Posts com Tag ‘Circus’

O rock está firme e forte no retorno do Reckoning Fest, que acontece nos dias 9 e 10 de dezembro, no Imperator, na Zona Norte do Rio. Com nove bandas em seu lineup, esta é a maior edição do festival que ficou dois anos parado devido à pandemia. Idealizado pela Reckoning Hour, banda de metalcore do Rio, o evento traz diversos subgêneros do heavy metal para o palco no Méier, a fim de agradar todos os públicos: metal sinfônico, thrash e death metal, power metal, hardcore, grunge, entre outros!

No dia 9 de dezembro, o Reckoning Fest recebe as bandas Hatefulmurder, Lyria, Innocence Lost e Unnature, o detalhe é que todas elas contam com mulheres entre as integrantes. Já no dia seguinte, 10 de dezembro, os intervalos serão comandados pela DJ Cammy, enquanto o evento traz as bandas Circus, Impavid Colossus, AXTY, Odeon e a Reckoning Hour, que encerra o festival. O apresentador nos dois dias será Renan Sparrow.

Destaque da sexta-feira (9/12) o Lyria é o maior nome do metal sinfônico nacional e apresenta no palco do Imperator as canções dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014). Criada em 2012 por Aline Happ (voz), a banda traz  refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o que levou a banda a acumular nas redes fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil. Além de Aline, o Lyria é formado por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria).

Assista “Let Me Be Me”, do Lyria:

Subindo ao palco no sábado (10/12), a Reckoning Hour traz 10 anos de experiência para o palco, sendo ela hoje uma das bandas de destaque da cena carioca de música pesada. Durante a sua trajetória, o grupo teve o reconhecimento de bandas internacionais e nacionais ao tocar junto ao Dream Theater, In Flames, As I Lay Dying, Sepultura, Angra, Rhapsody, Sabaton, Children of Bodom, Suicide Silence, The Black Dahlia Murder, Septic Flesh e Fleshgod Apocalypse. No repertório da apresentação, canções dos álbuns “Beyond Conviction” (2020) e “Between Death and Courage” (2016), além do novo single, inédito, que marca a nova fase da banda carioca. A Reckoning Hour é formada por Philip Leander (guitarra e backing vocal), JP (vocal), Cavi Montenegro (baixo), Johnny Kings (bateria) e Lucas Brum (guitarra).

Assista “Away from the Sun”, do Reckoning Hour:

O Reckoning Fest é uma realização da Striker Produções em parceria com a Lighthouse Productions. O festival conta com apoio do Tomarock Produções, do Imperator – Centro Cultural João Nogueira e da SECEC – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.

Serviço

Reckoning Fest 2022

Data: 9 e 10 de dezembro de 2022 (sexta-feira e sábado)

Horário: 17h (abertura dos portões)

Ingressos: R$ 50 (meia-entrada) l R$ 80 (passaporte dois dias*) l R$ 100 (inteira)

Compre online: https://www.sympla.com.br/evento/reckoning-fest-2022-reckoning-hour-bandas-convidadas/1719015

Classificação: 16 anos

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira

R. Dias da Cruz, 170 – Méier – Rio de Janeiro/RJ

*valor mediante a doação de 1kg de alimento não perecível

Orbe Comunicação

Os cariocas da Circus acabam de lançar uma versão ao vivo do single Mil Razões, a versão foi gravada no palco do Circo Voador (Rio de Janeiro) durante show de lançamento.  

O material tem um toque particular, onde os membros da banda participam ativamente na produção. Bernardo ( vocalista ) cuidou da mixagem e masterização, Eduardo ( guitarrista ) teve participação na edição do vídeo e o Hugo ( bateristas ) produziu a capa do stream e também participou do vídeo. 

Confira o vídeo no canal da banda e o áudio nas principais plataformas de música: 

No single original, em sua versão de estúdio, a banda convidou dois renomados guitarristas do rock nacional em “Mil Razões”, primeiro single desde o disco Transmissão (2020). Lançada no streaming e em videoclipe, nesta faixa, o quinteto carioca, ao lado de Renato Rocha (Detonautas) e Fabio Carelli (Capital Inicial), trazem a energia do punk para falar da urgência em vencer o esgotamento físico e mental no duro cotidiano do cidadão comum. 

Nome em ascensão na cena musical carioca, a banda Circus procura transmitir e espalhar mensagens carregadas de críticas sociais, busca de autoconhecimento e emoções de forma sincera em suas canções. Após 8 anos de trajetória, que inclui dois discos de estúdio, dois discos ao vivo e diversos singles.  O grupo formado por Bernardo Tavares (vocal), Alex Heink (guitarra), Eduardo Lopez (guitarra), Lucas Mendes (baixo) e Hugo Rezende (bateria) mira voos mais altos.

Sobre o último disco da banda: Um grito de liberdade, igualdade e respeito às diferenças move “Transmissão”, urgente e impactante ao longo de suas oito faixas, o trabalho mescla a potência dos riffs do quinteto com uma lírica pungente e necessária no Brasil de 2020. O grupo recebe os convidados Arthur Mutanen (Bullet Bane), Caio Weber (Cefa), Milton Aguiar (Bayside Kings), Renato Rasta (NDR), o rapper Marcão Baixada e Rodrigo Lima (Dead Fish). O disco foi produzido por Jorge Guerreiro (Dead Fish, Matanza, Pitty, Titãs, Rancore) e Bráulio Drumond, em uma grande celebração de diferentes gerações do cenário nacional. Importante lembrar que a faixa Abstrações ganhou destaque na playlist editorial Pátria Rock e permaneceu nela por quase dois anos, sendo o destaque do disco.

Para acompanhar o grupo: https://linktr.ee/CircusRockOficial

LX Metal Assessoria