Roadie Metal: “Vol. 9”

Publicado: 19/05/2017 por Pedro Mello em News, Resenhas CD's, Uncategorized

roadie-metal-9-1.jpg

Mantendo a tradição. O programa Roadie Metal, tocado por Gleison Júnior, disponibilizou a nona edição da coletânea que leva o nome do programa. Mais uma vez contando com a arte do Mestre Marcelo Nespoli na confecção da parte gráfica e mais uma vez um registro duplo do que há de melhor e mais recente na cena nacional. São 34 sons que permeiam todas as vertentes do Rock/Metal.

Como são 34 músicas, de 34 bandas, vamos tentar fazer um resumo rápido do que está no registro duplo.

O primeiro CD da coletânea abre com o Heavy Metal repleto de melodias do Ruins Of Elysium, uma excelente escolha para o início do registro, ‘Serpentarius’ tem uma sonoridade apoteótica, envolvente e cria uma grande expectativa. O Older Jack, banda gaúcha com pegada tradicional, vem trazendo seu Heavy Metal, a la Accept, cantado em alemão com ‘Wahninn’. O Pato Junkie vem na sequência e mantém a pegada Heavy com excelentes riffs, seguido por Stoneria, com um rockão contagiante acrescido de alguns elementos regionais, cantado em português.

O Heavy Metal urgente do Demons Inside vem com o nome deRemorse, Effect Of Traumas…Remains’. ‘Forsaken Land’, música escolhida da Lasting Maze traz uma roupagem mais moderna com boa performance da vocalista Grazy Mesquita, se fizerem alguns ajustes, essa banda tem tudo para ir longe. Do Nordeste para o Sudeste, temos os mineiros da Cálida, hardcore cantado em português e muita pegada. The Phantom Of The Midnight vem com um som mais calcado no gótico e que agradará facilmente os fãs do estilo.

‘Waiting For You’ é a primeira balada desta coletânea e é executada pela banda Lo Han, poderia estar facilmente em um “Rock Ballads”, o peso retorna com Pátria Refúgio. Baixo cavalgado e letras em português lembrando muito o início do Metal no Brasil. Em seguida temos o Stonex fortemente influenciado pela NWOBHM. Ozome e Marco Zero são mais exemplos de que o rock pesado cantado em português dá certo.

O Indominus retorna ao Heavy Metal tradicional, antecedendo a irreverência do In The Sent. A primeira parte da coletânea se encerra com duas bandas que se calçam no Rock nacional, aquele da década de 80, mesclados a alguns elementos mais modernos, a Attivita Power Trio e Lexuza.

O segundo disco da coletânea traz vertentes um pouco mais pesadas, iniciando com a pedrada do Heavenless. O Core Divider vem com um Thrash / Death agressivo, que em alguns momentos nos remete a nomes como Pantera e Machine Head. No início de ‘Alive’, eu achei que estava ouvindo uma música da banda Fall Out Boy, mas do nada vem uma onda mais agressiva, que nos remete ao Bullet For My Valentine, esse é o som do Coast To Coast.

O Concept Of Hate traz um Thrash técnico e é uma das músicas que se destacam e farão o ouvinte bangear como se não existisse o amanhã. Vultures, a banda traz um som pesado, muito cadenciado, com claras influências de Doom Metal. O Unnown Code Of Existence faz uma mistura de estilos, fazendo ser difícil classificá-lo, a música – ‘We Are Not Mere Alien’ – traz diversos elementos do Heavy e Thrash, em perfeita comunhão com elementos progressivos e até mesmo eletrônicos.

Na continuidade temos o Metal moderno do R.I.V., a música instrumental do exímio guitarrista Patrick Pedroso e a Elizabethan Wallpurga com um som preciso e pesado, (ótimo solo de guitarra). Já a Inferms e a Viletale praticam vertentes de Black Metal, cada uma com suas peculiaridades, porém ambas bem produzidas.

A Sagrav apresenta um som mais cru, aproximando o Punk ao Metal. A Tormentors é mais uma das que misturam estilos e neste caso, falamos de Harcore com Metal, em alguns momentos nos remete ao Suicidal Tendencies. O extremismo volta com a Visceral apresentando um Death / Black ‘old school’. Se você curte música pra agitar, a Lascados com certeza fará você pular e curtir.

‘Resurrected’, é o som apresentado por Bruno F. Vascotin, que traz o Black Metal de volta a tona, em contrposição temos a Rinits Horror Show, fazendo um Rock Pesado com ótimas levadas e influências do início da cena Metal no Brasil.

Bem, depois disto tudo que foi dito, aconselho você amigo leitor a procurar o perfil da Roadie Metal nas redes sociais e acompanhar as promoções, pois as cópias são distribuídas gratuitamente. Mais uma vez uma excelente iniciativa do amigo Gleison Júnior em revitalizar, atualizar e tirar alguns da zona de conforto quando tratamos de Heavy Metal nacional. A certeza que esta, assim como as outras edições da Roadie Metal, as bandas nacionais são profissionais e estão em um nível bem alto de produção e musicalidade nas mais variadas vertentes do Rock pesado. Nota: 10.

CD 01: Ruins Of Elysium – Serpentarius / Older Jack – Wahnsinn / Pato Junkie – The Rag Doll / Stoneria – Latino Americano / Demons Inside – Remorse, Effect Of Traumas…Remains / Lasting Maze – Forsaken Land / Cálida – Viemos Para Ficar / The Phantom Of The Midnight – Midnight / Lo Han – Waiting For You / Pátria Refúgio – Guerras Atuais / Stonex – Maggots (In My Brain) / Ozome – Tudo Veio Da Lama / Marco Zero – Efeito Moral / Indominus – The Arsonist / In The Sent – Dar O Culto Da Manhã / Attivita Power Trio – Vestido De Seda / Lexuza – Natural.

CD 02: Heavenless – Hatred / Core Divider – Ignorance / Coast To Coast – Alive / Concept Of Hate – Black Stripe Poison / Vultures – A Strange Land / Unnown Code Of Existence – We Are Not Mere Aliens / R.I.V – Headache / Patrick Pedroso – Only Ashes / Elizabethan Wallpurga – The Serpent’ Eyes And The Horns Of Crown / Inferms – Sadistic Desire / Viletale – Vile / Sagrav – The Lynching / Tormentors – For Hate / Visceral – Maldito / Lascados – Sem O Próprio Chão / Bruno F. Vascotin – Resurrected / Rinits Horror Show – Morte De Verão.

Anúncios
comentários
  1. carlos aranha disse:

    Sensacional essa coletânea!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s