Posts com Tag ‘Blues Etílicos’

image001.jpg

A banda é considerada uma das principais difusoras do blues no Brasil, criando uma crescente base de fãs fiéis do estilo musical no país

Ao longo de 30 anos de carreira, a Blues Etílicos produziu uma extensa obra autoral, além de participar dos principais festivais de blues do país, dividindo o palco com os maiores nomes do gênero, como B.B. King, Robert Cray, Buddy Guy e muitos outros. A banda é considerada uma das principais difusoras do blues no Brasil, criando uma crescente base de fãs fiéis do estilo musical no país, se apresenta no dia 03 de janeiro de 2019, às 19h30, inaugurando a programação de shows da temporada 2019 do Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia. Abertura da noite com a Banda Laranjeletric.

Estre será um show para entrar nas boas memória de 2019 como uma das melhores noites totalmente dedicadas ao Blues no Rival Petrobras. Isso porque o Blues Etílicos tem o dom de agradar os mais diversos públicos. Nesses 30 anos de estrada foram maturando essa que é a mais criativa e popular das bandas brasileiras nesse segmento.

Considerada a marca mais forte do blues nacional e a banda há mais tempo em atividade nesse segmento, a Blues Etílicos, desde meados dos anos 80, vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo lançado dez CDs e um DVD. A guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Beto Werther garantem o groove sólido e suingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio.

Se o blues é hoje no Brasil um mercado consolidado, muito se deve ao trabalho contínuo e consistente desta banda, que embora carregue o blues nas veias, não se limita a nenhum rótulo específico. O blues é a principal raiz da música popular norte-americana, tendo influenciado tanto o jazz quanto o surgimento do rock. Buscar a ponte entre a música brasileira e o blues é o diferencial do Blues Etílicos ao longo dos anos. A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira são os três elementos básicos que regem seu som. É música para ouvir, dançar e festejar.

Já a banda Laranjeletric, que abre os trabalhos no palco, tem origem em 2010 no Rio de Janeiro. Sua característica principal é um passeio por uma sonoridade que  caminha do blues ao funk, passando pelo soul, com canções autorais embebecidas por estes estilos. Fortemente influenciados pela música negra, a banda finca seus pés no Blues para compor seu repertório autoral e em seus shows deixam claras suas referências ao interpretarem clássicos imortais de artistas como Robert Johnson; Muddy Waters e Jimmy Reed, mais adiante na linha do tempo do Soul e do Funk, reverenciando figuras como B.B. King, Freddie King; Bill Withers ou ainda enquanto remonta hinos de artistas que determinam a evolução do gênero como Jimi Hendrix e Curtis Mayfield.


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. 

Data: 03 de Janeiro (quinta). 

Horário: 19h30. 

Abertura da casa: 18h. 

Ingressos: Setor A: R$ 70,00 (Inteira), R$ 35,00 (meia-entrada) | Setor B: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). 

Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j

Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h 

Censura: 18 anos. 

www.rivalpetrobras.com.br

Informações: (21) 2240-9796. 

Capacidade: 350 pessoas. 

Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo.

Fonte: SG Assessoria de Imprensa

27-10-Blues-Platonicos.jpg

O Teatro Rival Petrobras, em mais uma parceria com a Banca do Blues, apresenta o show “Blues Platônicos” reúne pela primeira vez no mesmo palco a voz soul e sentimental de Toni Platão e a excelência sonora do Blues Etílicos, sob a batuta do produtor, compositor e multi-instrumentista Nilo Romero, idealizador do projeto. 

Vestidas em blues, canções inesquecíveis se revelam em versões divertidamente dançantes e sinceras na poderosa química nascida da fusão sonora de Blues Etílicos, Toni Platão e Nilo Romero. Dentro do rico e vasto repertório da Música Popular Brasileira, foram pinçados clássicos de compositores que fizeram e fazem a sua História. 

