeos ao vivo são uma amostra da experiência dos shows online, que conta com interação entre banda e fãs durante toda a transmissão.

“Queríamos trazer uma boa mensagem para o ano de 2020. Então escolhemos uma música de cada álbum para ilustrar isso. The Phoenix Rebirth fala sobre o renascimento da fênix, que tanto sofreu mas conseguiu se reerguer e ficar ainda mais poderosa e Let me Be Me que fala sobre bullying e sobre ser você mesmo. Nada melhor do que começar um ano superando seus problemas e sabendo de sua força interior.”, mentaliza Aline Happ, vocalista e principal compositora do Lyria.

Uma das bandas mais respeitadas de metal sinfônico do país, o Lyria teve um ano de 2019 bem produtivo! A “Immersion Tour” passou por diversas cidades do Brasil em 2019, como Curitiba, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Sorocaba, São Paulo, Campos dos Goytacazes e Rio de Janeiro; Lançamento de clipes, como o The Rain, o mais recente, que conta com mais de 158 mil visualizações, além da oportunidade de conhecer fãs do mundo inteiro, por meio do contato online diário. É com tantas conquistas que a banda chega ao ano de 2020 repleta de planos para turnês e lançamentos de clipes, além de dar início à produção do novo álbum.

Criada em 2012 por Aline Happ, a banda de metal carioca é uma das mais conhecidas do país, chegando a contar com 94 mil curtidas no Facebook. O segundo álbum, “Immersion”, foi lançado graças a um financiamento coletivo, arrecadando mais de 13 mil dólares (cerca de 54 mil reais). Feitos extraordinários para uma banda de metal brasileira.

Além de Aline, o Lyria conta com Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). Com refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o Lyria reúne fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil. 

Assista “The Phoenix Rebirth”: 

Assista “Let Me Be Me”:

Orbe Comunicação