Living Colour: Celebrando 30 anos de Vivid no Circo Voador

Publicado: 27/06/2019 por Pedro Mello em News, Resenhas Shows, Uncategorized
Tags:, ,
DSCN3547

Living Colour ao vivo no Circo Voador

Existem bandas que são tão envolventes e peculiares que ficam difíceis de você rotular, achar um nicho em que se enquadrem… com certeza este é o caso dos norte-americanos do Living Colour.

A banda que traz em sua música diversos elementos do Rock, Soul, Metal e tantas outras particularidades sonoras, veio ao Rio de Janeiro celebrando os 30 anos de seu primeiro álbum, Vivid. Na verdade os 30 anos foram registrados em 2018, mas a turnê continua para o nosso bem.

DSCN3552

Doug Wimbish

O excepcional trabalho composto por Vernon Reid (Guitarra), Will Calhoun (Bateria), Corey Glove (Vocal) e Muzz Skillings (Baixo), que após sua saída em 1992, cedeu sua posição a Doug Wimbish (Baixo), foi sucesso assim que lançado, entrando em posições altas nos charts americanos e lembrado em diversas listas de melhores álbuns desde seu lançamento. 

DSCN3520

Will Calhoun

Com um pequeno atraso, nada anormal, a banda subiu ao palco e foi ovacionada por um Circo Voador com público respeitável. Para aquecer os presentes, a banda executou dois covers, Preachin’ Blues, mostrando toda a malícia e desenvoltura instrumental da banda, e Who Shoy Ya?, músicas gravadas originalmente por Robert Johnson e Notorious B.I.G, o que dá uma noção ao leitor a diversidade que permeia o Living Colour.

Então veio Cult Of Personality, faixa de abertura de Vivid, uma das faixas mais marcantes da banda e uma das responsáveis pelo Living Colour estourar nas rádios. O set continuou com I Want To Know e Middle Man.

O público estava ensandecido, os músicos possuem muito tempo de estrada e ainda mantém a energia e a pegada jovial. Solos, riffs, cadência, tudo tão perfeito e encaixado, mesmo em momentos onde pareciam improvisos, parecia que estávamos ouvindo um álbum gravado, tamanha a perfeição sonora. Vernon e Doug sobravam em seus instrumentos encantando os ouvintes. Will Calhoun fez uma apresentação segura, sem se comprometer, inclusive no modesto solo, já Corey mostrou que ainda possui a potência vocal intacta desde o início da banda.

DSCN3559

Corey Glove

O quarteto fazia tudo parecer uma enorme brincadeira e estava bem a vontade no palco instigando os presentes. Obviamente um dos momentos mais marcantes e eletrizantes, foi a execução do sucesso, Glamour Boys, fazendo o Circo tremer. A surpresa do show, ficou por conta de Love Rears Its Ugly Head, faixa do álbum Time’s Up (1990). Fechando o show, tivemos mais duas do álbum Time’s Up: Elvis Is Dead e Type, será que já preparam uma turnê de aniversário para o álbum?

Que show! Tiro certo da On Stage que proporcionou a todos os presentes este magnífico espetáculo, simplesmente surpreendente e memorável. Uma noite mágica.

DSCN3582

Vernon Reid

Living Colour Setlist: Preachin’ Blues (Robert Johnson Cover) / Who Shot Ya? (The Notorious B.I.G. Cover) / Cult of Personality / I Want to Know / Middle Man / Desperate People / Open Letter (To a Landlord) / Funny Vibe / Memories Can’t Wait (Talking Heads Cover) / Broken Hearts / Glamour Boys / What’s Your Favorite Color? / Which Way to America? / Drum Solo / Love Rears Its Ugly Head / Bis: Elvis Is Dead / Type.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s