Posts com Tag ‘Claustrofobia’

O trio brasileiro de death / thrash metal Claustrofobia assinou contrato com a Metal Assault Records para dois álbuns. O primeiro projeto, batizado como Unleeched, será distribuído digitalmente e fisicamente pela Wikimetal Music no Brasil e em países selecionados da América Latina.
 
A banda, formada em 1994 pelos irmãos Marcus e Caio D’Angelo, e que agora se junta com o baixista Rafael Yamada, se orgulha de uma carreira de quase três décadas, uma discografia composta por seis álbuns completos, um lançamento em DVD, uma infinidade de turnês internacionais, apresentações ao vivo de alto nível compartilhando palcos com nomes como Iron Maiden, Slayer e Anthrax… e incontáveis ​​fãs em todo o mundo.
 
Agora residindo em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos, o Claustrofobia completou seu sétimo álbum de estúdio completo. Produzido por Adair Daufembach e Claustrofobia, e gravado, mixado e masterizado por Adair Daufembach em agosto de 2020 no Northwood Sound Studio em Los Angeles, nos Estados, Unleeched, que será lançado pela Metal Assault Records em 11 de março de 2022 nos formatos digital e físico. O primeiro single do álbum, “Neuro Massacre” estreia em 5 de novembro junto com um videoclipe. Para coincidir com a estreia do single mais o vídeo, as pré-vendas do novo álbum estarão disponíveis aqui  a partir da data de estreia da primeira prévia do projeto.

Mais sobre Claustrofobia:
Fundada e liderada pelos irmãos D’Angelo, ferozmente independente desde 1994, Claustrofobia atua com o mesmo respeito e atitude nos clubes underground mais sujos ou nos maiores palcos da atualidade. Sua energia e autenticidade inconfundíveis conquistaram inúmeros fãs no Brasil, América do Sul, Europa e Estados Unidos. Não é nenhuma surpresa que eles dividiram o palco com a realeza do metal, Iron Maiden, Slayer, Anthrax, entre outros. Em 2019, eles voltaram ao Brasil para um show histórico no Rock in Rio, a pedido de fãs brasileiros, por meio de um abaixo-assinado nacional. A banda também foi convidada pelo Slayer para abrir seu último show em São Paulo. “Construir um culto é uma daquelas coisas que é fácil na teoria, mas difícil na prática. Ou é, de qualquer maneira, se você não for o Claustrofobia, um trio ultra-power thrash trad-thrash brasileiro com toques de death metal que vai fazer você bater a cabeça” – Shawn Macomber, Decibel Magazine, dezembro de 2020.

SIGA CLAUSTROFOBIA NAS REDES SOCIAIS:
facebookyoutube| instagramtwitter

SIGA O WIKIMETAL NAS REDES SOCIAIS:
facebook
youtubeinstagramtwitter

SIGA A FORMUSIC NAS REDES SOCIAIS:
facebook| instagram

Catto Comunicação

Claustrofobia canaliza sua energia heavy metal com uma carreira sólida no Brasil, América do Sul, Europa e EUA. Vivendo atualmente nos Estados Unidos, onde chamam Las Vegas carinhosamente de “Home”, a banda se prepara para à volta aos shows após um ano e meio parados devido à pandemia. “Depois de mais de um ano e meio finalmente vamos cair na estrada, vai ser uma espécie de aquecimento para o nosso disco novo”, ressalta Marcus D’Angelo.

A tour será a volta oficial da banda aos palcos e começa pela Florida, que receberá o Claustrofobia pela primeira vez em oito shows energéticos que os brasileiros adoram. O Claustrofobia está muito animado e ansioso para voltar aos palcos, “Essa volta aos palcos na Florida não poderia ser mais especial, pois a Florida foi um celeiro do Death Metal nos anos 90 e nos influenciou muito, e as principais bandas daquela época ainda estão na ativa e isso continua sendo muito inspirador. Aquela sonoridade ainda é muito viva dentro do nosso DNA. Não vemos a hora de mostrar para os fãs o atual Brazilian Brutal Metal. Vamos destruir”,

A banda está com o novo disco finalizado, com composições que se misturam entre os clássicos já lançados nesses últimos 20 anos com um olhar mais atual, mantendo-se fiel ao legitimo metal brasileiro, e em breve irão anunciar grandes novidades.

