Posts com Tag ‘Ashburn’

A banda de Power Metal, AshBürn, lançou na última terça-feira, dia 15 de Fevereiro, o primeiro videoclipe oficial da carreira da banda, “Doing Nothing Is Not The Answer”, faixa de abertura do álbum de estreia da banda, “You Can Not Kill What Can Never Die”, lançado em 2020. Confira abaixo:

A direção e produção do videoclipe foram realizadas pelo próprio vocalista da banda, Heron Ribeiro, graduando em Cinema pela Universidade Federal do Espírito Santo, com apoio Evandro Helmer, diretor de fotografia da Photo Fire Vix, nas filmagens que ocorreram no Estudio Bravo, em Vitória, no Espírito Santo. A banda que já havia lançado anteriormente um Lyric Video para “XXI (I’m Not A Dreamer)”, ainda não havia conseguido produzir um novo material audiovisual devido a situação de quarentena imposta pela pandemia no decorrer dos últimos dois anos.

Com este novo material em mãos, a AshBürn volta a promover o seu debut, que recentemente teve seu show de lançamento realizado, antecipando as expectativas de turnê da banda dentro e fora do país.

A AshBürn foi fundada em 2013 e conta em sua atual formação com Heron Ribeiro nos vocais, Gabriel Monteiro e Breno Fazio nas guitarras, Anderson Widenhoeft no Baixo e Matheus “Koala” na bateria. Confira abaixo o álbum de estreia da banda:

Hell Yeah Music Company

A banda capixaba AshBürn lançou no ano de 2020 o seu álbum de estreia, “You Can Not Kill What Can Never Die”, que obteve excelente recepção tanto da crítica especializada quanto dos fãs que já acompanhavam e esperavam por este registro desde 2015.

Durante o difícil momento vivido na quarentena motivada pela pandemia de Covid-19, a banda também teve que tomar algumas decisões bastante impactantes, mas fundamentais para sua continuidade. A principal delas foi uma reformulação em seu elenco, com a entrada do guitarrista Breno Fazio e do baixista Anderson Widenhoeft (Gere), que ao lado dos membros remanescentes da formação original, o vocalista Heron Ribeiro, o guitarrista Gabriel Monteiro e o baterista Matheus Rodrigues, estabeleceram a time que levará a AshBürn de volta aos palcos em 2022.

A banda também anunciou que está em processo de finalização de seu primeiro videoclipe oficial, que terá sua data de lançamento anunciada em breve, mas já podemos esperar por esta grande novidade ainda no primeiro trimestre de 2022.

O vocalista da banda, Heron Ribeiro, comentou sobre todas essas mudanças:

“É muito empolgante estar com uma formação tão forte e preparada para os palcos. Estamos ansiosos por fazer o lançamento oficial do nosso disco e divulgar nosso primeiro videoclipe”

Acompanhe todas as novidades da banda através do Instagram @ashburnofficial e do Facebook /ashburnofficial.

Enquanto os novos trabalhos não chegam, escute abaixo o álbum de estreia da AshBürn, o já citado “You Can Not Kill What Can Never Die”:

Hell Yeah Music Company

Cada vez mais observamos alguns gêneros do Heavy Metal que anteriormente eram marcados por temas bastante característicos, sendo repaginados através de um movimento de utilização daquela fórmula musical para passar uma mensagem diferente e mais atual. Esse é o caso do Power Metal, que apesar de sempre ter sido fonte de mensagens e reflexões sobre a vida, o cotidiano e a sociedade, tem dado ainda mais voz para discussões contemporâneas e relevantes para o nosso tempo.

Um dos principais representantes dessa nova frente no Brasil é a banda Ashbürn, que através de seu Power Metal grandioso e deslumbrante, traz em suas letras ponderações absolutamente pertinentes sobre violência doméstica, opressão e o caos social, para citar alguns exemplos, o que torna suas músicas bastante densas e soturnas, mas ainda assim vibrantes e com uma poderosa mensagem de esperança.

A AshBürn foi fundada em 2013 no estado do Espírito Santo, e apesar de já ter registrado algumas músicas em um EP de 2015, lançou seu primeiro álbum completo de estúdio somente em 2020, nomeado “You Can Not Kill What Can Never Die”, gravado e produzido pelo experiente Thiago Bianchi (Noturnall, ex-Shaman), no Estúdio Fusão. O som da banda carrega influências do Heavy e especialmente do Power metal, com arranjos grandiosos, riffs e melodias marcantes e uma maturidade e segurança notáveis em suas composições.

O núcleo principal da banda é formado pelo vocalista Heron Ribeiro, o guitarrista Gabriel Kbelo e o baterista Matheus Koala. Para a gravação do álbum a Ashbürn contou ainda com a guitarrista Raquel Rodrigues e o baixista Vinicius Boza, que acabaram se desvinculando da banda durante a pandemia e em breve terão seus substitutos anunciados, que já ensaiam com a banda.

O conceito principal do álbum de estreia da banda retrata de maneira geral o caos do século XXI, tanto nas letras quanto nos arranjos, o que pode ser observado claramente no Lyric Video para “XXI (I’m Not A Dreamer)”.

“You Can Not Kill What Can Never Die” conta com 10 faixas distribuídas em pouco mais de 40 minutos de duração, com destaque para a sombria abertura com “Doing Nothing is Not the Answer” e a empolgante “Captain Proudmore”, que foge um pouco do conceito e do padrão do álbum, com seus riffs e arranjos vocais memoráveis. “No More Memories” é belíssima e comovente e “Asylum” com seus tempos quebrados e seu clima soturno, carregam o álbum por um delicioso clima sinistro e tétrico. Mas o ápice do disco fica guardado para o final, com “Break the Silence”, onde o núcleo de compositores da banda formado por Heron Ribeiro, Gabriel Kbelo e Matheus Koala, mostra o quão diferenciados eles são, em uma canção nascida para ser um hino de resistência e uma das grandes composições do Heavy Metal brasileiro nos últimos anos.

Confira o álbum “You Can Not Kill What Can Never Die” nas principais plataformas de Streaming:

Hell Yeah! Music Company