Supernova (ex banda Rethoryka): lança “Poesias Inúteis”

Publicado: 23/08/2021 por Pedro Mello em News
Tags:, ,

“Eis que tudo se fez novo”, assim a Supernova quer encarar essa nova fase que marca o mais recente lançamento da banda “Poesias Inúteis”.

Supernova é o novo nome da ex-banda Rethoryka, que mudou de nome mas mantém a mesma identidade que caracteriza a banda: um rock clássico com muita modernidade, com pegada potente e letras marcantes, que falam sobre temas fortes e importantes.

Contando com a mesma formação, a Supernova fez uma escolha difícil, a banda já tinha 12 anos de história, e um nome já conhecido no mercado. Neste tempo, passou muitas pessoas que ajudaram a construir a história e a identidade da banda, entre elas alguém de muita estima que sofre de (TPD) Transtorno de Personalidade Borderline, e infelizmente ouvir o nome ou qualquer coisa relacionada a Rethoryka era um gatilho para disparar o comportamento fora do padrão.

A decisão não foi fácil, mas a banda optou pela atitude de amor, e resolveu abrir mão do nome, entendendo que a mensagem que eles querem levar independe do nome que eles carregam.

E com o desejo no coração de contar essa história de forma a ajudar outras pessoas, o novo lançamento da Supernova traz o tema à tona.

O transtorno de personalidade borderline é caracterizado por um padrão generalizado de instabilidade e hipersensibilidade nos relacionamentos interpessoais, instabilidade na autoimagem, flutuações extremas de humor e impulsividade. 

Por conta das mudanças no humor, o transtorno de personalidade borderline é, muitas vezes, confundido com o transtorno bipolar. No entanto, a alteração entre humor extremo e depressão nas pessoas com transtorno borderline geralmente ocorre dentro de horas ou dias, enquanto que na doença bipolar pode durar semanas ou meses.

Estima-se que 6% da população mundial sofre do transtorno de personalidade borderline (TPB). Se por um lado não há estatísticas sobre sua prevalência no Brasil, por outro aproximadamente 10% dos pacientes diagnosticados no nosso país cometem suicídio, segundo estimativa da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

A fim de evitar consequências tão graves, é importante conhecer o problema, saber quais são os sintomas, as causas e o tratamento.

A letra da canção “Poesias Inúteis” discorre sobre o questionamento de como somos suscetíveis às questões da mente, das emoções e do que vivemos. Perguntas estas que são a base do conflito de quem sofre de TPD.

“Onde estou? Pra onde vou?/ E o que fiz pra merecer? O tempo, transcreve, momentos, singelos, dispersos, sinceros, incertos, mistérios/Na vida nascemos, crescemos, vivemos, morremos, mas hoje quem eu sou? Diz parte da letra feita de uma collab entre com a Supernova o compositor e músico Wallace Henrique dos Santos.

A produção e arranjos foi assinada pela própria banda, que costuma produzir os próprios projetos.

A canção, um rock clássico com pegada moderna e riffs marcantes, lançada nas plataformas pela Fluve/Som Livre, está disponível em todas as plataformas digitais. Assim como todo o conteúdo anteriormente lançado com o nome anterior da banda, que está agora disponível nas plataformas no perfil da Supernova.

Ouça “Poesias Inúteis”- Supernova nas plataformas digitais

https://fluve.lnk.to/poesiasinuteis

Acompanhe a Supernova nas redes sociais

https://instabio.cc/SuperNova

AL9 Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s