Restless Booking Agency e Swamp Loco LLC apresentam:

Claustrofobia – Florida/US tour:
Abertura: Enceladus

10.28 Winter Park – Haven lounge 
10.29 Jacksonville – @TBA 
10.30 Port Saint Lucie – Open Air Festival 
10.31 Pompano Beach – Piper’s Pub 
11.04 Miami– The Hot Box 
11.05 Fort Myers – HOWL Ft Myers 
11.06 Tampa – Pegasus lounge 
11.07 Gainesville – High Dive
 Mais informações: https://www.facebook.com/restlessbookingagency

Fotografia: Jinna Albright 

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 

Para mais sobre a  CLAUSTROFOBIA  visite os canais oficiais  SITE,INSTAGRAMFACEBOOK e YOUTUBE

Reverbera Music Media

A banda Claustrofobia anuncia a parceria com a renomada marca de surfwear MCD para lançar a coleção de inverno. A parceria, que começou no verão de 2019, retorna com peças exclusivas com direção e criação artística da Fernanda Victorello. A artista, conhecida no cenário da música pesada por trabalhos com Sepultura, Festival Monsters of Rock e com o guitarrista e diretor musical Paul Pesco, criou uma linha especial ilustrando a parceria entre a banda Claustrofobia e a marca MCD, inspirada em músicas como “Vira-Lata”, “Metal or Die”, “Swamp Loco” e “Pinu da Granada”, além de refletir a maturidade e experiência conquistadas ao longo da carreira do Claustrofobia, sem perder integridade ou se deslocar do estilo thrash death.

“Fiquei muito feliz por mais uma vez ter a oportunidade de ilustrar o admirável trabalho de uma banda brasileira com tanta história e representatividade. A consistência do trabalho feito por eles é uma nobre matéria-prima para desenvolvimento de produtos; é de fato empolgante e lisonjeiro atuar em projetos musicais que se relacionam com minhas preferências musicais pessoais. Houve um grande esforço em expressar por meio de imagens a força e a solidez dos conceitos abordados, agradeço a confiança de todos os envolvidos neste processo”, comenta Fernanda Victorello.

“Mais uma vez foi uma honra lançar essa collab com a MCD, junto com a grande artista Fernanda Victorello. Trabalhamos pela primeira vez com a Fernanda no nosso EP ‘Swamp Loco’, em 2018. Na época estávamos buscando algo diferente, uma renovação, e conheci o trabalho dela pela própria MCD, pois é uma marca que está presente em nossas vidas desde muito jovens. Quando rolou o interesse da MCD em fazer uma parceira, o nome dela foi escolha unânime dentro da banda para criar todo o contexto de arte dessas peças. A dedicação da Fernanda durante todo processo não é menos do que excelente e vocês podem conferir o resultado nessas peças que ficaram simplesmente incríveis”, conta o vocalista e guitarrista Marcus D’Angelo.

As peças contam com um visual atual e estão disponíveis nas melhores lojas de surfwear de todo o Brasil. Também estão disponíveis pelo site da MCD. Confira AQUI.

Confira o trabalho completo da artísta Fernanda Victorello AQUI.

Reverbera Music Media

A revista Roadie Crew, em parceria com a produtora Som do Darma, apresentam na sexta-feira, dia 10 de Setembro, às 19h30, a décima-oitava edição do “Roadie Crew – Online Festival”. E a banda Claustrofobia, será o headliner desta edição. O evento online, realizado mensalmente, dá continuidade à sua missão de celebrar e promover o trabalho das bandas brasileiras e fortalecer a cena do heavy metal nacional, sempre com transmissão “Streaming-Live” exclusiva pelo canal oficial da Roadie Crew no Youtube – www.youtube.com/roadiecrewmagtv.

Claustrofobia irá apresentar o vídeo inédito da música “Vira Lata”, do show aconteceu em Las Vegas no dia 26 de Junho de 2021 e marcou a volta da banda aos palcos pós-pandemia. A apresentação é parte do show que a banda realizou no evento de gravação do Reality Show que está sendo produzido e gravado no estúdio de tatuagem Trip Ink, do renomado tatuador Rick Trip. Como um dos grandes nomes do metal brasileiro, atualmente residindo nos Estados Unidos, o Claustrofobia foi convidado para participar do Reality Show, no qual, em breve será anunciando mais informações sobre este projeto. . 

