Posts com Tag ‘Claustrofobia’

O Claustrofobia lançou o single “Riff Cult” em todas as plataformas de streaming através do selo Canil Records e o videoclipe foi lançado com exclusividade pela Decibel Magazine, que considerou a música um hino matador criado pelo power trio brasileiro de thrash/death.

Fechando a divulgação do single, o Claustrofobia lança o playthrough da música com o guitarrista e vocalista Marcus D’Angelo, produzido no Swamp Loco Studios, próprio local de ensaio da banda.

D’Angelo usa a já clássica combinação Jackson RR24, EVH 5150, com EMG Pickups 81 com cordas Giannini e Maccabos. Com a guitarra Jackson, seu estilo tecnicamente desafiador e elegância visual, D’Angelo fecha com chave de ouro a divulgação de “Riff Cult”, single que foi super significativo e representou muita gente “Eu não poderia deixar de fazer um playthrough pra essa música que tem Riff no nome (Risos). Gravamos no nosso estúdio no mesmo tipo de cenário do clipe mantendo a proposta de respeitar esse momento de isolamento e mostrando também o quanto a arte nos ajudou. A arte falou mais alto e mal podemos esperar pra mostrar para o mundo o que produzimos durante esse tempo de isolamento. Foi tudo muito inspirador”, explica Marcus D’Angelo.

“Riff Cult” foi produzido pelo renomado produtor brasileiro Adair Daufembach que já trabalhou com nomes como Megadeth, Angra, Kiko Loureiro, Aquiles Priester, Dirk Verbeuren e Tony MacAlpine. Para o Claustrofobia, a música é uma homenagem aos Riffs, componente chave do metal. O vocalista Marcus D’Angelo enfatiza esse aspecto afirmando “Consideramos uma cultura, um culto. É o gancho de todo o Metal, tudo nasce do riff da guitarra. E Riff após Riff (Riff by Riff), nós vamos alimentando nossa paixão pelo Metal, alimentando nosso desejo de continuar o legado. O Riff é o que nos vicia no bom sentido. Nessa quarentena o amor pelo Metal ficou mais evidente, sem shows e sem contato com os fãs, então decidimos fazer uma homenagem e celebrar”.

A banda também disponibilizou em seu canal do Youtube o making of do videoclipe “Riff Cult”. Assista AQUI.

“Construir um culto é uma daquelas coisas que são fáceis na teoria, mas difícil na prática – se você não for o Claustrofobia . Você irá banguear com o novo vídeo de Caio D`Angelo para o hino emocionante e matador ‘Riff Cult'”  –  Decibel Magazine

“Em ‘Riff Cult’ o grupo traz seu metal-tributo aos riffs com sua própria maneira de criar riffs de death metal, groovy e thrash em abundância ” –  Metal Injection

Gênero:  Thrash Metal / Death MetalSelo: Canil Records

Produtor: Adair Daufembach

Gravação, mixagem e masterização: Adair Daufembach – Northwood Sound Studio

Fotografia: Courtney Ware / Edição: Junior Imigrante

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 


 Para mais sobre CLAUSTROFOBIA visite os canais oficiais SITE,INSTAGRAMFACEBOOK e YOUTUBE.

Reverbera Music Media

Um dos maiores nomes do metal nacional, a banda Claustrofobia, lançou recentemente o single “Riff Cult” em todas as plataformas de streaming através do selo Canil Records e o videoclipe que foi lançado com exclusividade pela Decibel Magazine.

Continuando a divulgação de “Riff Cult”, o Claustrofobia lança o playthrough da música com o baixista Rafael Yamada, gravado na Agência Swamp Loco em Las Vegas. O vídeo mostra o baterista Caio D’Angelo instalando os captadores da EMG modelo 35 DC / 35 CS no baixo Jackson (set assinado pelo baixista do Megadeth, David Ellefson).

