Posts com Tag ‘A Sorrowful Dream’

ASD - Press 2019

A banda gaúcha de Dark Metal A SORROWFUL DREAM está iniciando as comemorações de dez anos do lançamento de “Toward Nothingness”, seu primeiro álbum, disponibilizado em novembro de 2009 e produzido por Sebastian Carsin do Estúdio Hurricane. O vocalista Éder Macedo comenta que há planos de fazer uma comemoração especial sobre esta data tão importante, mas que ainda é cedo para confirmar: “Temos todos os planos possíveis… e nenhum (risos). Na verdade, não queremos que essa data passe em branco. Afinal, foi nosso primeiro full-length e tem um papel importantíssimo na construção de nossa identidade sonora e pessoal. Estamos ainda em tratativas, por isso, ainda, não vamos divulgar nada até que esteja 100% confirmado… Mas algo acontecerá!”.

Até chegar a “Toward Nothingness” a banda havia lançado inúmeras demos e singles, conquistando um ótimo público, não apenas no Rio Grande do Sul. Mas era uma época diferente, sobretudo na década de 90, quando a internet ainda não era utilizada como hoje. Éder conta do que sente mais falta daquela época e faz uma comparação dos dias atuais: “Ah! Anos 90! Sentimos falta de nossa juventude e vitalidade! (risos) Na verdade, é uma situação bem diferente da de hoje. Quando comparamos aos dias de hoje, no quesito acesso à informação e a bandas, percebemos que tínhamos acesso a praticamente nada e tínhamos que batalhar muito para conseguirmos o mínimo. Essa a saudade que fica: a batalha. Lembro-me de uma coletânea de Doom Metal, em K7, que o Agnaldo, da Serpent Rise, passou para um de nossos amigos. Não conhecíamos a banda A Serpent Rise ainda e a ASD ainda não existia. Cultuávamos aquela K7. Ouvíamos banda por banda, discutíamos os detalhes de cada música em audições regadas a vinho barato. Havia uma “tosquice” que nos unia e que também unia a cena Metal. Assim, tínhamos excursões para shows, festivais no interior em ônibus apertados, dormíamos em rodoviárias, tocávamos em festivais em pequenas cidades e palcos apertados… Enfim, sentimos falta disso e do tempo que dispúnhamos para fazer parte da cena – a vida adulta hoje nos impede de muita coisa.”.

ASD_Debut

E foram justamente com a experiência adquirida com estes inúmeros lançamentos nas décadas de 1990 e 2000 que a banda forjou uma sonoridade bem característica, juntando influências que vão do Gótico/Pop dos anos 80 até o Metal Extremo e música clássica. Entretanto, para o vocalista, o grande segredo desta sonoridade é a soma de todas as influências dos integrantes: “Não acredito que sejamos muito originais. Na verdade, nunca priorizamos a originalidade. Claro, também nunca visamos ao plágio. O que queríamos era fazer um som que estivesse em acordo com as individualidades dos sete integrantes da banda. É isso! Se, de alguma forma, ele parece original é porque nossas composições, por mais que, em sua grande maioria, partam do Lucas, são sempre submetidas a um processo no qual cada um contribui e busca deixar sua marca. Acreditamos nas individualidades e no crescimento musical de cada um, logo, dizer que a banda tem uma sonoridade própria é dizer que cada indivíduo nela possui uma sonoridade que o caracterize. E anos e anos de convivência também contribuem para a construção de uma identidade.”.

Hoje formado por Éder Macedo (vocal), Josie Demeneghi (vocal), Geovane “Tuko” Lacerda (baixo), Mari Vieira (teclados), Aurélio Martins (guitarra), Lucas Vargas (guitarra/violinos) e Marcelo Dornel (bateria), o grupo se concentra no término das edições de dois novos video clipes, que serão disponibilizados nos próximos meses. Além disso, há o processo de composição do terceiro álbum, sucessor de “Passion”(2015). Éder revela mais um pouco da identidade musical do grupo: “Vou contar um segredo! Em meio ao processo de composição em que estamos, acabamos percebendo que, em um trecho da música, estávamos plagiando a nós mesmos. Interessante, não! O mais interessante é que, para nós, isso não se trata de um problema: primeiro, porque o trecho se encaixava perfeitamente no todo da música; segundo, porque ele revela que há uma identidade natural da banda, que não é construída, pois surgiram a partir de trabalho em grupo, convívio, concordâncias, discordâncias, afinidades, enfim…”.