Sobre a música escolhida pelo Claustrofobia, o single “Vira Lata” foi o primeiro registro oficial com a atual formação, lançado antes da apresentação no Rock in Rio em 2019. Atualmente, a banda se prepara pra lançar o seu sétimo álbum de estúdio, que promete ser o começo de uma nova era para banda, sendo o primeiro com faixas inéditas desde ‘Download Hatred’ de 2016. Vale lembrar que no final de outubro o Claustrofobia embarca em uma turnê de oito shows pela Florida, voltando oficialmente à ativa e mostrando toda a energia que conquistou fãs no mundo todo. 

Sobre o Claustrofobia

Formado e liderada pelos irmãos D’Angelo em 1994 no Brasil, o power trio concretiza definitivamente seu status de um dos embaixadores do heavy metal brasileiro, acumulando anos de experiência e O entusiasmo inconfundível que conquistou inúmeros shows, como a turnê que cruzou os Estados Unidos em 2019 como co-headliners da banda MASTER, abertura para a turnê de despedida do Slayer em São Paulo, e apresentação no Rock in Rio 2019 ao lado das bandas Nervosa, Torture Squad, Anthrax e Slayer.

Sobre o Roadie Crew Online Festival

Vencedor da categoria “Melhor Evento” do Prêmio Dynamite 2021, o “Roadie Crew – Online Festival” tornou-se a principal referência na fruição da cena brasileira de heavy metal que é, quantitativa e qualitativamente, uma das mais relevantes do mundo. Até aqui, mais de 250 bandas já passaram pelo festival!

Além dos vídeos das bandas participantes, que continuam sendo inéditos e exclusivos, a décima-oitava edição, referente ao mês de Setembro de 2021, apresenta o quarto line-up do projeto exclusivo She.

A ideia da She é promover e estimular a produção criativa feminina na cena de heavy metal do Brasil, e em seu quarto line-up formada pela vocalista Karina Menascé (Allen Key e Mercy Shot), a guitarrista Marcele Faret (Fearless Woman), a baterista Gabi Silvestri (Hey Ladies) e a baixista Fernanda Losna (Losna), fará uma versão de “All We Are” da Warklock. Mulheres headbangers de todo Brasil, musicistas ou não, interessadas em participar da extensão criativa do vídeo da She, podem entrar em contato via direct pelo Instagram oficial do projeto: www.instagram.com/sheheavymetal. Nesta edição a She ainda contará com a participação especial da dançarina de fusion dance rock style, Radha Naschpitz.

Outro projeto exclusivo dessa edição será a Rob! Nos inspiramos no próprio metal god, Rob Halford, para, a exemplo dos projetos She e Black Lives METAL, potencializar a produção criativa de músicos da comunidade LGBTQIA+ no metal. A estreia da Rob vai contar com o line-up formado pela vocalista Föxx Salema, a guitarrista Karine Queen, o André Pomba do Vodu no baixo e a baterista Letícia Figueiredo. Juntes, elxs farão uma versão de “Immortal Sin”, do Fight. A produção musical e de vídeo da Rob fica por conta de Alex Voorhees.

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 

Serviço:
“Roadie Crew – Online Festival” – 18ª Edição
Data: 10 de Setembro de 2021
Horário: 19h30Local: Canal da Roadie Crew no Youtube – www.youtube.com/roadiecrewmagtv
Horários No Exterior (Time Zone): September 10th – 05:30 pm – Lima, Quito, Bogotá, Monterrey Time | September 10th – 06:30 pm – Santiago, La Paz, Asuncion, Havana, New York Time | September 10th – 07:30 pm – Buenos Aires, Montevideo Time | September 10th – 11:30 pm – London Time | September 11th – 12:30 am – CET and Johannesburg Time | September 11th – 01:30 am – Moscow Time | September 11th – 02:30 am – Dubai Time | September 11th – 05:00 am – New Delhi Time | September 11th – 06:30 am – Hong Kong Time | September 11th – 7:30 am – Tokyo Time | September 11th – 8:30 am – Sidney Time. 

