Affront: “Angry Voices”

Publicado: 18/10/2017 por Pedro Mello em News, Resenhas CD's, Uncategorized
Tags:, ,

download.jpg

A banda carioca Affront é formada por dois ex-integrantes da lendária banda de Black Metal carioca, Unearthly: Marcelo Mictian (Vocal / Baixo) e Rafael Rassan (Guitarra), a bateria na gravação do álbum ficou a cargo de Jedy Nassay, que fora substituído por Thiago Caneda.

Não se apegando a comodidade, Mictian e Rassan, abordam em “Angry Voices”, primeiro trabalho da banda, uma sonoridade baseada no Death Metal com elementos de Thrash, bem diferente do que a dupla fazia no já citado Unearthly.

Com a bagagem dos músicos envolvidos, era certo de que o álbum soasse bem arrumado dentro da proposta da banda, a dupla Mictian e Rassan assina a produção e o trabalho gráfico ficou a cargo do experiente Marcelo Vasco, que trabalhou com bandas do porte de Slayer, Borknagar, Machine Head e outros. O álbum apresenta doze faixas, chegando aos 35 minutos de duração.

‘Scum Of The World’ é uma excelente faixa de abertura, foi o cartão de visitas da banda, sendo o primeiro lyric vídeo disponibilizado nas redes sociais, pesada, veloz e situa bem o ouvinte a sonoridade da banda, o solo limpo de guitarra é um dos destaques, ‘Angry Voices’, mantém o peso, seguida por ‘Affront’ e ‘Conflicts’.

As quatro primeiras faixas, mostram Mictian muito a vontade nos vocais com linhas precisas de baixo, Rassan com riffs inspirados e Nassay com uma bateria que mais parece uma britadeira. A temática da banda até o momento se baseia nas mazelas políticas que o povo brasileiro sofre.

‘Terra Sem Males’ é a primeira faixa instrumental do álbum, soa como um momento de calmaria antes da tempestade. Com vários instrumentos de percussão indígena, todos executados por Mictian, a faixa tem como inspiração a escravização imposta à tribo dos índios Guaranis, escravizados após a guerra entre Brasil e Paraguai. ‘Mestre Barro’, traz elementos regionais nordestinos aliados ao peso do Death Metal, é uma homenagem ao artista Mestre Vitalino. Vitalino é um grande escultor nordestino, que tinha o barro como matéria prima de suas obras, hoje espalhadas e reverenciadas ao redor do mundo em lugares como Viena, Paris e Áustria, além do Brasil.

‘Religions Cancer’, não precisamos falar do que se trata, é auto-explicativo, ‘Under Siege’ é um pouco mais direta, com elementos de Thrash mais aparentes e é um dos carros chefes do registro. ‘Carved In Stone’ tem uma sonoridade um pouco mais lenta do que as demais, a letra é bem particular para Marcelo Mictiane, fala sobre o recomeço da banda, os novos desafios a serem enfrentados. Os solos melódicos de Rassan acrescentam muito a música.

‘Wartime Conspiracy’ segue a proposta imposta pela banda, ‘Echoes Of Insanity’ é mais uma faixa instrumental, bem curta, o dedilhado de violão prende o ouvinte. A última faixa do registro trata-se da “repetição” de ‘Under Siege’, com uma adição, Marcelo Pompeu (Korzus) se une a Mictian nas linhas vocais, engrandecendo mais ainda a força do trabalho.

“Angry Voices” é indicado para os apreciadores de um Thrash / Death pesado, bem trabalhado e matador e atual. Longa vida a Affront. Nota: 09.

 

Faixas:

01. Scum Of The World
02. Angry Voices
03. Affront
04. Conflicts
05. Terra Sem Males (Guerra Guaranítica)
06. Mestre Barro
07. Religions Cancer
08. Under Siege
09. Carved In Stone
10. WarTime Conspiracy
11. Echoes Of The Insanity
12. Under Siege (Participação Especial: Marcelo Pompeu)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s