Yamada mostra a composição do baixo para “Riff Cult”, a segunda música que o músico compôs com o Claustrofobia. “Foi nessa música que eu percebi a importância de um baixo mais rítmico, ‘seguindo’ mais a bateria do que a guitarra em si, experiência que me influenciou muito nas composições do disco novo da banda. Foi gravando esse single também que eu percebi a diferença de usar captadores EMG. O som ficou muito mais definido e sólido, com graves e médios graves bem equilibrados, a gente chegou no som que usamos para gravar o próximo full álbum”, explica Rafael Yamada.

“Riff Cult” foi produzido pelo renomado produtor brasileiro Adair Daufembach que já trabalhou com nomes como Megadeth, Angra, Kiko Loureiro, Aquiles Priester, Dirk Verbeuren e Tony MacAlpine. Para o Claustrofobia, a música é uma homenagem aos Riffs, componente chave do metal. O vocalista Marcus D’Angelo enfatiza esse aspecto afirmando “Consideramos uma cultura, um culto. É o gancho de todo o Metal, tudo nasce do riff da guitarra. E Riff após Riff (Riff by Riff), nós vamos alimentando nossa paixão pelo Metal, alimentando nosso desejo de continuar o legado. O Riff é o que nos vicia no bom sentido. Nessa quarentena o amor pelo Metal ficou mais evidente, sem shows e sem contato com os fãs, então decidimos fazer uma homenagem e celebrar”.

A banda também disponibilizou em seu canal do Youtube o making of do videoclipe “Riff Cult”. Assista AQUI.

Gênero:  Thrash Metal / Death MetalSelo: Canil Records

Produtor: Adair Daufembach

Gravação, mixagem e masterização: Adair Daufembach – Northwood Sound Studio

Fotografia: Courtney Ware / Edição: Junior Imigrante

Formação:
Marcus D`Angelo (vocal e guitarra)
Caio D`Angelo (bateria)
Rafael Yamada (baixo e vocal de apoio) 

Reverbera Music Media

Pedido há anos pelos fãs em todo o mundo, o Claustrofobia, em parceria com a Canil Records, disponibiliza três discos clássicos da banda brasileira de thrash metal nas principais plataformas de streaming. São eles o debut Claustrofobia, o segundo e icônico Thrasher e o quarto full, I See Red. Desta forma, agora é possível ouvir a discografia completa em formato digital.

A discografia completa do Claustrofobia se encontra aqui: http://bit.ly/Discografia_Claustro.

Claustrofobia, Thrasher e I See Red, como conta a banda, são discos de repercussão mundial na música pesada, cujas respectivas mídias físicas estão esgotadas. “Muita gente sentia falta de tê-los disponíveis para ouvir, principalmente os fãs que nos acompanham desde a década de 1990 e estão agora se acostumando com o formato digital”, conta o guitarrista Marcus D’Angelo, fundador do Claustrofobia ao lado do irmão, o baterista Caio D’Angelo.

O relançamento, acredita o Claustro, acontece em um momento pontual. “Finalmente pudemos voltar às atenções a questões como esta, depois de anos de intensas turnês nos Estados Unidos, Brasil, incluindo o show no Rock in Rio de 2019. Este foi um período em que a Claustrofobia chamou novamente a atenção dos fãs antigos e conquistamos novos. Representamos a resistência do metal nacional”.

O debut foi gravado no Mr. Som, em São Paulo, com supervisão do lendário vocalista do Korzus, Marcelo Pompeu. Foi gravado em 1998 e saiu em 2000. Reúne músicas de demos tapes e outras compostas naquele momento. Um registro impactante para o fim daquela década. “Lançamos via Destroyer, que inclusive criou um selo exclusivo para lançar este nosso disco, a Dragon Records. Realizou um sonho nosso de lançar um disco, numa época difícil de lançar um CD. E é sensacional, com músicas fortes, com participação do Marcelo Pompeu e do Punk do Siegrid Ingrid”, conta Marcus.

