Cellar Darling: Ex-Eluveities voltam ao Rio com show completo e empolgante

Publicado: 21/09/2019 por Pedro Mello em Eventos, News, Resenhas Shows, Uncategorized
Tags:, ,
AZ-52

Cellar Darling no palco do Kubrick

Um ano após sua primeira passagem pelo Brasil, os suíços do Cellar Darling retornam ao Rio de Janeiro. Desta vez a banda veio para um show completo e divulgar o recém lançado álbum, “Spell”.

Com dois álbuns no currículo e sem se prender ao passado em seus tempos de Eluveitie, Anna Murphy (Vocals, Flautas, Teclados e Hurdy Gurdy), Merlin Sutter (Bateria), Ivo Henzi (Guitarras) e o baixista de apoio, Nicolas Winter, subiram com um belíssimo atraso ao palco do Kubrick, nova alcunha do Teatro Odisséia, agora sob nova direção.

AZ-54

Merlin Sutter

A justificativa para o atraso foi dada pela produtora nas redes sociais e pela própria banda já no palco, um acidente de trânsito no domingo chuvoso.

Já que comentamos da chuva, o muitíssimo obrigado aos gestores da casa que abrigaram todos que estavam na fila no mezanino. Com os fãs sedentos por boa música, nem o atraso e a chuva foram motivos de desânimo.

A sonoridade do Cellar Darling remete um pouco a banda antecessora de seus integrantes, porém, a parte folk ganha mais destaque do que o peso, lógico que ele está lá, as vezes de maneira tímida, mas está.

A abertura do show coube a “Pain”, faixa que também abre o álbum de 2019, o já citado “The Spell”, as músicas são longas e apesar do set list ser um tanto quanto curto em número de músicas, não podemos falar o mesmo quanto aos ponteiros dos relógios.

AZ-50

Ivo Henzi

Anna muito simpática com os fãs, exibindo grande carisma, conversou um pouco com o público e diversas vezes se mostrou intimidada com o calor dos fãs cariocas. O set seguiu com mais 5 músicas novas, acompanhadas pela maioria dos presentes, tirando sorrisos até do concentrado Ivo Henzi, que ainda deu apoio aos teclados.

Com muitos aplausos e cantoria, o pequeno público se mostrou enorme diante a banda, que embalou ainda Black Moon e Starcrusher, ambas do primeiro álbum lançado em 2017, “This Is The Sound”, seguidas por Fire, Wind & Earth, Challenge e Redemption, fechando assim o set regular.

A banda sai ovacionada pelos fãs e volta aos palcos para a execução de Six Days e a já clássica, Avalanche, a música que deve se tornar a eterna referência ao som dos suíços.

AZ-42

Anna Murphy

Após a excepcional apresentação, completamente alinhada, com uma banda entrosada e muito certa do que quer fazer, os músicos ainda atenderam aos fãs que permaneceram no Kubrick com fotos e autógrafos. Prometeram voltar em breve e brincaram com o inverno do Rio. Uma aula de humildade de quem quer ir muito além.

 

 

 

Cellar Darling Setlist: Pain / Death / Love / The Spell / Insomnia / Freeze / Black Moon / Starcrusher / Fire, Wind & Earth / Challenge / Redemption / Six Days / Avalanche.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s