Ouça “Toward Nothingness” no Spotify:

https://spoti.fi/31fvh69

Contatos:

Site oficial: www.asorrowfuldream.com
Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream
Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream
Instagram:  www.instagram.com/asorrowfuldream

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Wargods Press

ASD_Press.jpg

A banda gaúcha A SORROWFUL DREAM, desde seu início, sempre primou por agrupar em sua sonoridade diversos estilos, indo da Música Clássica ao Death Metal. E no meio disso tudo, referências voltadas ao Gothic e New Wave, e enraizado nas preferências musicais de seus integrantes, bandas voltadas ao Pop Rock, como o sueco Roxette. Formada por Marie Fredriksson e Per Gessle, a dupla alcançou sucesso mundial entre o fim dos anos 1980 até meados da década de 1990, período em que tiveram dezenove singles no top 40 do UK Singles Chart e quatro singles #1 nos Estados Unidos, dentre eles, “Listen To Your Heart”, música que dá origem a este tributo, “Listen to Your Metal Heart – A Metal Tribute to Roxette”.

Coube ao A SORROWFUL DREAM dar sua própria interpretação para a clássica “Spending My Time”, gravada e produzida por Sebastian Carsin, do estúdio Hurricane, de Porto Alegre. “Spending My Time” foi escrita por Per Gessle, tornando-se o quarto single do álbum “Joyride”, lançado em 1991, fazendo muito sucesso inclusive no Brasil, devido a extensa exposição sendo parte da trilha sonora da novela “Perigosas Peruas”, de 1992. O tributo foi lançado pela produtora russa GSP Magazine, contendo inclusive mais duas bandas gaúchas, Seduced by Suicide e From Autumn.

O vocalista Éder Alves comentou sobre alguns detalhes deste processo, sobretudo ao transpor a sonoridade Pop do Roxette para o Dark/Doom Metal do grupo: “A sonoridade Pop dos anos 80 e 90 é parte da nossa formação e isso não temos como negar. E nesse sentido foi fácil e difícil compor: fácil por a música já fazer parte quase de nosso DNA, e difícil por fazermos questão de darmos uma cara nossa para a música. Aliás, fizemos uso de licença poética e mudamos alguns detalhes da letra. Há trechos que, ao invés de se referir a alguém que foi embora, como a letra original sugere, nos referimos a alguém que já morreu. E no refrão, quando a original parece estar citando a música “Tears of a Clown”, música escrita por Stevie Wonder e gravada pela banda The Miracles, em 1966, nós optamos por citar a música “Deeper Down”, do My Dying Bride, do álbum “The Line of Deathless Kings”.

Ouça “Spending My Time”:

https://goo.gl/uPAiXW

No dia 16/09 tocará em Bento Gonçalves/RS, no Metal Sul Festival e em 30/09 na Embaixada do Rock, em São Leopoldo/RS, no festival Cena Rock.

Contatos:
Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream

Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream

Soundcloud: www.soundcloud.com/asorrowfuldream

Fonte: Wargods Press

14560125_10207139650025415_7457945372889805_o.jpg

O A SORROWFUL DREAM está anunciando mais um show em sua agenda, que será realizado no dia 12/11, sábado, na loja de instrumentos musicais OPENSTAGE, localizada na Avenida Otto Niemayer, 2415, zona sul de Porto Alegre, com entrada gratuita. O evento, que faz parte do projeto Live Sessions, também terá em seu cast a banda de Death Metal HORROR CHAMBER, antigos companheiros de estrada que estão divulgando seu debut “Eternal Torment”.

Mais informações:

https://www.facebook.com/events/610005112505642

Fundada em novembro de 1996 na cidade de Sapucaia do Sul, o A SORROWFUL DREAM está celebrando duas décadas ininterruptas de dedicação ao som pesado. Ainda em processo de divulgação de “Passion”, seu segundo e elogiado álbum, o grupo mostra-se empolgado com o futuro, e nas palavras do vocalista Éder Macedo, “não há palavras que definam o que é a banda e a música para nós. Nesse caso, qualquer definição seria muito limitadora. Só podemos dizer que tudo está valendo muito a pena!”. 

