Posts com Tag ‘Exxocet’

Exxocet: Chilenos Disponibilizam Álbum

Publicado: 03/03/2016 por Pedro Mello em News
Tags:,

2yv9mk8

A banda de Hard Rock chilena, Exxocet, disponibilizou o álbum, “Rock & Roll Under Attack” para download.

A banda ainda promete passar pelo Brasil em 2016.

11303586_10205546314429988_759506149_n

Para baixar o álbum, acesse: http://we.tl/6fxjXXfMuC

 

 

Que o Rock nunca morreu, embora muitos o quisessem, estamos cansados de saber. Mas de tempos em tempos um subgênero deste estilo de vida se levanta um pouco mais e mostra seu poder. Ao que tudo indica, o Hard Rock tem recobrado suas forças após as novas ondas de Heavy Tradicional e Thrash, ondas que abrandam e não passam realmente e felizmente.
Com várias bandas retornando e várias novas aparecendo nas mídias especializadas, trazendo a volta daquela sonoridade de Los Angeles, já era de se esperar que bandas da América do Sul começassem a ganhar mais espaço como em outros subgêneros. E desta nova safra vem a Exxocet, uma banda chilena com coração brasileiro que está preparando seu álbum de estréia.
Confira o papo que tivemos com o fundador e guitarrista Richie Love em mais uma exclusiva para o RioMetal.
Richie em show no Oxido Bar na cidade de BellaVista. Foto por Sebastián Domínguez.
Richie, nos conte um pouco mais da história da Exxocet?
O nome “Exxocet” deve ter  aproximadamente uns 8 anos. A banda existe desde quando eu era menino, por volta de meus 16 anos e morava na minha cidade natal, Antofagasta no Deserto de Atacama – Chile (onde eu nasci). Em 2013 depois de morar no Rio de Janeiro eu voltei pra Santiago do Chile com a idéia de fazer a banda de novo, então podemos dizer que esta encarnação da banda Exxocet tem um ano, consideramos o 6 do Dezembro como nosso aniversário oficial pois foi a primeira vez que tocamos.
 
Bem, você saiu do Brasil e foi para o Chile buscando formar sua banda, quem são os membros da Exxocet e como você chegou a esses caras?
Quando eu fui para o Brasil já era amigão de Lukky Sparxx (guitarrista) & Tom Azzter (bateria) , já tínhamos combinado de fazer uma banda, eles quase foram pra o Brasil. A Exxocet quase foi brasileira mesmo. Mas aí quando voltei a gente conseguiu contatar Chris Lion (vocal) pela internet, ele tinha outra banda de Hard Rock, tipo o Matanza, aqui no Chile e depois de testarmos 3 baixistas, Edd Savagge  foi escolhido, ele veio de uma banda tributo ao Megadeth.
Ouvindo o som da banda é inevitável não notarmos traços de bandas clássicas de Hard/Heavy como também algo renovado, principalmente da cena sueca. Quais as influências que moldaram o som da Exxocet?
Cada um de nós vêm com uma influência musical diferente, Lukky é amante do power metal, Edd vem do thrash e power também, Chris adora a New Wave of British Heavy Metal, e eu também. O Tom é quem sempre foi só do Glam Rock. Mas todos nós somos amantes dos anos 80. Danger Danger, Whitesnake, Warrant são referências que a gente curte muito, mas tenho que dizer que Crashdiet tem sido uma influência forte também, além de Judas Priest e Iron Maiden (a banda favorita que a gente tem em comum). 
Exxocet
 
Residindo no Chile, onde a banda finalmente alçou voo, quais seriam as diferenças entre o público brasileiro e o chileno?
A gente aqui tem um recebimento ótimo, só que falta mais tempo, começamos tocar no ano passado apenas, mas a gente quer o Brasil, porque o pessoal daí valoriza muito mais o trabalho do músico, vocês têm a sorte de ser um país com muita cultura musical, o apoio da galera brasileira é muito forte, vocês podem ver isso em bandas como Angra, Sepultura e Violator, bandas que eu já conhecia bem antes de chegar aí. Pode ver também que o Rio e São Paulo são destinos infalíveis de bandas internacionais como Edguy e Helloween por exemplo. E eu pessoalmente, tenho muitos amigos no Rio, gente boa pra caralho só quero fazer um puta show pra eles, é o meu sonho, tá ligado??! Sacou??! Haha tenho boas histórias vividas lá.
 
 
Acho que o mercado fonográfico chileno e argentino são mais receptivos a este tipo de musicalidade. Tanto é que a banda em pouco tempo acabou assinando contrato com uma gravadora. Nos conte um pouco mais. (nome da gravadora, como ocorreu o contato com eles, como surgiu o interesse da gravadora)
Pode ser que seja mas receptivo porque tem menos bandas, pelo mesmo não dá pra ficar aqui mais de um ano, O selo da gente “PINBALL RECOARDINGS” nunca teve antes uma banda de hard rock/heavy metal, eles assistiram casualmente um show da gente e gostaram, eles querem fazer de nós uma banda de exportação, eles sabem que só no Chile não dá pra ficar muito tempo (que é exatamente o que a gente pensa) mas obviamente também querem a gente tocando no Chile como país base.
 
O Exxocet está com um contrato assinado e preparando o seu primeiro álbum. Como está sendo o processo de composição do material?
O álbum “Rock & Roll Under Attäck” vem com 14 músicas que já estavam prontas, a maioria feitas por mim e Lukky Sparxx, as baterias já estão gravadas. O álbum tem data de lançamento para o final de Novembro.
 
 
A banda tem recebido vários elogios em seus canais na internet. O que sentem com a repercusão positiva?
Eu nunca pensei que ia ser assim em tão pouco tempo, a gente tem ganho muitos Fan Arts (desenhos, fotos, etc) vindos da Europa e Chile,  a gente ao final do ano vai escolher o melhor deles e enviar um álbum e uma blusa de graça pra aquela pessoa que fizer a melhor Fan Art. É um sentimento que gosto de compartilhar com os mesmos fans cada vez que  finalizo um show e desço do palco, vamos bebeeeer!
 Richie Love. Foto por Sebastián Domínguez.
Já existem planos para uma turnê de promoção do álbum? Planos para uma volta ao Brasil
A gente quer ir tocar no Rio de Janeiro em Janeiro, estamos fazendo os contatos, São Paulo está por confirmar também. Se eu pessoalmente tivesse a grana para bancar os shows e as passagens,  já estaria tocando por aí, mesmo não sendo famoso.
 
O que podemos esperar da Exxocet nos palcos?
A gente está ensaiando 4 horas por semana, além das gravações do “R&UA”, vocês podem esperar um show com muita energia, movimento e Rock & Roll, o resto vocês irão julgar.
 
Richie, foi uma enorme satisfação conversar com você, esperamos ansiosos pelo álbum e por uma futura visita da Exxocet, por favor deixem uma mensagem aos nossos leitores:
Primeiro de tudo, “muchas gracias” pela entrevista, força e espaço que me deram aqui. Só vou falar que vocês têm que fazer o que realmente sentem, assim a vida dói menos, acreditem nos seus sonhos, só assim que conseguem mesmo, lutem e não abaixem os braços na briga. O mundo precisa de Rock & Roll, por isso o nosso álbum vai ser intitulado “R&R Under Attäck”. Eu pessoalmente amo o povo brasileiro, tenho muitas saudades de muita gente e vou demonstrar isso no palco quando for tocar aí. E não deixem de conferir nossa demo em http://www.youtube.com/exxocetofficial/videos Obrigado.