Partindo de Noel Rosa (Filosofia) e terminando com Lenine (Dois Olhos Negros), Blues Platônicos investe na riqueza da música popular criada no século XX, trazendo um time de compositores do quilate de Chico Buarque (Construção), Lupicínio Rodrigues (Esses Moços), Dorival Caymmi (Noite de Temporal), Titãs (Sonífera Ilha), Carlinhos Brown (Maria de Verdade), Gonzaguinha (Comportamento Geral), Gilberto Gil (Expresso 2222) e Caetano Veloso (Oração ao Tempo + Como 2 e 2). 

Imperdível!


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. 

Data: 27 de outubro (Sábado). 

Horário: 19h30. 

Abertura da casa: 18h. 

Ingressos: 

Setor A – R$ 70,00 (Inteira), R$ 35,00 (meia-entrada)

Setor B – R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). 

Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j

Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h 

Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br

Informações: (21) 2240-9796. 

Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

 

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

image001

Com 30 anos de estrada musical a banda Blues Etílicos é a marca mais forte do blues nacional e a banda há mais tempo em atividade nesse segmento. Desde meados dos anos 1980, o grupo produz uma extensa obra autoral. Agora os músicos lançam no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, no EP digital 3000. O show será no dia 10 de março, sábado, às 19h30.

O grupo, que já lançou 12 álbuns e um DVD. Formada por Greg Wilson nos vocais e guitarra, Flávio Guimarães na gaita e vocais, Otávio Rocha na guitarra e Beto Werther na bateria – novo na banda, o quinteto funde a densidade do blues com a pegada do rock e o balanço da música brasileira.

No repertório preparado para o Teatro Rival Petrobras, as inéditas 3000 (Pedro Luis / Flávio Guimarães / Sérgio Paes) e O Que Eu Não Sei (Jim Liban / Mauro Sta Cecília) se juntam a clássicos como O Sol Também Me Levanta, Dente de Ouro e Misty Mountain.

O blues é a principal raiz da música popular norte-americana, tendo influenciado tanto o jazz quanto o surgimento do rock. Se o blues hoje no Brasil é um mercado consolidado com inúmeros festivais no país, muito se deve ao trabalho contínuo e consistente da Blues Etílicos.

A guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Beto Werther garantem o groove sólido e suingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio. É música para ouvir, dançar e festejar.

Serviço

Teatro Rival Petrobras

Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro

Informações: (21) 2240-9796.

Capacidade: 400 pessoas.

Data: 10 de março (Sábado).

Horário: 19h30.

Abertura da casa: 18h.

Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br.

Metrô: Estação Cinelândia

Ingressos:

Setor A R$70/R$35 (meia*)

Setor B R$60/R$30 (meia*)

Lateral R$50/R$25 (meia*)

Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j

Bilheteria do Teatro Rival – Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h

*Meia entrada: Estudante, Idosos e Professores da Rede Pública

Siga o Rival nas redes sociais:

www.facebook.com/teatro.rival

Instagram: @teatro.rival

Twitter: @teatro_rival

13029704_1008353122591745_2012681378898336115_o

Dia 13|MAIO, sexta-feira, o bar más rock da Lapa recebe pela primeira vez: BLUES ETÌLICOS. A banda tem o dom de agradar os mais diversos públicos e os mais de 30 anos de estrada a consagraram como a mais criativa e popular das bandas brasileiras nesse segmento. Formação: Flávio Guimarães, Greg Wilson, Otávio Rocha, Pedro Strasser e Cláudio Bedran.

A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira regem o seu som, é música para ouvir, dançar, festejar e viajar. A guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Pedro Strasser garantem o groove sólido com muito suingue. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio.

A pista fica por conta do DJ MMARQUES que vai contagiar a noite com muitas influências e músicas de qualidade.

Serviço: BLUES ETÍLICOS

Line Up: BLUES ETÍLICOS e DJ MMARQUES.

Quando? 13 DE MAIO | SEXTA. O bar abre às 20h. Show as 23h. DJ desde a abertura.

Quanto?
>> R$25, ANTECIPADO PROMOCIONAL* SOMENTE ONLINE. CLIQUE AQUI: http://esquina.la/ingressosonline
Entrada exclusiva e várias formas de pagamento. *Ingressos Limitados.