Para mais sobre a  CLAUSTROFOBIA  visite os canais oficiais  SITE,INSTAGRAMFACEBOOK e YOUTUBE .

Reverbera Music Media

O Claustrofobia lançou o single “Riff Cult” em todas as plataformas de streaming através do selo Canil Records e o videoclipe foi lançado com exclusividade pela Decibel Magazine, que considerou a música um hino matador criado pelo power trio brasileiro de thrash/death.

Fechando a divulgação do single, o Claustrofobia lança o playthrough da música com o guitarrista e vocalista Marcus D’Angelo, produzido no Swamp Loco Studios, próprio local de ensaio da banda.

D’Angelo usa a já clássica combinação Jackson RR24, EVH 5150, com EMG Pickups 81 com cordas Giannini e Maccabos. Com a guitarra Jackson, seu estilo tecnicamente desafiador e elegância visual, D’Angelo fecha com chave de ouro a divulgação de “Riff Cult”, single que foi super significativo e representou muita gente “Eu não poderia deixar de fazer um playthrough pra essa música que tem Riff no nome (Risos). Gravamos no nosso estúdio no mesmo tipo de cenário do clipe mantendo a proposta de respeitar esse momento de isolamento e mostrando também o quanto a arte nos ajudou. A arte falou mais alto e mal podemos esperar pra mostrar para o mundo o que produzimos durante esse tempo de isolamento. Foi tudo muito inspirador”, explica Marcus D’Angelo.

“Riff Cult” foi produzido pelo renomado produtor brasileiro Adair Daufembach que já trabalhou com nomes como Megadeth, Angra, Kiko Loureiro, Aquiles Priester, Dirk Verbeuren e Tony MacAlpine. Para o Claustrofobia, a música é uma homenagem aos Riffs, componente chave do metal. O vocalista Marcus D’Angelo enfatiza esse aspecto afirmando “Consideramos uma cultura, um culto. É o gancho de todo o Metal, tudo nasce do riff da guitarra. E Riff após Riff (Riff by Riff), nós vamos alimentando nossa paixão pelo Metal, alimentando nosso desejo de continuar o legado. O Riff é o que nos vicia no bom sentido. Nessa quarentena o amor pelo Metal ficou mais evidente, sem shows e sem contato com os fãs, então decidimos fazer uma homenagem e celebrar”.

A banda também disponibilizou em seu canal do Youtube o making of do videoclipe “Riff Cult”. Assista AQUI.

“Construir um culto é uma daquelas coisas que são fáceis na teoria, mas difícil na prática – se você não for o Claustrofobia . Você irá banguear com o novo vídeo de Caio D`Angelo para o hino emocionante e matador ‘Riff Cult'”  –  Decibel Magazine

“Em ‘Riff Cult’ o grupo traz seu metal-tributo aos riffs com sua própria maneira de criar riffs de death metal, groovy e thrash em abundância ” –  Metal Injection

Gênero:  Thrash Metal / Death MetalSelo: Canil Records

Produtor: Adair Daufembach

Gravação, mixagem e masterização: Adair Daufembach – Northwood Sound Studio

Fotografia: Courtney Ware / Edição: Junior Imigrante

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 


 Para mais sobre CLAUSTROFOBIA visite os canais oficiais SITE,INSTAGRAMFACEBOOK e YOUTUBE.

Reverbera Music Media

Um dos maiores nomes do metal nacional, a banda Claustrofobia, lançou recentemente o single “Riff Cult” em todas as plataformas de streaming através do selo Canil Records e o videoclipe que foi lançado com exclusividade pela Decibel Magazine.

Continuando a divulgação de “Riff Cult”, o Claustrofobia lança o playthrough da música com o baixista Rafael Yamada, gravado na Agência Swamp Loco em Las Vegas. O vídeo mostra o baterista Caio D’Angelo instalando os captadores da EMG modelo 35 DC / 35 CS no baixo Jackson (set assinado pelo baixista do Megadeth, David Ellefson).

Yamada mostra a composição do baixo para “Riff Cult”, a segunda música que o músico compôs com o Claustrofobia. “Foi nessa música que eu percebi a importância de um baixo mais rítmico, ‘seguindo’ mais a bateria do que a guitarra em si, experiência que me influenciou muito nas composições do disco novo da banda. Foi gravando esse single também que eu percebi a diferença de usar captadores EMG. O som ficou muito mais definido e sólido, com graves e médios graves bem equilibrados, a gente chegou no som que usamos para gravar o próximo full álbum”, explica Rafael Yamada.