Thrasher, de 2002, é o álbum em que o Claustrofobia de fato mostrou ao mundo o seu estilo de fazer música pesada, um thrash metal sujo, raivoso e de resistência, considerado um dos grandes discos da banda e do metal nacional de todos os tempos. Marca a longeva parceria com o Ciero, do DaTribo, onde o disco foi gravado, novamente lançado pela Destroyer. Teve a participação do Vitor Rodrigues (ex-Torture Squad e atual Victorizer) e foi o disco que alçou a banda na estrada pelo Brasil.

I See Red veio depois de Fulminant, gravado no Mr. Som. Como destaca Marcus, é um disco “sangue no zóio”, feito na raça, com um relevante upgrade na produção e na forma da banda compor. Rendeu contrato com a Candlelight Records, da Inglaterra, e que em seguida levou a Claustrofobia a uma turnê europeia. “Um laboratório para chegar no som que fazemos hoje”, revela o guitarrista.

Tedesco Comunicação & Mídia

thumbnail (26)

Um dos maiores bateristas do Brasil, Caio D’Angelo do Claustrofobia, em parceria com as empresas que são responsáveis por endossar o músico. Iniciam uma campanha que irá premiar duas pessoas com acessórios para bateria semelhantes aos de Caio. Para concorrer será necessário que os interessados toquem um trecho da música mais recente lançado pela banda, “Vira Lata”, disponível no link abaixo:

Para concorrer ao kit oferecido pelos endorsers e patrocinadores do músico, Orion, Luen, Destroyer, Ball Bags, School of Rock, Spanking, ClaustroStore e MCD, o participante terá que seguir algumas regrinhas básicas. Ao todo serão dois kits sorteados, sendo que o primeiro colocado irá ganhar um “Kit Bateria Caio D’Angelo” e o segundo, um “Mini Kit Caio D’Angelo.

“Para participar você terá que seguir os 4 passos abaixo”

1º Passo: GRAVE UM VÍDEO, com imagem e áudio, tocando na bateria a música “Vira Lata” durante o mínimo de 50 segundos.
2º Passo: POSTE O VÍDEO GRAVADO até o dia 27/08/2020 em sua rede social Instagram, marcando todos os perfis do 4º passo.
3º Passo: ENVIE O VÍDEO POSTADO através do DIRECT para o perfil do @claustrofobia_official até o dia 27/08/2020. .
(Guarde o vídeo original para nos enviar caso você seja selecionado)
4º Passo: SEGUIR os perfis @caiodangelo @claustrofobia_official @orioncymbals @luen_oficial @baquetasspanking @claustrostore @mcd_brasil @balbagscontato @destroyermusicstore @schoolofrockpinheirosvilamada e @schoolofrockitaimvilaolimpia.

“Como serão revelados os ganhadores?”:

1ª Etapa: A banda Claustrofobia fará uma pré-seleção onde serão escolhidos os 4 melhores vídeos. Critério de classificação: será analisado a pegada, execução, atitude e personalidade de cada participante.
2ª Etapa: Os 4 vídeos escolhidos serão postados separadamente no Feed do perfil da banda Claustrofobia, onde acontecerá a votação através dos LIKES de cada vídeo, ou seja, os vídeos postados pelo Claustrofobia com mais LIKES serão os vencedores, 1º e 2º colocado..—————-
Além da premiação para o 1º e 2º colocado informada nas fotos desse post, os 4 finalistas serão contemplados com:
– condições especiais nas unidades Pinheiros/Vila Madalena, Itaim/Vila Olímpia da School of Rock
– Receberão adesivos, Claustrofobia, Canil Records e Claustrututh em sua casa.

Confira as premiações que os vencedores receberão:

1º. Colocado: Kit bateria Caio D’Angelo: – 1 Crash Orion Cymbals X10 – 17′ – 1 Pele Luen Dudu Portes Coated – 14′ – 1 Par de Baquetas Spanking Signature Caio D’Angelo – 2B – 1 Bag de pratos – Ballbags. – 1 Camiseta MCD | CLAUSTROFOBIA – 1 Moletom Destroyer – 1 Bag cheio de baquetas Destroyer. – 1 Camiseta – School Of Rock. – 1 Boné – School Of Rock. – 50% de desconto na School Of Rock, válido por 3 meses nas unidades de Pinheiros/Vila Madalena ou Itaim/Vila Olimpia. *