Ouça “Passion” no Spotify:

https://goo.gl/JPxdOp

O A SORROWFUL DREAM é composto atualmente por Éder Macedo (vocal), Josie Demeneghi (vocal), Geovane “Tuko” Lacerda (baixo), Mari Vieira (teclados), Aurélio Martins (guitarra) e Lucas Vargas (guitarra/violinos) e promete fazer uma apresentação marcante para seus admiradores. Em breve será feito um anúncio oficial sobre o novo baterista.

Contatos:

Site oficial: www.asorrowfuldream.com

Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream

Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream

Fonte: Wargods Press

 13606755_1108861825842028_7868500430300489246_n.jpg

Os gaúchos do A SORROWFUL DREAM estarão realizando três shows neste final de semana, nos estados de Santa Catarina e Paraná. As apresentações farão parte da “Depressive Shadows Tour”, em parceria com a banda Nomen Eius, de Rio do Sul/SC. O giro terá início na cidade de Rio do Sul, no dia 08/07, seguido de Curitiba/PR em 09/07 e finalizando em Porto Belo/SC em 10/07.

Nos três shows as bandas dividirão o palco com Deadpan (em Porto Belo), Khrophus (em Rio do Sul e Porto Belo), Cassandra (em Curitiba), Eternal Sorrow (em Curitiba) e Retaliate (em Porto Belo).

O A SORROWFUL DREAM encontra-se em processo de divulgação de seu segundo álbum, “Passion”, e mostra-se empolgado com estes shows, confirme declaração do vocalista Éder A. de Macedo “Nosso último show foi em dezembro, e desde então estamos concentrados nos ensaios com o novo baterista e agora será a prova de fogo para a nova formação. Também estamos ansiosos para apresentar as músicas novas para os fãs da região, que já nos receberam algumas vezes! Contamos com a presença de todos!”.

Para conferir todas as informações dos shows, acesse a página oficial do A SORROWFUL DREAM e acompanhe todas as novidades em primeira mão: www.facebook.com/asorrowfuldream

Contatos:

Site oficial: www.asorrowfuldream.com

Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream

Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream

Fonte: Wargods Press

 asd1-1024x683.jpg

Após cerca de cinco anos no comando das baquetas da banda A SORROWFUL DREAM, é anunciada a saída de Ricardo Giordano. Ricardo, que já foi baterista das bandas Desolate Ways, Hermit Age e Toccata Magna, entrou no grupo logo após o lançamento do CD “Toward Nothingness”, encarando os shows de divulgação do álbum, bem como as comemorações de 15 anos do grupo, ocorridas em 2011.

Seu trabalho em estúdio com o A SORROWFUL DREAM foi o mais recente lançamento, o álbum “Passion”, do qual também atuou, ao lado de Sebastian Carsin, como produtor.

Segundo o comunicado oficial da banda, a saída foi amigável e, no momento, estão sendo realizados testes com alguns bateristas. “Drumam [como também é conhecido] deixou sua marca e, principalmente, em nosso último trabalho, “Passion”. Ele é parte significativa da história da banda”, afirma o vocalista Éder Alves de Macedo.

O substituto de Ricardo deverá ser anunciado em breve. Enquanto isso, a banda planeja uma série de shows após esta confirmação, continuando assim a turnê de divulgação do recém-lançado álbum.

Contatos:

Site oficial: www.asorrowfuldream.com

Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream

Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream

Fonte: Wargods Press

A-Sorrowful-Dream-2015-1024x683

Depois da excelente receptividade com o show de lançamento do álbum “Passion” em Porto Alegre – dentre outras apresentações – a A SORROWFUL DREAM tocará ao lado do VENOM INC., a nova encarnação da lendária banda britânica, que conta com os membros originais Mantas (guitarra) e Abaddon (bateria), além de Tony “Demolition Man” Dolan (baixo e vocal), presente em álbuns do Venom entre o final da década e 80 e começo dos 90, revivendo assim a formação daquela época.