“Riff Cult” foi produzido pelo renomado produtor brasileiro Adair Daufembach que já trabalhou com nomes como Megadeth, Angra, Kiko Loureiro, Aquiles Priester, Dirk Verbeuren e Tony MacAlpine. Para o Claustrofobia, a música é uma homenagem aos Riffs, componente chave do metal. O vocalista Marcus D’Angelo enfatiza esse aspecto afirmando “Consideramos uma cultura, um culto. É o gancho de todo o Metal, tudo nasce do riff da guitarra. E Riff após Riff (Riff by Riff), nós vamos alimentando nossa paixão pelo Metal, alimentando nosso desejo de continuar o legado. O Riff é o que nos vicia no bom sentido. Nessa quarentena o amor pelo Metal ficou mais evidente, sem shows e sem contato com os fãs, então decidimos fazer uma homenagem e celebrar”.

A banda também disponibilizou em seu canal do Youtube o making of do videoclipe “Riff Cult”. Assista AQUI.

Gênero:  Thrash Metal / Death MetalSelo: Canil Records

Produtor: Adair Daufembach

Gravação, mixagem e masterização: Adair Daufembach – Northwood Sound Studio

Fotografia: Courtney Ware / Edição: Junior Imigrante

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 

Reverbera Music Media

Pedido há anos pelos fãs em todo o mundo, o Claustrofobia, em parceria com a Canil Records, disponibiliza três discos clássicos da banda brasileira de thrash metal nas principais plataformas de streaming. São eles o debut Claustrofobia, o segundo e icônico Thrasher e o quarto full, I See Red. Desta forma, agora é possível ouvir a discografia completa em formato digital.

A discografia completa do Claustrofobia se encontra aqui: http://bit.ly/Discografia_Claustro.

Claustrofobia, Thrasher e I See Red, como conta a banda, são discos de repercussão mundial na música pesada, cujas respectivas mídias físicas estão esgotadas. “Muita gente sentia falta de tê-los disponíveis para ouvir, principalmente os fãs que nos acompanham desde a década de 1990 e estão agora se acostumando com o formato digital”, conta o guitarrista Marcus D’Angelo, fundador do Claustrofobia ao lado do irmão, o baterista Caio D’Angelo.

O relançamento, acredita o Claustro, acontece em um momento pontual. “Finalmente pudemos voltar às atenções a questões como esta, depois de anos de intensas turnês nos Estados Unidos, Brasil, incluindo o show no Rock in Rio de 2019. Este foi um período em que a Claustrofobia chamou novamente a atenção dos fãs antigos e conquistamos novos. Representamos a resistência do metal nacional”.

O debut foi gravado no Mr. Som, em São Paulo, com supervisão do lendário vocalista do Korzus, Marcelo Pompeu. Foi gravado em 1998 e saiu em 2000. Reúne músicas de demos tapes e outras compostas naquele momento. Um registro impactante para o fim daquela década. “Lançamos via Destroyer, que inclusive criou um selo exclusivo para lançar este nosso disco, a Dragon Records. Realizou um sonho nosso de lançar um disco, numa época difícil de lançar um CD. E é sensacional, com músicas fortes, com participação do Marcelo Pompeu e do Punk do Siegrid Ingrid”, conta Marcus.

Thrasher, de 2002, é o álbum em que o Claustrofobia de fato mostrou ao mundo o seu estilo de fazer música pesada, um thrash metal sujo, raivoso e de resistência, considerado um dos grandes discos da banda e do metal nacional de todos os tempos. Marca a longeva parceria com o Ciero, do DaTribo, onde o disco foi gravado, novamente lançado pela Destroyer. Teve a participação do Vitor Rodrigues (ex-Torture Squad e atual Victorizer) e foi o disco que alçou a banda na estrada pelo Brasil.

I See Red veio depois de Fulminant, gravado no Mr. Som. Como destaca Marcus, é um disco “sangue no zóio”, feito na raça, com um relevante upgrade na produção e na forma da banda compor. Rendeu contrato com a Candlelight Records, da Inglaterra, e que em seguida levou a Claustrofobia a uma turnê europeia. “Um laboratório para chegar no som que fazemos hoje”, revela o guitarrista.