2º Colocado: Mini Kit Caio D’Angelo: – 1 Splash Orion Cymbals 12″ Rev10. – 1 Camiseta MCD | CLAUSTROFOBIA – 1 Par de baquetas Spanking Signature Caio D’Angelo – 1 camiseta Destroyer – 30% de desconto na School Of Rock, válido por 3 meses nas unidades de Pinheiros/Vila Madalena ou Itaim/Vila Olimpia.*

Regras:

1ª O vídeo deverá ter no mínimo 50 segundos de duração e no máximo a música inteira, com áudio e imagem nítidas (não precisa ser profissional, apenas ter uma boa qualidade).
2ª O participante deverá cumprir os 4 passos indicados na postagem oficial.
3ª A promoção é válida para todo território Nacional.
4ª Entraremos em contato com os ganhadores para o envio da premiação.
5ª O vídeo da execução poderá ser feito em cima do áudio original da música Vira Lata; poderá ser tocado por uma banda fazendo cover (desde que apareça o baterista durante 50 segundos); ou até mesmo apenas a bateria sem acompanhamento de outro instrumento.
6ª O sistema de votação dos 4 finalistas na segunda etapa serão definidos através dos LIKES do vídeo postado pelo perfil do Claustrofobia, ou seja os vídeos com maiores números de LIKES serão os vencedores

Link oficial do concurso, acesse: https://www.instagram.com/p/CDkdepXgPNU/

Formação:

Marcus D’Angelo – vocal, guitarra

Rafael Yamada – baixo

Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

http://www.claustrofobia.com.br

facebook.com/claustrofobiaofficial

youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official

twitter.com/metalmaloka

 

Roadie Metal

Vira Lata, música lançada ano passado pelo Claustrofobia um mês antes da histórica apresentação da banda paulista no Rock in Rio, ganha agora mais contrastes, peso e realismo no videoclipe já disponível no canal do Youtube do Claustrofobia e da Canil Records, com produção de X Tudo Obze, da Caxão Produtora. Assista aqui: 

Trata-se de uma produção cinematográfica, bastante dinâmica, entre takes do Claustrofobia tocando ao vivo e no estúdio DaTribo, e cenas do ator pelas ruas de São Paulo. Tudo foi rodado antes do decreto da pandemia.

O roteiro é uma referência ao cidadão brasileiro comum no limite, que há décadas sangra e luta, mas com sorriso no rosto para sobreviver e alheio ao que de fato significa ter dignidade e esperança por dias melhores.

No clipe, o indivíduo, que é um fiel retrato do maltratado Brasil, aparece trabalhando, no dia a dia, catando comida no lixo, tirando selfie e jogando bola com uma cabeça. “Sangrando e cego lutando para sobreviver. Nossa intenção é dar o exemplo de força e trabalho honesto mesmo com todas as dificuldades; e para o Brasil seria nosso soco violento na face da hipocrisia nacional”, enfatiza o Claustrofobia.

O clipe de Vira Lata tem legenda em inglês, e não à toa. A banda é enfática na ideia: apesar das vergonhas que o Brasil escancara ao mundo, desde a brutal desigualdade até a corrupção de políticos, o Claustrofobia tem orgulho de suas raízes, de uma raça misturada – somos todos vira-latas – e quer dar exemplo de perseverança para todos os povos.

Vira Lata é pesada, raivosa, tem groove na medida exata e com letras em português. É uma música que poderia facilmente figurar nos emblemáticos discos Thrasher ou Peste. Foi gravada em 2019 no Fuel Music Studios, em Fullerton/Califórnia (Estados Unidos), com produção da banda junto a Addasi Addasi. A mixagem ficou por conta de Andre “Kbelo” Sangiacomo, no Family Mob Studios (São Paulo), que já trabalhou com Ratos de Porão, Ego Kill Talent, Far From Alaska e é técnico de som do Sepultura.