O evento – produzido pela Som de Peso – será realizado no Cine Theatro Ypiranga (Rua Cristóvão Colombo, 772) no dia 15/12, a partir das 20h, com ingressos custando R$ 90,00 (promo – contribuindo com 1 kg de material não perecível ou brinquedo em bom estado na portaria do evento) ou R$ 90,00 (meia-entrada). Para mais informações acesse o evento oficial e confirme presença nesta noite histórica.

 

Infos completas:

https://www.facebook.com/events/751108574993454/

 

E as primeiras resenhas de “Passion” começam a ser publicadas. O site holandês Vixen (especializado em bandas com mulheres em sua formação) destacou o desempenho dos vocalistas Éder e Josie: “É apenas a partir da metade da terceira faixa, “Entwined”, que Josie pode mostrar sua bonita voz limpa. Antes disso, sua parte apenas serve de apoio a Éder em segundo plano. Mas depois de “Entwined” seu papel fica maior e “Passion” fica cada vez melhor. Ambas as vozes (a de Éder é bastante grave e me lembra a de Falco em seu grande sucesso “Jeanny”, enquanto a de Josie é mais angelical) combinam-se muito bem criando uma atmosfera “A Bela e a Fera”. Especialmente “A Lullaby For Lunatics”, que começa com piano e violino, “Solo Awakening” e “Only Blood Knows” são canções excelentes. A música transita do Gothic ao Death Metal e serve como um apoio realmente marcante para os vocais. Eu tive minhas dúvidas quando a esse álbum, mas a A Sorrowful Dream provou que eu estava completamente errado.”

 

Leia o texto completo (em inglês): http://vixensffm.nl/?page_id=10266

 

Contatos:

Site oficial: www.asorrowfuldream.com

Facebook: www.facebook.com/asorrowfuldream

Twitter: www.twitter.com/asorrowfuldream

Fonte: Wargods Press – Assessoria de Imprensa

asd1
Desde o lançamento do primeiro CD, “Toward Nothingness”, em 2009, a banda gaúcha A SORROWFUL DREAM vem colhendo os resultados de um trabalho sério e árduo, iniciado no já longínquo ano de 1996. De lá pra cá, mesmo com algumas trocas de integrantes, o grupo lançou uma série de demo-tapes impactantes no cenário Gothic/Doom Metal brasileiro, algumas delas se tornando clássicas entre seus admiradores.
 
E prestes a completar 20 anos de atividades, a A SORROWFUL DREAM anuncia o lançamento de “Passion”, CD composto por dez faixas inéditas e mantém sua sonoridade intacta, composta de diversos elementos que os tornam uma das bandas mais originais do Brasil. Atualmente a banda é formada por Éder A. de Macedo (vocais), Josie Demeneghi (vocais), Geovane “Tuko” Lacerda (baixo), Aurélio Martins (guitarra), Lucas Vargas (guitarra/violino), Mari Vieira (teclados), Ricardo Giordano (bateria).
 
Gravado e masterizado no Hurricane Studio pelo renomado produtor Sebastian Carsin em conjunto com o baterista Ricardo Giordano, “Passion” promete agradar não somente seu habitual público, mas também uma nova leva de fãs, já que incorpora pequenos detalhes mais atuais que favorecerão seu crescimento. A arte da capa, uma obra criada pelo artista Tric Jonathas, já nos dá uma ideia do que encontrar em “Passion”: um som pesado, obscuro e enigmático.
asd_passion
 
Confira o track list:
 
1 – Prolusion
2 – Amálgama
3 – Entwined
4 – Silent Words
5 – Ephemeral
6 – A Lullaby for Lunatics
7 – Solo Awakening
8 – In Hebetude
9 – Only Blood Knows
10 – Passion
 
Teaser da capa: 
 
E para fazer um lançamento em grande estilo, a A SORROWFUL DREAM fará um show no Teatro do CIEE no dia 17/10, sábado, apresentando seus clássicos mesclados às novas composições, prometendo um show impactante. Além disso, farão eventos de pré-lançamento do álbum em Novo Hamburgo e Porto Alegre. Confira na página oficial os locais e datas.
 
Para mais informações sobre o show no Teatro do CIEE acesse o evento no Facebook:
 
Contatos:
Fonte: Wargods Press