Tedesco Comunicação & Mídia

thumbnail (26)

Um dos maiores bateristas do Brasil, Caio D’Angelo do Claustrofobia, em parceria com as empresas que são responsáveis por endossar o músico. Iniciam uma campanha que irá premiar duas pessoas com acessórios para bateria semelhantes aos de Caio. Para concorrer será necessário que os interessados toquem um trecho da música mais recente lançado pela banda, “Vira Lata”, disponível no link abaixo:

Para concorrer ao kit oferecido pelos endorsers e patrocinadores do músico, Orion, Luen, Destroyer, Ball Bags, School of Rock, Spanking, ClaustroStore e MCD, o participante terá que seguir algumas regrinhas básicas. Ao todo serão dois kits sorteados, sendo que o primeiro colocado irá ganhar um “Kit Bateria Caio D’Angelo” e o segundo, um “Mini Kit Caio D’Angelo.

“Para participar você terá que seguir os 4 passos abaixo”

1º Passo: GRAVE UM VÍDEO, com imagem e áudio, tocando na bateria a música “Vira Lata” durante o mínimo de 50 segundos.
2º Passo: POSTE O VÍDEO GRAVADO até o dia 27/08/2020 em sua rede social Instagram, marcando todos os perfis do 4º passo.
3º Passo: ENVIE O VÍDEO POSTADO através do DIRECT para o perfil do @claustrofobia_official até o dia 27/08/2020. .
(Guarde o vídeo original para nos enviar caso você seja selecionado)
4º Passo: SEGUIR os perfis @caiodangelo @claustrofobia_official @orioncymbals @luen_oficial @baquetasspanking @claustrostore @mcd_brasil @balbagscontato @destroyermusicstore @schoolofrockpinheirosvilamada e @schoolofrockitaimvilaolimpia.

“Como serão revelados os ganhadores?”:

1ª Etapa: A banda Claustrofobia fará uma pré-seleção onde serão escolhidos os 4 melhores vídeos. Critério de classificação: será analisado a pegada, execução, atitude e personalidade de cada participante.
2ª Etapa: Os 4 vídeos escolhidos serão postados separadamente no Feed do perfil da banda Claustrofobia, onde acontecerá a votação através dos LIKES de cada vídeo, ou seja, os vídeos postados pelo Claustrofobia com mais LIKES serão os vencedores, 1º e 2º colocado..—————-
Além da premiação para o 1º e 2º colocado informada nas fotos desse post, os 4 finalistas serão contemplados com:
– condições especiais nas unidades Pinheiros/Vila Madalena, Itaim/Vila Olímpia da School of Rock
– Receberão adesivos, Claustrofobia, Canil Records e Claustrututh em sua casa.

Confira as premiações que os vencedores receberão:

1º. Colocado: Kit bateria Caio D’Angelo: – 1 Crash Orion Cymbals X10 – 17′ – 1 Pele Luen Dudu Portes Coated – 14′ – 1 Par de Baquetas Spanking Signature Caio D’Angelo – 2B – 1 Bag de pratos – Ballbags. – 1 Camiseta MCD | CLAUSTROFOBIA – 1 Moletom Destroyer – 1 Bag cheio de baquetas Destroyer. – 1 Camiseta – School Of Rock. – 1 Boné – School Of Rock. – 50% de desconto na School Of Rock, válido por 3 meses nas unidades de Pinheiros/Vila Madalena ou Itaim/Vila Olimpia. *

2º Colocado: Mini Kit Caio D’Angelo: – 1 Splash Orion Cymbals 12″ Rev10. – 1 Camiseta MCD | CLAUSTROFOBIA – 1 Par de baquetas Spanking Signature Caio D’Angelo – 1 camiseta Destroyer – 30% de desconto na School Of Rock, válido por 3 meses nas unidades de Pinheiros/Vila Madalena ou Itaim/Vila Olimpia.*

Regras:

