Tupi Nambha: “Invasão Alienígena”

Publicado: 17/10/2017 por Pedro Mello em News, Resenhas CD's, Uncategorized
Tags:, ,

tupi.jpg

“Invasão Alienígena” é o primeiro EP da banda Tupi Nambha, lançado originalmente em mídias digitais em 2016 e ganhando versão em formato físico agora em 2017, o álbum traz sete canções, com quase 30 minutos de duração, contando um pouco da cultura indígena e seu contato com o homem branco.

A banda brasiliense formada por Marcos Loiola (Vocal), Rogerio Delevedove (Guitarra), traz uma sonoridade única, mesclando elementos regionais ao Heavy Metal, com vocalizações em Tupi. O Tupi Nambha faz parte do projeto, ou movimento, Levante do Metal Nativo, que juntamente com as bandas Aclla, Armahda, Arandu Arakuaa, Cangaço, Hate Embrace, MorrigaM, Tamuya Thrash Tribe e Voodoopriest, visa justamente essa união dos ritmos brasileiros ao Heavy Metal.

Como o nome deixa claro, a banda conta fatos ocorridos, assim como os costumes da tribo Tupinambá. O álbum inicia com ‘Invasão Alienígena’, faixa que dá nome ao EP, o som é bem consistente e as doses entre elementos indígenas e o peso do Metal estão bem equilibradas.

A segunda faixa é ‘Antropofagia’, a música mantém a pegada da faixa antecessora e funciona igualmente muito bem, ‘Tribo Em Guerra’ traz um pouco mais de peso em seu início, mas depois entra em uma cadência tribal bem elaborada, com pontes e refrão contagiantes, com certeza, apesar do Tupi não ser tão difundido, essa música será cantada a plenos pulmões se executada ao vivo.

‘Tupi Nambha’ é um pouco mais experimental com um riff bem marcado, já ‘Galdino Pataxó’ une Heavy Metal ao Maracatu e é uma faixa que pode chegar a ganhar destaque em várias mídias, levando um novo público a conhecer a banda. 

‘Feiticeiro’ é a penúltima faixa, um pouco mais pesada do que as demais, mas mantendo a essência da sonoridade do Tupi Nambha, fechando o álbum e fazendo uma ponte com a temática abordada em ‘Feiticeiro’, temos ‘Ayahuasca’, música que fala sobre a bebida sacramental alucinógena, que liga os pajés ao mundo espiritual.

O álbum contou com produção de Caio Cortonesi , um excelente trabalho diga-se de passagem, deixando todos os elementos musicais bem audíveis e coesos. A arte ficou por conta de João Rafael, uma arte bem orgânica que casa muito bem com a proposta da banda. Não deixe de conferir. Nota: 09.

Faixas:

01. Invasão Alienígena
02. Antropofagia
03. Tribo em Guerra
04. Tupi Nambha
05. Galdino Pataxó
06. Feiticeiro
07. Ayahuasca

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s