>> R$30, (LISTA DE ANIVERSÁRIO ATÉ MEIA NOITE) | Envie email para contato@laesquina.com.br

>> R$35, (LISTA AMIGA ATÉ MEIA NOITE) | Postar o nome no mural ou envie email para contato@laesquina.com.br

>> R$40, (NA HORA SEM LISTA OU APÓS MEIA NOITE)

::: Pagamento das entradas em DINHEIRO na portaria :::
::: Aceitamos todos os cartões de débito e crédito para consumo. Nosso sistema utiliza cartões individuais :::

PROGRAMACCIÓN: http://esquina.la/programaccion

LOCALIZACIÓN:
Av. Mem de Sá, 61 – Lapa – Rio de Janeiro (Ao lado do posto Shell)
Tel: (21) 2509-1390 // (21) 99565-8069

OPERACIÓN:
A casa abre de terça a domingo e vésperas de feriados a partir das 20h. Chegue cedo evite fila. Sujeito a lotação.

CELEBRE TU ANIVERSÁRIO:
Aniversariante da semana, com lista e 5 (cinco) convidados presentes, ganha sua entrada e de mais um acompanhante VIP. Seus convidados ganham a entrada no valor da lista amiga até a meia noite. Aniversariante do dia, mesmo sem lista, ganha a entrada VIP.
É permitido uma torta por aniversariante. Nós fornecemos os pratos , os garfos e a vela estrelinha para o parabéns!

TRAGA 15 AMIGOS Y CONSIGA REGALOS**:
Com 15 convidados da sua lista presentes, você e seu acompanhante ganham 35 reais cada um para consumir o que quiser. **Promoção por tempo limitado.

LISTA AMIGA:
Postar o nome no mural no evento no facebook ou e-mail para contato@laesquina.com.br. A lista amiga não tem limite, válida até a meia-noite e deve ser enviada até às 17h do dia do evento. Os nomes não devem conter hífen ou qualquer tipo de numeração ou bullet. Favor mencionar o evento no assunto ou corpo da mensagem. O envio da lista amiga NÃO garante reserva de mesas.

RESERVAR MESAS:
Nome, telefone, número de pessoas e o horário previsto de chegada para contato@laesquina.com.br. As reservas são gratuitas, limitadas a 15 lugares e válidas até as 21:30h sempre com um pequena tolerância. Não temos mapa de mesas.
Para cancelar por favor nos informe com antecedência.

ADVERTENCIAS:
1. É expressamente proibida a entrada de menores de 18 anos;
2. É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para entrada;
3. É proibida a entrada de pessoas armadas.

Te esperamos. Salud!

O Blues Etílicos é a marca mais forte do blues nacional e a banda há mais tempo em atividade nesse segmento. Desde meados dos anos 80, a banda formada por Flávio Guimarães, Greg Wilson, Otávio Rocha, Pedro Strasser e Cláudio Bedran vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo lançado doze CDs e um DVD.

Em 2015, a banda comemora 30 anos de carreira com o lançamento do seu novo CD.

Gravado ao vivo no Teatro do Sesc Santo Amaro, em São Paulo, o álbum tem doze músicas, onze delas autorais e uma releitura de Freddie King, na música San Ho Zay. A banda resgata Safra 63, música de seu primeiro LP lançado em 1987. Canções autorais de diferentes álbuns como Tiro de Largada e Puro Malte se somam às inéditas Let it Rain e Solidão dos Bois.

Se o blues hoje no Brasil é um mercado consolidado com inúmeros festivais que recebem a cada ano atrações nacionais e internacionais, muito se deve ao Blues Etílicos. Em meados dos anos 80, era praticamente uma excentricidade se pensar em montar uma banda profissional de blues no país. Graças ao trabalho contínuo e consistente do grupo, toda uma geração de músicos e produtores de shows se interessou por esse estilo musical, formando um público fiel e numeroso.

Ainda assim, pode-se dizer que a música do Blues Etílicos não se limita a nenhum rótulo específico. A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira são os três elementos básicos que regem seu som. É música para ouvir, dançar, festejar e viajar. A guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Pedro Strasser garantem o groove sólido com muito suingue. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio.