Para mais informações sobre o Claustrofobia e outras bandas do cast da Canil Records, acesse o site: https://canilrecords.com.br.

Tedesco Comunicação & Mídia

78845132_2306087286167721_6164374677989883904_o

Galera do Rio De Janeiro, vocês pediram e a gente chegou tirando o pino da granada pra fazer um verdadeiro massacre.

Vai ter Claustrofobia na cidade maravilhosa!

Line Up:
Claustrofobia – Primeiro show no RJ após o Rock In Rio
Involuntarium – Voltando aos palcos estreando formação nova
FORKILL – Turnê do CD “The Sound Of The Devil’s Bell”
Repressor – Show de lançamento do CD “Agonia”

Domingo, 15 de Dezembro ás 18:00

Ingressos Antecipados: R$30,00 (Sympla)
https://www.sympla.com.br/claustrofobia-no-rio-de-janeiro—15122019—18-h—na-kubrick__729833
Ingressos Na Hora: R$40,00

Aceitamos cartões de crédito e débito

Espaço Kubrick Av. Mem De Sá, 66 – Lapa

slayer

Uma das maiores bandas de Rock do mundo está anunciando a aposentadoria dos palcos e colocou o Brasil na rota de sua turnê de despedida. Pela última vez, uma das performances mais intensas da história, poderá ser vista pelos fãs brasileiros em São Paulo, no Espaço das Américas.

Após protagonizar mais de 3.000 shows ao redor do mundo em 37 anos de carreira, a banda norte-americana Slayer anunciou recentemente que cairá na estrada com a Final World Tour, entre 2019 e 2020, para agradecer aos fãs por todo apoio e experiências inesquecíveis durante estes anos.

Antes de se apresentar no Rock in Rio, o grupo formado por Tom Araya (vocal/baixo), Kerry King (guitarra), Paul Bostaph (bateria) e Gary Holt (guitarra) resgatará todo o seu legado, no dia 2 de outubro, no palco da Espaço das Américas, em São Paulo.

A apresentação em São Paulo é uma realização da Move Concerts Brasil e faz parte da plataforma Live Music Rocks, apresentada pelo Banco do Brasil. Ourocard é o meio de pagamento oficial e Cielo é a plataforma de pagamento digital. 

Ingressos para o show estão disponíveis desde 13 de junho em pré-venda para portadores de cartões Ourocard e 17 de junho para venda público em geral, em livepass.com.br. Confira todas as informações no “SERVIÇO” abaixo.

Além da pré-venda, clientes com cartões Ourocard possuem outros benefícios como 50% de desconto na compra de ingressos via cartão de crédito (estoque limitado), condições de parcelamento e a possibilidade de troca de pontos Livelo por ingressos com valores reduzidos, sujeito à disponibilidade.

Formada em 1981, o Slayer é uma verdadeira instituição e um dos nomes mais importantes da história da música. O grupo ganhou notoriedade já no lançamento do debut “Show no Mercy” (1983). No entanto, se tornou um fenômeno mundial com o excelente feedback dos clássicos álbuns “Hell Awaits” (1985) e  “Reign in Blood” (1986).

Protagonizando impressionantes performances, a banda se mantém na vanguarda do thrash metal como um dos grandes responsáveis pela revolução musical que modificou e influenciou todo um cenário nas últimas décadas.

Com uma sonoridade pesada, a banda ainda abusa de criatividade, originalidade e autoconfiança. Sem medo de correr riscos e enfrentar novas experiências, criaram álbuns que se tornam aventuras fascinantes como os recentes “Christ Illusion” (2006), “World Painted Blood” (2009) e “Repentless” (2015).

Com uma infindável lista de hits como “Raining Blood”, “Angel of Death”, “South of Heaven”, “War Ensemble”, “Mandatory Suicide”, “Dead Skin Mask”, entre outros, Slayer segue lotando as principais casas de shows da Europa, América do Norte e Oceania, figurando na capa das principais revistas e sempre é headliner de grandes festivais como Wacken Open Air, Ozzfest, Hellfest, Download, Rock am Ring, Rock in Park, entre tantos outros.

