Marcelo Souza: “Human Vs Machine” (Resenha/Review)

Publicado: 19/10/2021 por Pedro Mello em News, Resenhas CD's, Uncategorized
Tags:, ,

“Human Vs Machine” é o segundo trabalho solo do guitarrista Marcelo Souza.

O músico já contribuiu para a banda Attomica e possui um instituto musical no interior de São Paulo, mais precisamente, em Taubaté.

“Human Vs Machine”, conta com um trabalho gráfico belíssimo, e o título abre um grande leque de possibilidades para interpretações. Ao todo são dez faixas apresentadas, sendo oito instrumentais e duas com vocais. Juntamente com Marcelo estão o baterista Argos Dankas, o baixista Lucas Barbosa, e nas faixas contendo vocais, o mestre, Mário Pastore.

O álbum abre com “Duel Of Serpents”, e o que ouvimos aqui é uma sonoridade bastante orgânica e que em nenhum momento soa enjoativa. Um excelente tema para iniciar o álbum. Com uma mensagem forte, a faixa título, “Human Vs Machine”, é a primeira com vocais, e soa como uma clássica obra de Heavy Metal. A banda funciona muito bem, e Pastore como sempre, cantando horrores.

“Take A Chance” e “Secret Code” dão prosseguimento ao álbum e trazem uma vibe Satrianesca, mas obviamente, com a personalidade de Marcelo.

“Stronger” nos traz de volta os vocais de Pastore, desta vez, a faixa inicia com um belo dedilhado de violão, mas depois ganha peso, soando mais como um Hard N’ Heavy. Em alguns momentos me lembrou um pouco “The Price” do Twisted Sister, só que um pouco mais pesada.

“High Tension”, tem uma pegada diferente, e mostra uma outra faceta de Marcelo, desta vez o Fusion se torna mais presente. “Artificial Intelligence” é um tema bonito e curto, que serve quase como uma introdução para “Dangerous Game”.

“74′ White Maverick” traz a participação de uma lenda nacional das guitarras, Luiz Carlini. Pra quem não sabe, Carlini foi o fundador da banda Tutti Frutti, que acompanhou Rita Lee por longos anos. A música é um rock estimulante e mais uma vez muito bem executado.

O álbum se encerra com “Tomorrow”, mais uma faixa curta, com um exímio dedilhado de violão e muito sentimento.

Mesmo não sendo um aficionado por álbuns instrumentais, após a audição das dez faixas, fica um gosto de “quero mais”. Você começa a ouvir, e não nota o tempo passar. Marcelo fez a guitarra trabalhar em prol da musicalidade, esbanjando técnica e feeling. A escolha dos músicos que o acompanha também foi um grande acerto, Argos e Lucas promovem uma cozinha consistente e empolgante. E o que falar de Mário Pastore? O cara é um monstro.

Se você quer conhecer e viajar pelos caminhos da guitarra, este é o álbum ideal. Marcelo conseguiu em um álbum demonstrar as várias faces de seu instrumento, faixas coesas e muito bem interligadas, sem soar como um exercício megalomaníaco, como outros músicos por aí fazem. Altamente Indicado.

Faixas: 01. Duel Of Serpents / 02. Human vs Machine (com Mario Pastore) / 03. Take A Chance / 04. Secret Code / 05. Stronger (com Mario Pastore) / 06. High Tension / 07. Artificial Intelligence / 08. Dangerous Game / 09. 74′ White Maverik (com Luiz Carlini) / 10. Tomorrow.

Pra conhecer mais do trabalho de Marcelo Souza, acesse:

www.marcelosouzagt.com.br

https://www.facebook.com/marcelosouzaguitar/

https://www.instagram.com/marcelosouzagt/

youtube.com/channel/UCI0dA-SgwHS4wYwIUQ-vshw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s