O Blues Etílicos tem o dom de agradar os mais diversos públicos. Esses 30 anos de estrada foram maturando cada vez mais essa que é a mais criativa e popular das bandas brasileiras nesse segmento.

“Tristeza e alegria, pecado e religiosidade e sobre tudo um clima de festa é o que me toma o blues. O Blues Etílicos tem o poder de injetar essa música em nossas veias. É uma degustação cheia de energia e prazer.”
PAULO MOURA

“Se o samba é o blues brasileiro, o blues é o rock verdadeiro. Conheci o Blues Etílicos há 25 anos atrás,
já blues e já etílicos. The rock isrolling.”
PAULINHO MOSKA

“Etílicos e Buddy Guy, a noite pega fogo em Ribeirão. Quinteto carioca e o norte-americano Buddy Guy abriram em grande estilo e animação o Festival de Ribeirão Preto. Com seu suingue entre a tradição bluesística e o funkrock, o Blues Etílicos contagiou de imediato as cerca de 3.500 pessoas que dançaram, aparentemente até mais animadas que na apresentação de Buddy Guy.”
LAURO LISBOA GARCIA – ESTADO DE SÃO PAULO

“Sempre fiel ao gênero, este disco confirma o Blues Etílicos como o melhor grupo de blues do Brasil.”
ANTONIO CARLOS MIGUEL

Na abertura teremos a BANDANNA BLUES!

Formada nas lendárias jamssessions da Banca do Blues tem como integrantes músicos experientes da cena carioca.
Anna Carla Fernandes (vocal), Eduardo Mizutani (teclado), Mauricio “Codfish” Fernandes (guitarra), Leandro Souto Maior (baixo) e Claudio Guerrero (bateria).

A banda busca um diferencial musical através de influência Rockabilly e Rock no repertório Blues.

Freddie King, BB King, Eric Clapton, Imelda May, StrayCats, Debbie Davies e Susan Tedeschi fazem parte do repertório da banda.

Info:

http://www.bluesetilicos.com.br

http://www.bandannablues.com

Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Dia 21/05 –  Quinta-feira  – às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia

Preço:
Setor A /  Mezanino:

R$   70,00 (Inteira)
R$   35,00 (Meia entrada para estudantes, idosos e professores da rede municipal)

Setor B:

R$  60,00 (Inteira)
R$  40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes)
R$  30,00 (Meia entrada para estudantes, idosos e professores da rede municipal)

Classificação: 16 anos

image001

Devido ao grande sucesso no ano passado, o Blues Etílicos retorna ao palco do Teatro Rival Petrobras, dia 20 de fevereiro, quinta-feira, com o show do CD Puro Malte – que traz nove composições próprias, entre elas parcerias com os letristas Bernardo Vilhena e Mauro Santa Cecília.  A canção original que dá título ao trabalho fala do universo da cerveja artesanal. As músicas “Cotidiano No. 2” , de Toquinho e Vinícius de Moraes, e “Espelho Cristalino”, de Alceu Valença, ganham releituras em ritmo de blues. O CD será tocado na íntegra no palco do Rival, além de grandes sucessos da banda.

Desde meados dos anos 80, a banda vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo lançado doze CDs, um DVD e uma cerveja.

Em Fevereiro a banda repete a dose e lança no Teatro Rival o seu mais recente álbum

No show de abertura, a banda carioca Bandanna Blues lança o EP “Gato de Babel”. A Bandanna Blues, formada em 2007 no tributo a Eric Clapton na Banca do Blues, busca um diferencial musical por meio da influência do Rockabilly e do Rock no repertório blues. No dia 20 de fevereiro, apresenta músicas de Buddy Guy, Imelda May e Stray Cats.

Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Dia 20 de fevereiro, quinta-feira,  às 19h30
Rua: Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia

Preço:
Setor A / Setor B / Mezanino
R$ 60 (Inteira)
R$ 45 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 30 (Meia entrada para estudantes, idosos e professores da rede municipal)

Classificação: 16 anos

Capacidade: 458 lugares

Fonte: Assessoria de Imprensa Teatro Rival Petrobras – Sheila Gomes