Confira mais informações sobre Slayer em:
https://www.slayer.net 
https://www.facebook.com/slayer 
https://twitter.com/Slayer 
https://www.instagram.com/slayerbandofficial 
https://www.youtube.com/slayer

slayer-claustrofobia-sp

SERVIÇO
 
SÃO PAULO | 02 de Outubro | Espaço das Américas
 
Classificação etária: 16 anos desacompanhados. Menores de 16 anos poderão comparecer ao evento desde que acompanhados dos pais e/ou responsáveis legais. Informação sujeita à alteração, conforme decisão judicial.
 
Pré-venda Banco do Brasil para portadores de cartões Ourocard Black, Infinite, Nanquim, Platinum Estilo e Grafite Estilo: início em 13 de junho, às 10h00 (quinta-feira).

Pré-venda Banco do Brasil para todos os portadores de cartões Ourocard: 14 de junho, às 10h00, até 17 de junho, às 09h59.
 
*os ingressos disponíveis para a pré-venda são limitados. Essa quantidade vai garantir aos fãs acesso a todos os tipos de ingresso na venda ao público geral.
 
Venda para o público geral: a partir de segunda-feira, 17 de junho, às 10h00.
 
Canal de vendas oficial: Livepass.com.br
 
PREÇOS:

SETOR PREÇO
INTEIRA MEIA
Pista R$ 320,00 R$ 160,00
Mezanino R$ 420,00 R$ 210,00

 
MEIA-ENTRADA
Confira no link planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12933.htm#art1 as leis de meia-entrada do seu estado, identificando quem tem direito ao benefício e os documentos comprobatórios solicitados.

The Ultimate Music Press

Claustrofobia: retrata o Brasil no novo single Vira Lata

Publicado: 09/09/2019 por Pedro Mello em News
Tags:,

67887444_143831506828961_2884988393534219711_n.jpg

A Claustrofobia, banda de primeiro escalão da música pesada nacional e atração deste ano no Rock in Rio, além da escolhida para fazer a abertura no show do Slayer em São Paulo (2/10, no Espaço das Américas), acaba de lançar via Canil Records o single Vira Lata, já nas plataformas de streaming. Trata-se de um petardo thrash com muito groove e peso. Ouça aqui: https://ONErpm.lnk.to/ClaustrofobiaViraLata.

A música também ganhou um lyric vídeo: 

Vira Lata é pesada, raivosa, tem groove na medida exata e, com letras em português, faz pertinentes críticas aos tempos de hipocrisia, preconceito, bestialização pelas fake news e desespero generalizado da população brasileira. A letra é realista e positiva, uma resposta ao negativismo e a falta de esperança.

É uma música que poderia facilmente figuras nos emblemáticos discos Thrasher ou Peste. “Exaltamos as pessoas que fazem sua parte com sorriso no rosto para sobreviver, independente de tudo”, destaca a Claustrofobia.

A música foi gravada no Fuel Music Studios, em Fullerton/Califórnia, nos Estados Unidos, com produção da banda junto a Addasi Addasi. A mixagem ficou por conta de Andre “Kbelo” Sangiacomo, no Family Mob Studios (São Paulo), que já trabalhou com Ratos de Porão, Ego Kill Talent, Far From Alaska e é técnico de som do Sepultura. Já a arte do single é assinada por Xtudo Obze.

A apresentação dos thrashers no Rock in Rio acontece dia 4 de outubro, no concorrido Palco Sunset. A Claustrofobia terá a companhia da Torture Squad e, como convidado especial, ninguém menos que o norte-americano Chuck Billy, vocalista do Testament, instituição máxima do thrash metal mundial.

Dois dias antes, 2 de outubro (Espaço das Américas), a Claustrofobia estará de volta a São Paulo para ser a banda de abertura de outro ícone da música pesada, o gigante Slayer. Este será provavelmente o último show dos norte-americanos no Brasil, já que esta, aos 38 anos de carreira, é a turnê de despedida dos palcos. O trio em breve anuncia mais datas de uma turnê pelo país.