1ª O vídeo deverá ter no mínimo 50 segundos de duração e no máximo a música inteira, com áudio e imagem nítidas (não precisa ser profissional, apenas ter uma boa qualidade).
2ª O participante deverá cumprir os 4 passos indicados na postagem oficial.
3ª A promoção é válida para todo território Nacional.
4ª Entraremos em contato com os ganhadores para o envio da premiação.
5ª O vídeo da execução poderá ser feito em cima do áudio original da música Vira Lata; poderá ser tocado por uma banda fazendo cover (desde que apareça o baterista durante 50 segundos); ou até mesmo apenas a bateria sem acompanhamento de outro instrumento.
6ª O sistema de votação dos 4 finalistas na segunda etapa serão definidos através dos LIKES do vídeo postado pelo perfil do Claustrofobia, ou seja os vídeos com maiores números de LIKES serão os vencedores

Link oficial do concurso, acesse: https://www.instagram.com/p/CDkdepXgPNU/

Formação:

Marcus D’Angelo – vocal, guitarra

Rafael Yamada – baixo

Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

http://www.claustrofobia.com.br

facebook.com/claustrofobiaofficial

youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official

twitter.com/metalmaloka

 

Roadie Metal

Vira Lata, música lançada ano passado pelo Claustrofobia um mês antes da histórica apresentação da banda paulista no Rock in Rio, ganha agora mais contrastes, peso e realismo no videoclipe já disponível no canal do Youtube do Claustrofobia e da Canil Records, com produção de X Tudo Obze, da Caxão Produtora. Assista aqui: 

Trata-se de uma produção cinematográfica, bastante dinâmica, entre takes do Claustrofobia tocando ao vivo e no estúdio DaTribo, e cenas do ator pelas ruas de São Paulo. Tudo foi rodado antes do decreto da pandemia.

O roteiro é uma referência ao cidadão brasileiro comum no limite, que há décadas sangra e luta, mas com sorriso no rosto para sobreviver e alheio ao que de fato significa ter dignidade e esperança por dias melhores.

No clipe, o indivíduo, que é um fiel retrato do maltratado Brasil, aparece trabalhando, no dia a dia, catando comida no lixo, tirando selfie e jogando bola com uma cabeça. “Sangrando e cego lutando para sobreviver. Nossa intenção é dar o exemplo de força e trabalho honesto mesmo com todas as dificuldades; e para o Brasil seria nosso soco violento na face da hipocrisia nacional”, enfatiza o Claustrofobia.

O clipe de Vira Lata tem legenda em inglês, e não à toa. A banda é enfática na ideia: apesar das vergonhas que o Brasil escancara ao mundo, desde a brutal desigualdade até a corrupção de políticos, o Claustrofobia tem orgulho de suas raízes, de uma raça misturada – somos todos vira-latas – e quer dar exemplo de perseverança para todos os povos.

Vira Lata é pesada, raivosa, tem groove na medida exata e com letras em português. É uma música que poderia facilmente figurar nos emblemáticos discos Thrasher ou Peste. Foi gravada em 2019 no Fuel Music Studios, em Fullerton/Califórnia (Estados Unidos), com produção da banda junto a Addasi Addasi. A mixagem ficou por conta de Andre “Kbelo” Sangiacomo, no Family Mob Studios (São Paulo), que já trabalhou com Ratos de Porão, Ego Kill Talent, Far From Alaska e é técnico de som do Sepultura.

Para mais informações sobre o Claustrofobia e outras bandas do cast da Canil Records, acesse o site: https://canilrecords.com.br.

Tedesco Comunicação & Mídia

78845132_2306087286167721_6164374677989883904_o

Galera do Rio De Janeiro, vocês pediram e a gente chegou tirando o pino da granada pra fazer um verdadeiro massacre.

Vai ter Claustrofobia na cidade maravilhosa!

Line Up:
Claustrofobia – Primeiro show no RJ após o Rock In Rio
Involuntarium – Voltando aos palcos estreando formação nova
FORKILL – Turnê do CD “The Sound Of The Devil’s Bell”
Repressor – Show de lançamento do CD “Agonia”

Domingo, 15 de Dezembro ás 18:00

Ingressos Antecipados: R$30,00 (Sympla)
https://www.sympla.com.br/claustrofobia-no-rio-de-janeiro—15122019—18-h—na-kubrick__729833
Ingressos Na Hora: R$40,00

Aceitamos cartões de crédito e débito

Espaço Kubrick Av. Mem De Sá, 66 – Lapa