‘Vira Lata’ representa toda a brutalidade e devoção do Claustrofobia à música pesada e a vitoriosa trajetória construída com muito suor e profissionalismo ao longo de 3 décadas. “Criamos algo novo na hora certa, que representa fielmente a verdade e o estilo tradicional da banda. Nos últimos três anos foram várias mudanças e acontecimentos de toda ordem. Um amadurecimento significativo”, afirmam.

“Somos todos VIRA LATA e se você é brasileiro e não concorda com isso ou você é um revoltado inocente ou apenas mais um tolo preconceituoso”, conclui a Claustro.

Claustrofobia é:
Marcus Demétrius D’Angelo (vocal e guitarra)
Caio Vinicius D’Angelo (bateria)
Rafael Yukio Yamada (baixo)

Claustrofobia na área:
www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka

Tedesco Comunicação & Mídia

Claustro - Nova formação 02.jpg

Após anunciar sua última tour, o Slayer confirmou algumas datas pela América do Sul, uma delas será emSão Paulo, mais especificamente dia 02 de outubro, pouco antes de sua apresentação no Rock in Rio 2019.

O que está chamando a atenção é a ação criada pelo fã clube oficial do Claustrofobia, o “Claustruth Fan Club” que iniciou uma corrente na página do facebook e instagram da “Move Concerts Brasil” que é a responsável pelo show que será realizado em São Paulo.

O fã clube do Claustrofobia iniciou uma corrente com fãs da banda espalhados pelo país, que consiste em entrar no post original do anuncio da data do Slayer no Brasil, e solicitar que todos os apoiadores e apreciadores da banda brasileira, marquem a página oficial do Claustro e peçam que o trio seja a banda de abertura do Slayer nesse show especifico.

A ação vem tomando enormes proporções e vários comentários como “Claustrofobia pra abrir” podem ser conferidos no post original da “Move Concerts Brasil”. A banda lisonjeada pela criatividade de seu fã clube, compartilhou o post em sua página oficial e fez com que os comentários aumentassem ainda mais.

Una-se a essa causa nobre e justa pelo tamanho e importância do Claustrofobia ao metal nacional e acesse o post original da “Move Concerts Brasil” e comente “Claustrofobia Para Abrir”. Link da postagem abaixo:

Post do Facebook:https://www.facebook.com/MoveConcertsBrasil/photos/a.239254649618287/1066171900259887/?type=3&theater

Post do Instagram:

https://www.instagram.com/p/ByQACRZloS8/

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka
contato@claustrofobia.com.br

http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/

Roadie Metal

Claustrofobia: inicia tour norte americana

Publicado: 10/05/2019 por Pedro Mello em News, Uncategorized
Tags:,

Claustro - Tour - Face.jpg

Em viagem pelos Estados Unidos desde meados de 2018, o Claustrofobia vem ganhando cada vez mais força e representatividade em solo americano. Após comunicar uma série de shows por locais importantes da Califórnia, o trio mais poderoso do Thrash Metalbrasileiro, apresenta aos fãs um tour que irá percorrer vários estados e cidades norte americanas.

A tour intitulada de “Pandemoniun In The Pit” terá início dia 10 de maio de 2019 e contará com 13 datas, sendo o último dia 23 de maio, ou seja, o Claustrofobia em um prazo de 14 dias, estará em 13 cidades diferentes levando todo seu peso e qualidade para os headbangers americanos.

Em breve o grupo estará apresentando novidades aos fãs brasileiros e retornando ao Brasil para uma apresentação épica no Rock In Rio 2019.

Formação:
Marcus D’Angelo – vocal, guitarra
Rafael Yamada – baixo
Caio D’Angelo – bateria

Links importantes

www.claustrofobia.com.br
facebook.com/claustrofobiaofficial
youtube.com/metalmaloka

instagram.com/claustrofobia_official
twitter.com/metalmaloka
contato@claustrofobia.com.br

http://roadie-metal.com/press/claustrofobia/

Roadie Metal